Minha conta
O que é expatriação? Veja dicas para se tornar um expatriado

O que é expatriação? Veja dicas para se tornar um expatriado

Quer trabalhar fora do Brasil? Entenda o que é expatriado, o processo de expatriação e veja 5 dicas para aumentar suas chances de conseguir um emprego no exterior como expatriado.

Era uma quarta-feira comum quando o diretor da empresa que eu trabalhava me chamou para uma reunião e deu a notícia que mudaria minha vida: havia aberto uma vaga na Europa e eles gostariam que eu fosse.

 

Tive um dia para decidir, mas não precisei pensar nem um segundo na resposta, sabia que seria “sim”. Como muitos brasileiros eu sonhava em trabalhar no exterior.

 

Mas como ser escolhido para uma vaga de expatriado? O que é expatriação e como funciona o processo?

 

Espero tirar suas dúvidas com este artigo. Boa sorte!

 

Quer poupar tempo e fazer o seu currículo em 5 minutos? Experimente o nosso gerador de currículos online. Ele é rápido, fácil, conveniente e 100% personalizável. Escolha dentre 18 modelos de currículos profissionais para preencher.

 

modelo de curriculo

Modelo de currículo criado pelo nosso gerador de currículos. Descubra nosso criador de currículos.

Um dos nossos usuários, Nicolas, teve isso a dizer:

 

“Eu estava tendo dificuldade em deixar o meu currículo com apenas 1 página e em o deixar com uma aparência profissional. O gerador de currículos da Zety me ajudou muito!”

 

Criar o meu currículo agora

 

Os artigos abaixo te ajudarão a fazer um currículo internacional:

 

O que é expatriado

 

Expatriado é aquele que reside em um país diferente da sua pátria. No mundo corporativo, e especialmente para a área de recursos humanos, o termo é usado para referir-se ao empregado transferido para o exterior sem o término do contrato de trabalho, temporariamente ou não.

 

Processo de expatriação

 

Ao se tratar de empregados cujos contratos não são terminados, e ocorrem apenas transferências, a empresa continuará oferecendo os benefícios previstos nas leis brasileiras, mas o trabalhador ganhará um salário ajustado para a vida no país de destino, nunca inferior ao que ganhava. Normalmente, há também um adicional de transferência, para que seja benéfico para o empregado se mudar.

 

Por ser apenas uma transferência, o empregado continuará na folha de pagamento do país de origem, apesar de ser comum que ele receba o salário na moeda local, após a conversão.

 

Geralmente, a empresa ajuda o empregado com a documentação necessária, como visto de trabalho, e ajuda a regularizar o pagamento do imposto de renda, que deve considerar o país trabalhado. Também é comum que o trabalhador faça uma viagem ao país de destino antes de aceitar a mudança, mas nem sempre acontece.

 

O processo de expatriação foi regulado pela lei n.º7.064/1982, e sofreu mudanças em 2009.

 

Você quer trabalhar fora do Brasil? Veja dicas abaixo para se tornar expatriado.

 

Ao fazer um currículo com o gerador de currículos da Zety, você só precisa arrastar e soltar os elementos que desejar (habilidades, experiências...). Existe até um corretor ortográfico para deixar seu currículo perfeito.

Ao terminar, o gerador de currículos da Zety avaliará o seu currículo e te dirá o que você precisa corrigir para fazer um currículo ainda melhor.

Como ser escolhido no processo de expatriação

 

Quando surge uma vaga para trabalhar no exterior, as pessoas responsáveis pela tomada de decisão evitam tornar essa informação pública. Geralmente, eles revelam a posição depois de decidirem quem irá ocupá-la.

 

Se você quer ser expatriado na sua empresa, é preciso trabalhar nisso antes que a vaga apareça, se mantendo no radar dos seus supervisores para o momento da decisão.

 

Não há maneiras de garantir que isso acontecerá, mas as dicas abaixo vão aumentar suas chances:

 

1. Mostre interesse

 

Simplesmente mencionar para seus chefes que você gostaria de morar no exterior e que toparia uma experiência internacional pode te colocar no radar, e fará com que eles ao menos te considerem para uma vaga de expatriado quando ela surgir.

 

2. Mantenha contato com pessoas dos outros países

 

Saiba quais são os países em que sua empresa atua e que existe a possibilidade de expatriação. Se você tiver a chance de se manter em contato com os empregados de lá, principalmente os tomadores de decisão, mostre seu interesse em trabalhar naqueles países.

 

3. Sinalize que você se adaptaria a cultura

 

O processo de expatriação é caro, e estudos apontam que até 40% dos casos de expatriação não dão certo. Por isso, empregadores são cuidadosos no momento de escolher quem vai, buscando quem tem a melhor chance de se adaptar. Para sinalizar que você se adaptaria, mostre interesse em coisas como o idioma e a cultura do país alvo.

 

O que poderia ser melhor que uma carta de apresentação que combina perfeitamente com seu currículo? Você pode criar sua carta de apresentação online aqui, usando o mesmo modelo do seu currículo. Os seus documentos podem ter esta aparência:

 

modelo de carta de apresentação

Veja mais modelos de cartas de apresentação e comece a escrever a sua.

4. Seja reconhecido no seu local de trabalho

 

Esta dica pode parecer óbvia, e é também a mais difícil de ser cumprida, mas como qualquer promoção, se você quiser ser um expatriado, deve se destacar no trabalho. Seu chefe deve estar seguro de que você fará um bom trabalho e que seus colegas concordarão que você era o candidato certo.

 

Coisas essenciais para ser reconhecido dentro da empresa são o networking e a produtividade.

 

5. Vá atrás da oportunidade

 

Se viver em outro país e trabalhar fora do Brasil é seu sonho, e você perceber que ser expatriado pela sua empresa não é uma opção, considere buscar a oportunidade pessoalmente. Envie currículos para empresas no exterior e busque empregos em outros países. Este método é mais difícil, já que as empresas têm que lidar com o seu visto de trabalho sem te conhecer, mas acontece o tempo todo.

 

Leia os artigos recomendados no começo deste artigo e crie um currículo internacional!

 

Espero que o artigo tenha ajudado e obrigado por ler. Se tiver alguma dúvida ou sugestão, deixe no campo de comentários abaixo.

Avalie meu artigo: expatriado
Média: 5 (1 votos)
Obrigado por votar
Bruno Bertachini
Bruno é um especialista em carreira da Zety comprometido em oferecer conselhos ocupacionais que agreguem valor a profissionais em todas as etapas de suas jornadas.

Artigos Similares