Minha conta
Como se comportar em uma entrevista de emprego (dicas 2020)

Como se comportar em uma entrevista de emprego (dicas 2020)

O recrutador analisa tudo. Por isso, é importante saber tudo sobre como se comportar em uma entrevista de emprego. Veja como se portar em uma entrevista.

Pode soar um pouco assustador, mas a partir do momento em que você entra na sala para uma entrevista de emprego, o recrutador começa a te analisar. Ele presta atenção em tudo. É claro que isso inclui o seu comportamento. Por isso, neste guia, você aprenderá:

  • Como se comportar em uma entrevista de emprego;
  • Como se comportar em uma entrevista de emprego coletiva;
  • Como se comportar em uma entrevista de emprego via skype;
  • Como se comportar em uma entrevista de emprego com psicólogo.

 

Continue lendo e você verá um guia completo sobre como se comportar em uma entrevista de emprego. Você verá dicas que podem ser usadas em vários tipos de entrevista e que farão a diferença na hora de decidir como se portar na hora H.

 

Quer poupar tempo e fazer o seu currículo em 5 minutos? Experimente o nosso gerador de currículos online. Ele é rápido, fácil, conveniente e 100% personalizável. Escolha dentre 18 modelos de currículos profissionais para preencher.

 

modelo de curriculo

Modelo de currículo criado pelo nosso gerador de currículos. Descubra nosso criador de currículos.

Um dos nossos usuários, Nicolas, teve isso a dizer:

 

“Eu estava tendo dificuldade em deixar o meu currículo com apenas 1 página e em o deixar com uma aparência profissional. O gerador de currículos da Zety me ajudou muito!”

 

Criar o meu currículo agora

 

É claro que fazer uma boa entrevista é vital para o seu futuro profissional, mas antes de ser chamado para uma conversa na empresa, você precisa ter um currículo que convença o recrutador de que você merece ser ouvido. Para conseguir isso, leia estes guias:

 

Os pequenos detalhes podem fazer a diferença. Para garantir a perfeição, conte com o blog da Zety Brasil. Nele, você encontra mais de 100 artigos sobre o universo laboral. Mas, por agora, vamos falar sobre entrevista de emprego.

 

1. Se preparando para a entrevista

 

Tenha calma. Antes de começar a pensar em como se comportar em uma entrevista de emprego, é vital garantir que você está bem preparado para a ocasião. Afinal, os detalhes importam. Por isso, veja algumas dicas de como se preparar para a entrevista:

 

Pesquise bastante: os recrutadores gostam quando você demonstra conhecimento sobre a empresa e a indústria na qual ela opera. Além disso, é vital pensar nas perguntas que você quer fazer para o recrutador, para não correr o risco de esquecer algo e se arrepender.

 

Treine mais ainda: é verdade que não tem como você saber exatamente o que o recrutador vai perguntar, mas existem algumas perguntas que sempre são abordadas. Faça uma lista delas e vá treinando as suas respostas. Lembre-se que o treino leva a perfeição.

Dica valiosa: é importante falar de forma clara. Você não pode falar muito rápido, nem muito devagar. Para garantir que a sua fala está boa, grave a si mesmo treinando.

Durma bem: você precisa estar com a mente afiada para poder dar respostas rápidas e precisas. Não subestime a importância de uma boa noite de sono. Garanta que você conseguiu as suas preciosos 8 horas de sono na noite antes da entrevista.

 

Escolha as roupas certas: ser muito informal é vulgar, ser formal demais pode parecer forçado. Usar as roupas certas é fundamental. Para ver quais roupas você deve vestir na sua entrevista de emprego, leia o guia Roupa para entrevista de emprego.

 

Seja pontual: você quer causar a melhor primeira impressão possível. Infelizmente, o brasileiro tem o hábito de não respeitar o tempo das pessoas e chegar atrasado. Na hora da entrevista, isso grita falta de profissionalismo e certamente vai pesar contra você.

 

Leve uma cópia do currículo consigo: prepare-se para entregar uma cópia do currículo presencialmente. Leve uma cópia impressa do currículo dentro de um envelope para não amassar. Entregue-o para o recrutador assim que começar a entrevista.

 

Seguindo essas dicas, você consegue se preparar bem para uma entrevista de emprego. Mas, quando você chega na empresa e senta na frente do recrutador, é normal que o frio na barriga chegue. Para impedir que isso atrapalhe a sua performance, veja o próximo tópico.

 

Para entregar o seu currículo presencialmente, leia o guia Currículo para imprimir

 

2. Como se comportar em uma entrevista de emprego

 

Saber como se comportar pode ser difícil. Existem vários detalhes que você deve prestar atenção. Tome cuidado com gírias, evite gesticular demais e existem muitas outras, que você pode aprender vendo as dicas abaixo:

 

Desligue o celular: tá aí outra coisa que grita FALTA DE PROFISSIONALISMO. Se o celular tocar durante a entrevista, você já perdeu alguns pontos. O pior é que tem gente que realmente atende as ligações ou responde mensagens no WhatsApp. Não faça isso.

 

Trate todos bem: talvez você seja julgado no momento em que você chega. O recrutador pode perguntar sobre o seu comportamento para a recepcionista ou para o segurança. Por via das dúvidas, aja de maneira profissional assim que botar o pé na empresa.

 

Levante-se: quando o recrutador chegar, levante-se e aperte a sua mão. Se você ficar sentado ou não o cumprimentar, isso pode parecer arrogante e aí você já começa a entrevista no vermelho.

 

Seja profissional: na hora de falar, mantenha uma postura adequada. Evite gesticular demais e sente ereto. Use um vocabulário formal, mas sem excessos. Lembre-se que você está não está falando com um juiz e sim com um recrutador, apesar dele estar de julgando. 

Dica valiosa: o recrutador pode perguntar sobre fraquezas. Seja sincero. Isso pode soar óbvio, mas 85% dos candidatos mentem. Se entraram para a estatística, foram pegos.

Demonstre confiança: confiança é tudo. Para mostrar que você está confiante, olhe o recrutador nos olhos, fale de maneira clara e responda as perguntas de forma objetiva. Vá direto ao ponto. Se a resposta demora, o recrutador pensa que você está tentando enrolar.

 

Cuidado com a linguagem corporal: boa parte da comunicação humana é não verbal. O recrutador presta atenção no que a sua linguagem corporal fala sobre você. Veja abaixo alguns exemplos do que a sua linguagem corporal comunica para o recrutador:

 

Exemplos de como o recrutador pode interpretar a sua postura

 

ERRADO
  • Braços cruzados: falta de receptividade;
  • Ombros contraídos: falta de segurança
  • Passar a mão no cabelo em excesso: insegurança
CERTO
  • Espelhar o movimento: compreensão mútua;
  • Sentar-se de maneira ereta: respeito à pessoa com que está falando
  • Contato visual constante: segurança

 

Fonte: Dicas de etiqueta

 

Cuidado com gestos: é normal mexermos as mãos conforme falamos. Isso não é algo ruim e pode até demonstrar empolgação, o que é algo bom. Mas, se você exagerar, pode pegar mal. Controle-se e tome cuidado com a mão boba.

 

Espere o final para fazer perguntas: a única exceção é caso o recrutador perguntar diretamente se você tem alguma dúvida. Se ele não perguntar, espere até o final. Perguntar antes pode parecer que você está ansioso, o que vai jogar contra você.

 

Seja autêntico: o recrutador não te conhece. Pensando nisso, talvez você tenha a ideia de tentar ser quem você não é. Péssima idéia. A não ser que você seja um ator digno de Oscar, ficará óbvio que você não está sendo sincero.

 

Saia com elegância: no fim da entrevista, mantenha o contato visual, aperte as mãos do recrutador e agradeça pela oportunidade. Além disso, cuidado para não levantar muito rápido. Vai parecer que você está desesperado para sumir dali.

 

Essas dicas podem salvar a sua vida durante a entrevista. Mas, nem todo processo seletivo envolve você trancado em uma sala encarando o recrutador. Algumas empresas fazem as coisas de maneiras diferentes. Por isso, é importante se preparar para essas possibilidades.

 

Veja uma lista de perguntas e respostas. Leia Perguntas de entrevista de emprego

 

3. Como se comportar após a entrevista de emprego

 

Comemore. O pior já foi. Você escreveu o currículo campeão e fez uma ótima entrevista, mas o trabalhando ainda não acabou. Após o encontro com o recrutador, existem algumas dicas que podem te ajudar a conseguir a vaga dos seus sonhos:

 

Agradeça: envie um email para o recrutador informando o quanto você gostou da experiência e reitera o seu desejo em obter a vaga. Termine agradecendo pela oportunidade. Apenas tome cuidado para não ficar algo muito forçado.

Dica valiosa: uma forma de agradecer que chama atenção é ir até a empresa e entregar uma carta escrita à mão para a recepcionista entregar para o recrutador.

Entre em contato com referências: se você acha que a entrevista foi positiva, é possível que o próximo passo seja uma verificação com as suas referências. Por isso, é cortês entrar em contato com elas para informá-las que elas podem receber uma ligação sobre isso.

 

Hora de reflexão: esse é o momento em que você deve fazer uma pequena retrospectiva de como foi a entrevista, com o objetivo de entender o que você fez de certo e o que deu errado. Talvez você faça outra entrevista no mesmo processo e o aprendizado será valioso.

 

Espere o prazo: o recrutador normalmente dá um prazo para uma decisão. Controle a ansiedade e não entre em contato antes. Se chegar no dia e não houver contato, espere mais 2 dias. O recrutador é humano e pode ter havido um atraso.

 

Não questione a decisão: talvez você recebe a notícia que todos temem. Você não ficou com a vaga. Não questione a decisão, mas é válido perguntar o motivo. Desta forma, você recebe feedback valioso para melhorar.

 

Em um mundo tão competitivo, são detalhes como estes que fazem a diferença. Se o recrutador estava na dúvida, essas dicas podem te ajudar a colocar-lo do seu lado. Mas, é bom também se preparar para o caso da sua entrevista não ser convencional.

 

Para listar as suas referências, leia o guia Referências no currículo

 

4. Como se comportar em uma entrevista de emprego coletiva

 

É comum acabar em uma entrevista coletiva. Elas consistem de uma atividade que será desenvolvida em grupo, na qual cada participante será avaliado. Qual atividade será realizada é impossível de saber, mas há dicas gerais para este tipo de entrevista.

 

A nota é individual: não cometa o erro de pensar “o que importa é o projeto ficar pronto.” O recrutador está analisando cada candidato individualmente, por isso, faça o possível para mostrar as suas qualidades para quem está te julgando.

 

Mas, não seja egoísta: um bom motivo para ter uma entrevista em grupo é para avaliar como o candidato trabalho com outras pessoas. Por isso, é fundamental não pensar apenas em mostrar suas habilidades. Mostre como elas ajudam o grupo.

Dica valiosa: a entrevista de grupo raramente é a última etapa. Não há apenas um vencedor. Por isso, não tenha medo de ajudar ou colaborar com outros candidatos.

Seja perceptivo: preste atenção no que o grupo está fazendo. Desta forma, você conseguirá determinar melhor como você pode contribuir para o sucesso do coletivo. Não fique apenas olhando para o seu umbigo. Os recrutadores não gostam.

 

Cuidado com as reações: talvez você tenha que lidar com um outro participante que tenha tido uma ideia fútil ou que talvez tenha cometido um erro que prejudicou o grupo. Cuidado para não se frustrar e acabar reagindo de uma maneira pouco profissional.

 

Não brinque em serviço: algumas entrevistas de grupo podem parecer uma brincadeira. Você pode ter que trabalhar com outras pessoas para montar uma torre ou algum brinquedo. Mas, trate isso com seriedade. Pode parecer brincadeira, mas o objetivo é sério.

 

Pense fora da caixa: criatividade é um das habilidades que os recrutadores mais gostam nos candidatos de qualquer indústria. Por isso, pense fora da caixa. Não só isso demonstra confiança, as os recrutadores ficarão impressionados com a sua criatividade.

 

Só que, como nada nesta vida é simples, existem outros tipos de entrevistas que você pode ter que encarar antes de tirar a carteira de trabalho da gaveta para assinar o seu próximo contrato. Ainda há muito o que aprender sobre o assunto, como o próximo tópico mostra.

 

Para mais detalhes, leia Como se comportar em uma entrevista de emprego coletiva

 

5. Como se comportar em uma entrevista com psicólogo

 

É possível que você não tenha que encarar um recrutador, mas sim um psicólogo. Pois é, você precisa conversar com alguém especializado em analisar cada detalhe do comportamento humano. Para conseguir impressionar, siga essas dicas:

 

Se conheça muito bem: enquanto o recrutador quer saber mais de você como profissional, o psicólogo vai mais fundo e quer saber sobre você como pessoa, então é vital saber exatamente como descrever a sua personalidade e quais são as suas fraquezas. 

Dica valiosa: para saber as suas fraquezas, você pode ter uma conversa franca com algum ex-chefe ou ex-colega de trabalho. Aproveite e pergunte como você pode melhorar.

Prepare-se para o inesperado: os psicólogos adoram fazer perguntas que te pegam despreparado. Desta forma, não tem como você treinar. Assim, eles conseguem uma reação e uma resposta mais genuína. Veja alguns exemplos de perguntas:

 

  1. Descreva o seu chefe anterior;
  2. Por qual razão te demitiríamos?
  3. Se eu ligar agora para as suas referências, o que elas diriam de você?
  4. Me conte sobre algum colega que você não gostou?
  5. Você concordaria com uma decisão que é contra a sua vontade?

 

Fonte: Tutano

 

Cuidado com exageros: em uma pergunta inesperada, é fácil acabar não sabendo exatamente o que falar. Neste casos, tome muito cuidado para não exagerar. Um psicólogo é treinando justamente para analisar as pessoas. Ele vai perceber.

 

Acima de tudo, não enxergue o psicólogo como um bicho-papão. Assim como você, ele é apenas uma pessoa. Fique tranquilo. Mas, talvez você se veja em uma situação na qual você não tem um recrutador nem um psicólogo na sua frente, mas sim um computador.

 

Para mais detalhes, leia Como se comportar em uma entrevista com psicólogo

 

6. Como se comportar em uma entrevista de emprego via Skype

 

Existem regras de como se comportar em uma entrevista que são universais, mas na hora de fazer uma entrevista via Skype, é necessário prestar atenção em alguns detalhes. Afinal, a tecnologia ajuda, mas também pode atrapalhar. Por isso, veja essas dicas:

 

Verifique o seu equipamento: ligue o computador ao menos uma hora antes da entrevista e cheque a qualidade da conexão. Também veja se o microfone e a webcam estão funcionando. Nada pior do que descobrir um problema faltando 5 minutos para a entrevista.

 

Verifique o enquadramento: ao checar a sua webcam, verifique se você está bem enquadrado na imagem. Tente usar um enquadramento que te mostre do ombro para cima, como em uma foto 3x4.

Dica valiosa: na hora da entrevista, tente conectar o seu computador diretamente no modem com um cabo ethernet. Assim, você garante a melhor conexão possível.

Cuidado com a iluminação: escolha um lugar bem iluminado. Afinal, o recrutador precisa te ver. Também escolha um fundo neutro, como uma parede branca. O foco é você, por isso evite qualquer elemento visual que possa distrair o recrutador.

 

Cuidado com o delay: em uma videoconferência, pode haver um pequeno atraso na ligação. Tenha isso em mente na hora de responder uma pergunta para não acabar cortando o recrutador, o que pode ser frustrante para ele e jogar contra você.

 

Não leia: você talvez pense em minimizar a tela do recrutador e abrir um texto que você preparou para responder algumas perguntas. Não faça isso. Na grande maioria das vezes, é notável quando uma pessoa está lendo. Se o recrutador perceber, vai ficar feito para você.

 

Olhe para a câmera: da mesma forma que você precisa manter contato visual na hora de fazer uma entrevista presencial, você deve fazer o mesmo em uma virtual. Sempre olhe para a câmera. Evite ficar em um ambiente onde você pode acabar se distraindo.

 

Não é magia, é tecnologia. Uma entrevista online não é um bicho de sete cabeça. Basta prestar atenção em alguns detalhes e seguir aquelas regras básicas que se aplicam em qualquer entrevista, independente do formato dele.

 

Para saber mais, leia Como se comportar em uma entrevista de emprego via Skype

 

Revisão: como se comportar em uma entrevista de emprego

 

Esteja seguro de que muita gente fica nervosa e treme na base na hora de se portar em uma entrevista. Felizmente, para você, este não é o caso. Você viu que não há nada a temer. Basta seguir algumas regrinhas básicas e você coloca e o recrutador no bolso:

 

  1. Prepare-se bem. Pesquise a empresa, escolha as roupas certas e durma bem;
  2. Seja pontual;
  3. Use uma postura profissional;
  4. Fale de forma firme e clara;
  5. Tome cuidado com a linguagem corporal;
  6. Mande uma mensagem de agradecimento após a entrevista.

 

Depois de seguir essas dicas, vale começar a pensar em qual seria o salário ideal para a sua futura vaga, pois o recrutador pode perguntar antes de fazer uma oferta. Para não pedir algo muito alto ou muito baixo, leia o guia Pretensão salarial no currículo.

 

Obrigado por ler o meu guia. Agora, eu gostaria de ouvir você:

  • Qual é o maior desafio na hora de se comportar em uma entrevista de emprego?
  • Qual a sua maior dificuldade?
  • Ainda há alguma dúvida?

 

Deixe um comentário abaixo e vamos conversar!

Avalie meu artigo: como se comportar em uma entrevista de emprego
Média: 5 (1 votos)
Obrigado por votar
Caio Sampaio
Caio é um especialista em carreira e construção de currículos. Ele escreve sobre vários assuntos no mundo do recrutamento. No tempo livre, ele lê livros, assiste filmes, joga vídeo game e mantem-se atualizado sobre o universo laboral. Tendo experiência com teatro, cinema e vídeo games, ele busca usar técnicas dessas indústrias criativas para criar currículos mais interessantes e atraentes.

Artigos Similares