Atividades complementares no currículo: o que é + como botar

Atividades complementares no currículo: o que é + como botar

Conseguir emprego é um tarefa árdua nesses tempos. Mas, as suas atividades complementares no currículo podem ajudar. Veja como colocar elas.

Infelizmente, o Brasil é um país com um alto índice de desemprego. Conseguir uma vaga é difícil, por isso é necessário fazer o possível para se diferenciar do resto dos candidatos. Uma boa forma de fazer isso é investir nas suas atividades complementares.

 

Você certamente já deve ter feito muitas delas, mesmo que não tenha se dado conta. Agora, esse guia vai te mostrar o que exatamente são atividades complementares e como você pode colocar elas no seu currículo profissional.

 

Continue lendo e você verá um guia completo de sobre o que são atividades complementares e como colocar elas no currículo. Você também verá exemplos e modelos que você pode editar de acordo com a sua necessidade.

 

Quer poupar tempo e fazer o seu currículo em 5 minutos? Experimente o nosso gerador de currículos online. Ele é rápido, fácil, conveniente e 100% personalizável. Escolha dentre 18 modelos de currículos profissionais para preencher.

 

modelo de curriculo

Modelo de currículo criado pelo nosso gerador de currículos. Descubra nosso criador de currículos.

Um dos nossos usuários, Nicolas, teve isso a dizer:

 

“Eu estava tendo dificuldade em deixar o meu currículo com apenas 1 página e em o deixar com uma aparência profissional. O gerador de currículos da Zety me ajudou muito!”

 

Criar o meu currículo agora

 

Como você verá adiante, colocar as atividades complementares no currículo é crucial principalmente para pessoas com pouca experiência profissional. Se este for o seu caso, não deixe de ler também esses guias abaixo:

 

Dedique um pouco de tempo a se informar mais um pouco sobre o assunto. Afinal, não adianta colocar as atividades complementares no currículo de forma majestosa, se o resto do documento não tem a mesma qualidade. Mas, agora vamos ao guia.

 

1. O que são atividades complementares? Devo colocar elas?

 

Calma. Antes de sair escrevendo no currículo, é vital responder esta pergunta. Se você chegou neste guia, você certamente ouviu alguém falando da importância de colocar atividades complementares no currículo. Bom, respondendo a pergunta:

 

Elas são atividades que você desenvolve fora da profissão ou da educação

 

Essas atividades variam. Elas podem ser trabalhos voluntários, hobbies ou algum esporte que você pratica. Mas, aí vem a grande pergunta: eu devo colocar isso no currículo? Afinal, será que elas agregam algo ao meu perfil profissional? Veja a seguinte resposta:

 

Coloque atividades complementares se você tem pouca experiência profissional

 

Neste caso, é importante destacar qualquer coisa que tenha te ajudado a praticar habilidades relevantes. Se você quer colocar isso no currículo, veja uma lista do Instituto Brasileiro de Coaching de atividades complementares que recrutadores valorizam:

Dica valiosa: ainda está na faculdade? Aproveita que ainda dá tempo de fazer várias atividades para turbinar o currículo na hora de conseguir o primeiro emprego.

Só que existe algo muito importante para pensar aqui. O recrutador odeia quando um candidato compartilhada coisa irrelevante. Isso faz com que ele jogue o currículo fora em menos de 10 segundos. Sério. Para evitar isso, mantenha uma dica em mente:

 

Apenas coloque alguma atividade que seja pertinente para a vaga

 

Agora que você sabe o que são atividades complementares no currículo e se você deve incluir elas no seu documento, está na hora de ver como exatamente colocar essa informação no seu currículo profissional.

 

Para ver o que mais botar no currículo, leia o guia O que colocar no currículo

 

2. Como colocar atividades complementares no currículo

 

É inútil ter sido assistente de palco do Michael Jackson, ajudante do Papa e recepcionista da casa Branca se você não sabe como colocar isso no currículo. Para impedir que a suas atividades não sejam jogadas fora, começamos pelo básico:

 

Coloque as atividades complementares na seção de informações adicionais

 

Para colocar alguma atividade complementar no currículo, basta colocar o nome da atividade, seguido da data de início e de conclusão. Se você teve alguma conquista relevante nesta oportunidade, mencione isso com bullet points. Veja abaixo:

 

Exemplo: como colocar atividades complementares no currículo

 

Informações adicionais

  • Intercâmbio cultural em Nova Iorque (junho de 2017 até dezembro de 2017);
  • Técnico do time de futebol amador X (janeiro de 2015 - dezembro de 2016)

 

Mas, vale salientar que o grande objetivo de desenvolver atividades complementares é adquirir e praticar novas habilidades que podem te ajudar a conseguir um emprego. Por isso, é fundamental que você também mencione elas em outra parte do currículo:

 

Na sua seção de habilidades, mencione as competências que você desenvolveu

 

Exemplo: mencionando as habilidades adquiridas

 

  • Liderança, adquirida após liderar o tipo de futebol amador X;
  • Empatia, adquirida após fazer um intercâmbio cultural;

Dica valiosa: O tamanho ideal do currículo é de apenas uma página. Então, não exagere. O ideal é colocar até 6 itens em cada seção. Leia Habilidades no currículo.

Pronto, agora você sabe exatamente como colocar atividades complementares no currículo. Mas, tão importante quanto saber o que fazer, é saber o que NÃO fazer. No próximo tópico, você verá exemplos daquilo que você NÃO deve colocar como atividades complementares.

 

Para ler mais sobre o assunto, leia o guia Informações adicionais no currículo

 

3. Atividades complementares no currículo: o que não colocar

 

Pode ser que você já tenha feito muita coisa impressionante na sua vida. Normalmente, o recrutador fica feliz em ouvir isso, mas existem algumas atividades que podem ser consideradas controversas e, consequentemente, elas podem fechar portas. Por exemplo:

 

  • Atividade em partido político: a política está entre os assuntos que mais divide opiniões. Se você tiver contribuído para um partido que o recrutador detesta, ele pode ficar de má vontade com você. 

 

  • Atividades religiosas: vivemos em um mundo em que você não irá parar em uma fogueira por causa do seu credo. Mas, infelizmente, pode sofrer algum tipo de preconceito por parte do recrutador. O melhor é evitar. 

 

  • Trabalho em sindicatos: seguindo a mesma lógica dos dois itens anteriores, algumas pessoas podem ver com maus olhos alguém que participa de sindicatos. Por isso, é recomendado evitar mencionar esse tipo de atividade.

 

Talvez isso pareça excesso de cautela. Afinal, é ilegal o recrutador discriminar um candidato, não é? Sim, mas isso não significa que a discriminação não ocorre. De acordo com uma pesquisa de 2019 da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial:

 

36% dos trabalhadores sofrem bullying por política

 

Por isso, é necessário ter bom senso na hora de decidir o que compartilhar no currículo. Evite incluir coisas que podem ser consideradas controversas e que podem fazer o recrutador te olhar com maus olhos. É o melhor para a sua carreira.

Dica valiosa: evite compartilhar postagens demasiadamente políticas ou religiosas nas redes sociais. 38% dos recrutadores analisam a sua presença online antes da oferta.

Com essas informações, você pode determinar o que colocar e o que não botar no seu currículo quando o assunto é atividades complementares. Escolhendo elas bem, elas serão um ótimo complemento para a sua formação acadêmica e experiência profissional.

 

Outro tema controverso é foto no currículo. Para saber mais leia Currículo com foto

 

Revisão: como colocar atividades complementares no currículo

 

Sabemos que a competição no mercado de trabalho pode ser selvagem, mas este tipo de informação no currículo certamente pode te ajudar a conseguir a próxima oportunidade. Para abrir novas portas na sua carreira, é só seguir essas dicas:

 

  1. Separe um espaço na sua seção de informações adicionais;
  2. Liste até 6 atividades complementares nesta seção;
  3. Verifique se elas são relevantes para a vaga;
  4. Tome cuidado para não incluir atividades que podem ser controversas.

 

Depois de fazer isso, você precisa garantir que todas as outras seções do currículo estão perfeitas. Não é fácil, mas nada que vale fazer jamais é. Então, foco na tarefa. Em breve, o currículo em PDF estará pronto para que você o mande por email.

 

Obrigado por ler o meu guia. Agora, eu gostaria de ouvir você:

  • Qual é o maior desafio na hora de colocar atividades complementares no currículo?
  • Qual a sua maior dificuldade?
  • Ainda há alguma dúvida?

 

Deixe um comentário abaixo e vamos conversar!

Avalie meu artigo: atividades complementares curriculo
Média: 5 (1 votos)
Obrigado por votar
Caio Sampaio
Caio é um especialista em carreira e construção de currículos. Ele escreve sobre vários assuntos no mundo do recrutamento. No tempo livre, ele lê livros, assiste filmes, joga vídeo game e mantem-se atualizado sobre o universo laboral. Tendo experiência com teatro, cinema e vídeo games, ele busca usar técnicas dessas indústrias criativas para criar currículos mais interessantes e atraentes.

Artigos Similares