Você controla seus dados

Usamos cookies para adaptar aos usuários a experiência de criar currículos e cartas de apresentação. Por isso é possível que compartilharemos seus dados de uso com terceiros. Em nossa Política de Cookies, encontrará mais informações sobre como usamos os dados. Se quiser ajustar suas preferências de cookies, clique no botão de “Configurações” abaixo. Para aceitar todos os cookies, clique em “Aceitar”.

Configurações Aceitar

Configurações de cookies

Clique nos tipos de cookies abaixo para adaptar sua experiência no site de acordo com suas preferências. Pode aceitar, recusar ou retirar seu consentimento de uso dos cookies quando quiser. Tenha em mente que desabilitar cookies pode afetar suas experiência no site. Para mais informações, visite nossas Política de Cookies e de Privacidade.

Selecione os tipos de cookies que quer aceitar

De análises

Esses cookies analisam o uso do nosso site por nossos visitantes e também nos permitem oferecer uma experiência melhor. Os cookies analíticos usados em nosso site não identificam quem você é nem nos permitem enviar publicidade direcionada. Por exemplo, podemos usar cookies/tecnologias de rastreamento para análises relacionadas com o objetivo de determinar o número de visitantes do nosso site, identificar como os visitantes se movimentam no site e, em particular, quais páginas visitam. Isso nos permite melhorar nosso Site e nossos serviços.

De desempenho e personalização

Estes cookies permitem-nos dar-lhe acesso a uma experiência personalizada. Os cookies de personalização são usados para fornecer conteúdo, incluindo anúncios, relevantes para seus interesses em nosso site e sites de terceiros com base em como você interage com diferentes elementos em nosso site, bem como rastrear o conteúdo que você acessa (incluindo visualização de vídeo). Também podemos coletar informações de computador e/ou conexão para adaptar sua experiência às suas necessidades. Durante algumas visitas, podemos usar ferramentas de software para medir e coletar informações da sessão, incluindo tempos de resposta da página, erros de download, tempo gasto em determinadas páginas e informações de interação com a página.

De publicidade

Esses cookies são colocados por empresas terceirizadas para fornecer conteúdo direcionado com base em tópicos relevantes que lhe interessam (por exemplo, fornecendo anúncios do Facebook que lhe interessam) e permitem que você interaja melhor com plataformas de mídia social como o Facebook.

Necessárias

Esses cookies são essenciais para o desempenho do Site e para que você possa usar seus recursos. Os cookies necessários serão sempre armazenados, pois são necessários para que o site funcione corretamente. Por exemplo, cookies essenciais incluem, mas não se limitam a: cookies armazenados para fornecer o serviço, manter sua conta, fornecer acesso ao construtor, páginas de pagamento, criar IDs para seus documentos e armazenar seus consentimentos.

Para ver a lista detalhada de cookies, clique aqui.

Salvar preferências
Minha conta
Como fazer uma carta de recomendação e como pedir por uma

Como fazer uma carta de recomendação e como pedir por uma

Está recomendando alguém e quer saber como fazer uma carta de recomendação? Precisando saber como pedir uma carta de recomendação para alguém? Este guia tem o que você precisa.

É geralmente nas fases finais de um recrutamento que a empresa pede para que você envie uma carta de recomendação. Isso significa que você está sendo seriamente considerado para a vaga, e eles querem confirmar algumas de suas qualidades com ex-colegas.

 

Outra situação comum é uma universidade, principalmente as internacionais, pedir uma carta de recomendação de um ex-professor.

 

Apesar disso, uma atitude sábia é pedir uma carta de recomendação para seus colegas e professores antes que lhe seja solicitado, assim que você se desligar da empresa ou finalizar um curso, para que você já esteja preparado para futuros processos seletivos.

 

Mas, como pedir uma carta de recomendação? E se ela foi solicitada a você, como escrever uma carta de recomendação?

 

Continue lendo e você não terá mais dúvidas de como fazer uma carta de recomendação.

 

Você quer fazer uma carta de apresentação perfeita em apenas alguns minutos? Use o nosso gerador de cartas de apresentação. Escolha um dos 18 modelos profissionais de carta de apresentação e adote o mesmo estilo no o seu currículo!

 

Criar minha carta de apresentação agora

 

carta de apresentação

Modelo de carta de apresentação feito com o nosso gerador de cartas de apresentação. Confira mais modelos de cartas de apresentação.

 

Quer usar modelos prontos de cartas de recomendação? Veja os modelos abaixo:

 

Como fazer uma carta de recomendação

 

Para fazer uma carta de recomendação, siga os passos abaixo:

 

  1. Digite a carta de recomendação, para não haver riscos de não entenderem sua caligrafia;
  2. Formate a carta de recomendação de maneira profissional:
    1. Use fontes sérias como Arial ou Times New Roman;
    2. Escolha o tamanho de letra 11 ou 12;
    3. Selecione o alinhamento “justificado”;
    4. Escolha o espaçamento e margens 1,5;
    5. Mantenha o documento com uma única página.
  3. Inclua um cabeçalho com seus dados pessoais, mas nada confidencial como números de documentos, apenas nome completo, telefone e e-mail;
  4. Inicie o texto com a data e o local de onde escreve, como é esperado em cartas;
  5. Inclua uma saudação ao leitor. Se não puder descobrir o nome da pessoa, digite apenas “A quem interessar,”;
  6. Escreva o corpo da carta com cerca de três parágrafos. Neles, inclua os pontos a seguir:
    1. Seu cargo e empresa/instituição atual;
    2. Seu cargo e empresa/instituição na época que trabalhou com o recomendado;
    3. Contexto da relação hierárquica entre quem escreve e o recomendado;
    4. Períodos e datas em que trabalharam juntos;
    5. Qualquer informação específica que tenha sido solicitada no pedido de carta de recomendação;
    6. O mais importante: informações sobre o desempenho do recomendado, suas habilidades, competências, qualidades e motivações. Basicamente, seus pontos fortes.

Dica valiosa: se estiver escrevendo uma carta de recomendação acadêmica para um aluno que compete por uma vaga universitária internacional (um dos principais casos em que cartas de recomendação são requeridas), você pode incluir características como raça, circunstâncias de família e situação monetária se julgar que isso lhe trará vantagens, o que muitas vezes acontece no exterior. Pesquise sobre a instituição para ter certeza.

Ao terminar de escrever a carta de recomendação, verifique muito bem a digitação e a ortografia para não perder pontos de credibilidade por um erro facilmente evitável.

 

Você pode evitar preocupações com formatação usando o gerador de cartas da Zety. Fica especialmente profissional se o currículo do candidato ter sido feito usando o mesmo modelo e aparência.

 

 

Como colocar carta de recomendação no currículo

 

A carta de recomendação não deve ser parte do currículo.

 

Se a empresa pedir para que você envie a carta de recomendação junto ao currículo, envie no mesmo e-mail, mas como um arquivo diferente. Ao enviar a carta de recomendação e o currículo por e-mail, os nomes dos documentos devem deixar claro o que cada anexo representa.

 

Caso esteja entregando seu currículo presencialmente, imprima-os como dois documentos diferentes.

 

Se o que você deseja é simplesmente inserir uma recomendação curta no seu currículo, temos um guia para isso: Como colocar contatos de referência profissional no currículo.

 

Como pedir uma carta de recomendação

 

Ao pedir uma carta de recomendação, é essencial ser educado e formal. Você pode pedir pessoalmente ou através de um e-mail, mas o ideal é perguntar antes pessoalmente, e depois enviar um e-mail sobre o assunto, com mais detalhes, dessa maneira há menos chances de que a pessoa esqueça.

 

Vejá dicas de como solicitar algo por e-mail no artigo: Como enviar um e-mail formal.

 

Dica valiosa: sempre que possível, peça a carta de recomendação com antecedência, antes de começar um processo seletivo, assim a pessoa terá tempo de escrever uma boa carta e você terá como buscar uma alternativa se ela não escrever.

O pedido de escrita de carta de recomendação deve ser sempre uma pergunta. Por exemplo: “professor, você estaria disposto a escrever uma carta de recomendação a meu respeito?”. Lembre-se que, ao lhe recomendar, a pessoa estará atestando à sua competência e colocando a própria credibilidade em jogo, portanto, não se ofenda se a resposta for negativa.

 

Para quem pedir uma carta de recomendação?

 

A carta de recomendação de um superior costuma ter mais peso, mas algumas empresas pedem também de um colega do mesmo nível. É uma boa prática pedir uma carta de recomendação a um colega próximo e ao seu chefe.

 

No começo da sua carreira, também pode ser uma boa ideia pedir cartas de recomendação a professores que acompanharam seu desenvolvimento acadêmico, e poderiam atestar pela sua capacidade em determinado assunto.

 

Escolha alguém que você esteja confiante que pode atestar positivamente sobre suas habilidades, e que tenha tido contato suficiente para que a pessoa esteja confiante sobre suas competências.

 

Uma carta de apresentação sem um bom currículo não tem chance. Nosso criador de currículos online foi desenvolvido para ajudá-lo a criar seu CV de maneira rápida e fácil. Faça seu curriculum vitae com apenas alguns cliques em um de nossos 18 modelos de currículos para preencher online e baixar em PDF.

 

criador de curriculos online

 

Criar meu currículo agora!

Carta de recomendação ou carta de referência?

 

Enquanto a carta de recomendação visa destacar os pontos fortes do candidato e é escrita por alguém que acredita no potencial da pessoa, a carta de referência é simplesmente um documento que serve como prova de que o candidato trabalhou em uma instituição específica no passado.

 

A carta de referência é gerada pela empresa e aponta:

  • A função exercida pelo empregado;
  • O número de sua carteira de trabalho;
  • Período em que ele trabalhou na instituição;
  • Carga-horária trabalhada;
  • Uma frase atestando que o empregado não teve conduta não profissional durante o tempo trabalhado;
  • Assinatura do departamento de recursos humanos da empresa.

 

Apesar de nenhum desses dois documentos terem um padrão oficial ou serem controlados por lei, alguns interpretam o Inciso VIII do Artigo 170 da Constituição Federal de 1988 como garantindo a obrigação do empregador de emitir uma carta de referência, já que a constituição garante a busca do pleno emprego, e algumas empresas não contratam empregados sem carta de referência. Essa interpretação não deve ser aceita em um tribunal, e ninguém tem a obrigação de gerar uma carta de referência ou carta de recomendação. 

 

Espero que o artigo tenha lhe ajudado e tirado todas as suas dúvidas sobre cartas de recomendação. Se ficou alguma, ou se tiver qualquer outro comentário, deixe na seção abaixo e eu responderei o mais rápido possível.

Avalie meu artigo: como fazer uma carta de recomendacao
Média: 5 (1 votos)
Obrigado por votar
Bruno Bertachini
Bruno é um especialista em carreira da Zety comprometido em oferecer conselhos ocupacionais que agreguem valor a profissionais em todas as etapas de suas jornadas.

Artigos Similares