Minha conta
Carta de recomendação para estudar no exterior: modelos

Carta de recomendação para estudar no exterior: modelos

Fazer uma carta de recomendação já é desafiador, mas escrevê-la aos moldes de outro país é um desafio extra. Veja como escrever uma carta de recomendação para estudar no exterior.

Universidades no exterior muitas vezes pedem uma carta de recomendação para se certificarem de que os alunos que estão trazendo são realmente bons.

 

Se você precisa escrever uma carta de recomendação para estudar no exterior, ou procura um modelo, veio ao lugar certo.

 

Abaixo você verá um modelo de carta de recomendação para estudar no exterior pronto, mas também verá diversas dicas e exemplos de como escrever uma carta de recomendação para estudar no exterior.

 

Os exemplos abaixo estão em inglês, mas as dicas são voltadas para qualquer país ou idioma. Eu especifiquei quando a dica é exclusiva para países anglófonos.

 

Você quer fazer uma carta de apresentação perfeita em apenas alguns minutos? Use o nosso gerador de cartas de apresentação. Escolha um dos 18 modelos profissionais de carta de apresentação e adote o mesmo estilo no o seu currículo!

 

Criar minha carta de apresentação agora

 

carta de apresentação

Modelo de carta de apresentação feito com o nosso gerador de cartas de apresentação. Confira mais modelos de cartas de apresentação.

 

Nos artigos abaixo você verá outras dicas específicas para todos os tipos de cartas de recomendação:

 

Modelo de carta de recomendação para estudar no exterior

 

Carlos de Assunção

(99) 99999–9999

carlosdeassuncao@email.com

Rua dos Limoeiros, 435

CEP — Cidade, ES

 

October 1st, 2020

 

Dear Professor Sprout,

 

I am writing this reference letter for Sandra Magalhães, whom I was fortunate enough to have as a student during the whole year of 2019, in the University of Silly Walking, and who I strongly believe is the perfect candidate for your Art History program.

 

Mrs. Magalhães has always demonstrated an exceptional knowledge of history, especially regarding the visual arts. It is also clear to me that she has an extraordinary eye for the artistic field, as I was lucky enough to see for myself in her pieces. I invite you to check her website, as well as read her art history dissertations, attached in the application. 

 

She is also a fluent English speaker fascinated by Australia, and I am sure she will adapt to your country and enjoy her stay. I encourage you to contact me with any questions or concerns.

 

Gratefully,

assinatura

Carlos de Assunção

 

Quer escrever uma carta de recomendação para estudar no exterior parecida com esta? Veja abaixo o passo a passo:

 

O que é uma carta de recomendação para estudar no exterior e por que devemos escrevê-la?

 

Antes de começarmos a escrever uma carta de recomendação para estudar no exterior, precisamos entender para quê ela serve.

 

Uma carta de recomendação para estudar no exterior é um documento cujo objetivo é recomendar o candidato para uma vaga de estudos fora do país. Ela geralmente é escrita por um ex-professor, que aponta as qualidades positivas do candidato com a finalidade de convencer a instituição estrangeira de que o candidato é uma boa escolha para a instituição.

 

Uma carta de apresentação sem um bom currículo não tem chance. Nosso criador de currículos online foi desenvolvido para ajudá-lo a criar seu CV de maneira rápida e fácil. Faça seu curriculum vitae com apenas alguns cliques em um de nossos 18 modelos de currículos para preencher online e baixar em PDF.

 

criador de curriculos online

 

Criar meu currículo agora!

 

Como escrever uma carta de recomendação para estudar no exterior

 

Cada instituição de ensino pode pedir que as cartas de recomendação tenham um formato específico. Inclusive, em muitas você terá que escrever a carta na própria plataforma da instituição, online.

 

Caso não existam diretrizes definidas, use as dicas abaixo para garantir que a sua carta de recomendação para estudar no exterior tenha uma aparência profissional:

 

Formato de carta de recomendação para estudar no exterior

 

  1. Digite a carta no computador para diminuir os riscos de não entenderem sua letra. Além disso, na maioria dos casos a carta será enviado por e-mail ou pelo site da instituição.
  2. Faça a carta de recomendação caber em uma página, sem sobrar muito espaço.
  3. Imprima ou salve em PDF no formato de página mais usado no país (A4 ou US Letter).
  4. Escolha uma fonte como Times New Roman ou Arial, que seja profissional e legível.
  5. Use um tamanho de fonte 11 ou algo próximo a isso.

 

E quanto ao conteúdo da carta de recomendação para estudar no exterior?

 

Conteúdo da carta de recomendação para estudar no exterior

 

Para escrever sua carta, siga o passo a passo abaixo:

 

  1. Comece com um cabeçalho. Nele, inclua:

 

    1. Seu nome completo;
    2. Seu telefone para contato (00+código do país+código da área+número);
    3. Seu e-mail profissional;
    4. Seu endereço, para poderem responder de maneira tradicional por correio, se quiserem.

 

Confira o formato do endereço usado no país para o qual você está escrevendo.

 

Pule uma linha.

 

  1. Inclua, abaixo do cabeçalho, a data de hoje. Pesquise qual é o formato de data mais comum no país para o qual você escreve, mas evite formatos que possam ser confusos em relação ao mês e dia, como 03/04/2020.

 

Os formatos abaixo serão de fácil compreensão em qualquer país em que se fala inglês:

 

  • September 25 2020
  • 25 September 2020
  • 25th of September, 2020

 

Pule uma linha.

 

  1. Abaixo da data, formatado à esquerda, inclua o chamado “vocativo”, seguido de uma vírgula. O vocativo é uma maneira de deixar o leitor saber que a carta foi feita para ele. O famoso “prezado senhor” ou “a quem possa interessar”.

 

Veja alguns exemplos em inglês:

 

  • To whom it may concern,
  • Dear Sir or Madam,
  • Dear Mr. Smith,

 

Das opções acima, a terceira é a melhor. Por quê? Porque ela chama o leitor pelo nome, o que faz com que ele, inconscientemente, preste mais atenção e valorize mais a carta. Sempre que for possível, descubra o nome de quem vai ler.

 

Pule uma linha.

 

  1. Escreva o corpo da carta. Na próxima seção você verá como escrever uma carta de recomendação para estudar no exterior perfeita.

Dica valiosa: evite chamar o recomendado pelo primeiro nome na carta de recomendação para estudar fora, já que em outros países esta prática é menos comum.

Pule uma linha.

 

  1. Abaixo do corpo da carta, escreva o encerramento, ou complimentary close, em inglês. É o famoso “atenciosamente”, ou “até mais”. Boas opções para fechar em inglês são:

 

  • Yours truly,
  • Sincerely,
  • Gratefully,
  • Best regards,

 

Lembre-se de terminar com uma vírgula ao lado do encerramento.

 

  1. Logo abaixo do encerramento vem a assinatura. Você pode incluir uma assinatura digital, ou pode assinar a mão, caso imprima o documento. É sempre uma boa ideia incluir seu nome escrito por extenso abaixo da assinatura.

 

Ou seja, o final da carta, incluindo o encerramento e a assinatura, ficará assim:

 

Yours truly,

Assinatura

Nome completo

 

E quanto ao corpo da carta? O que escrever? Vamos ver abaixo:

 

Corpo da carta de recomendação para estudar fora

 

Ao escrever uma carta de recomendação para estudar no exterior, há um ponto que você deve ter em mente o tempo todo:

 

O objetivo da carta é mostrar que aquele candidato específico é a opção perfeita para aquela instituição específica.

Dica valiosa: peça para ler os requerimentos da aplicação, e a descrição da vaga de estudos. Entenda o que a instituição está buscando e destaque essas qualidades do candidato.

Tendo isso em mente, veja abaixo um passo a passo de como escrever a carta:

 

  1. Não escreva um grande bloco de texto. Divida a mensagem em parágrafos, cada um deles com uma ideia central. O ideal é que sua carta de recomendação para estudar fora tenha cerca de três parágrafos.
  2. Ao escrever uma carta formal em inglês, não use contractions. Por exemplo, sempre escreva I do not ao invés de I don’t.
  3. Deixe claro, logo no primeiro parágrafo:
    • Como você conheceu o candidato;
    • Sua posição em relação ao candidato na época (por exemplo, ex-professor);
    • Quando e por quanto tempo tiveram essa relação hierárquica;
  4. Descreva os pontos fortes do candidato, sempre tendo em consideração as qualidades que a instituição está buscando. Esta é a parte mais importante da carta.
  5. Termine a carta de maneira educada deixando-se a disposição para responder perguntas. Por exemplo: I encourage you to contact me with any questions or concerns.
  6. Ao incluir números no texto, certifique-se de que está usando os separadores de milhares e de decimais utilizados no país;
  7. Inclua qualquer informação específica que a instituição peça para que seja colocada na carta de recomendação.

Dica valiosa: dependendo do país e da instituição acadêmica, mencionar detalhes como etnia e classe social do candidato pode ter efeito positivo ou negativo na contratação. Pesquise sobre a instituição para decidir se estes fatores devem ser mencionados.

Após terminar de escrever uma carta de recomendação para estudos no exterior em outro idioma, faça uma verificação bem detalhada da ortografia para certificar-se de que não há erros.

 

E para finalizar, te deixarei com uma última dica:

 

Uma maneira popular de se conseguir estudar fora é conseguindo um emprego no exterior. Os guias abaixo te ajudarão nessa jornada:

 

Obrigado por ler. Se você tiver algum comentário, dúvida ou sugestão, é só deixar no campo abaixo!

Avalie meu artigo: carta de recomendacao para estudar no exterior
Média: 5 (1 votos)
Obrigado por votar
Bruno Bertachini
Bruno é um especialista em carreira da Zety comprometido em oferecer conselhos ocupacionais que agreguem valor a profissionais em todas as etapas de suas jornadas.

Artigos Similares