Currículo de fisioterapeuta: modelo e exemplo + como montar

Currículo de fisioterapeuta: modelo e exemplo + como montar

Ajudar pacientes lesionados é fácil para você, mas você não é escritor. Montar um currículo de fisioterapeuta pode ser difícil, mas estamos aqui para te ajudar.

Toda a sua carreira se baseia em apoiar os outros quando eles mais precisam. Mas, agora que você precisa tem que fazer um currículo para o próximo emprego, parece que não há ninguém para te apoiar. Não se preocupe. Isso muda agora.

 

Nos próximos 5 minutos, você receberá todo o apoio necessário para aprender como montar o currículo de fisioterapeuta perfeito.

 

No fim deste guia, você saberá exatamente como escrever um currículo de fisioterapeuta de loja tão bom quanto esse abaixo.

 

Quer poupar tempo e fazer o seu currículo em 5 minutos? Experimente o nosso gerador de currículos online. Ele é rápido, fácil, conveniente e 100% personalizável. Escolha dentre 18 modelos de currículos profissionais para preencher.

 

modelo de curriculo

Modelo de currículo criado pelo nosso gerador de currículos. Descubra nosso criador de currículos.

Um dos nossos usuários, Nicolas, teve isso a dizer:

 

“Eu estava tendo dificuldade em deixar o meu currículo com apenas 1 página e em o deixar com uma aparência profissional. O gerador de currículos da Zety me ajudou muito!”

 

Criar o meu currículo agora

  

Modelo de currículo para fisioterapeuta (Versão em texto)

 

Fernando Neto da Silveira

fernando.neto.silveira@email.com.br

(XX) 99999-9999

linkedin.com/in/fnetosilveira

 

Fisioterapeuta apaixonado por crianças e recém-formado na Universidade X. Ao longo dos meus estudos, trabalhei como voluntário na ONG X, auxiliando crianças carentes com deficiências físicas. Ao sair da ONG X, eu recebi um certificado agradecendo pelas minhas contribuições. Busco a oportunidade de combinar o que aprendi na universidade com a minha experiência com crianças na ONG X na Clínica Pediátrica Y.

 

Experiência como voluntário

 

ONG X

  • Cuidador de crianças deficientes
  • Atendi crianças carentes em seus domicílios
  • Auxiliei no processo de adaptação as próteses
  • Acompanhei crianças carentes em suas rotinas diárias

Principal conquista

  • Aumentei a retenção de crianças no programa em 15%

 

Formação acadêmica

 

Bacharelado em fisioterapia

Universidade X (Janeiro de 2020)

 

  • Me formei com média 9,5
  • Fui oradora da turma
  • O meu TCC foi escolhido para ser apresentando no evento X
  • Meu TCC será publicado como livro

 

Informação adicional

 

  • Inglês intermediário (cursando na Escola X com formatura prevista para 2022);
  • Altamente interessado em literatura e artes.

 

1. Escolha um formato para seu currículo de fisioterapeuta

 

Estruturar o plano de tratamento do seu paciente é fundamental. Também é vital informá-lo sobre o seu plano de uma maneira simples e organizada. Se você não fizer isso, ele vai simplesmente buscar um dos outros 240 mil profissionais no mercado brasileiro

 

A mesma coisa ocorre com o seu currículo. Se você não comunicar as informações dele de maneira simples e organizada, o recrutador vai buscar outra pessoa em menos de 10 segundos. Para que isso não ocorra, siga esses passos:

  • Use uma fonte legível, como Arial, Cambria ou Garamond;
  • Use tamanho 11;
  • Use margens 2,5;
  • Separe as diversas seções do seu currículo deixando o título delas em negrito e ligeiramente maior do que o resto do texto. Tamanho 14 é bom.
  • Comece com a sua conquista mais recente e vá voltando no tempo.
  • Se você tem pouca experiência profissional, coloque a sua educação em primeiro lugar. Se você tem muita experiência, coloque ela em destaque.
  • Limite-se a uma página.
  • No cabeçalho, coloque seu nome, área de especialização, contato e o LinkedIn.
  • Salve seu currículo em PDF.

Dica valiosa: só use um currículo com foto se a vaga pedir por um. As empresas têm medo da lei 9.029/95. Ela diz que um candidato pode processar a empresa caso sinta que não foi admitido por preconceito racial.

Formatando o currículo desta forma, você garante que o recrutador vai ter a boa vontade de ler o restante do documento.

 

Quer ler uma análise mais aprofundada sobre o que colocar no currículo? Leia o guia O que colocar no currículo.

 

2. Crie um objetivo de currículo ou um resumo profissional para o seu currículo para fisioterapeuta

 

Convencer o paciente a fazer um exercício nem sempre é fácil. Alguém que está se recuperando de uma fratura grave na perna pode não gostar muito da ideia de apoiar um pouco de peso nela. É nessa hora que você precisa ser persuasivo.

 

Você precisa fazer o mesmo na hora de escrever o pequeno texto que inicia o seu currículo. Nele, você precisa convencer o recrutador de que vale a pena ler o resto do documento. Mas, o seu método deve mudar de acordo com a experiência.

 

Escreva um resumo profissional se você tem mais de 2 anos de experiência:

Comece criando um documento com os seus pontos mais fortes;

Escreva um texto com 3 ou 4 que estejam incluídos no anúncio da vaga.

 

Escreva um objetivo de currículo se você tem pouca experiência profissional:

Pense em tudo o que você aprendeu com a sua educação;

Liste as suas habilidades e como você pode contribuir para os pacientes.

 

Se você consegue convencer o paciente a confiar em você, persuadir o recrutador deve ser moleza. Basta seguir a fórmula que você acabou de aprender.

 

Para mais informações sobre como escrever o objetivo do currículo, leia o guia O que colocar no objetivo do currículo.

 

Ao fazer um currículo com o gerador de currículos da Zety, você só precisa arrastar e soltar os elementos que desejar (habilidades, experiências...). Existe até um corretor ortográfico para deixar seu currículo perfeito.

Ao terminar, o gerador de currículos da Zety avaliará o seu currículo e te dirá o que você precisa corrigir para fazer um currículo ainda melhor.

3. Crie uma seção de experiência no currículo para fisiterapeuta

 

Ao longo da sua carreira você fez milagres. Permitiu que pessoas pudessem voltar a andar, trouxe de volta mobilidade para membros que antes estavam imóveis e até controlou doenças degenerativas. Você certamente quer que o recrutador saiba de tudo isso. É só colocar a sua experiência profissional no currículo de fisioterapeuta dessa forma:

  • Em cada experiência, coloque o seu cargo, o nome da clínica ou hospital, as datas de trabalho e 6 bullet points descrevendo as suas conquistas;
  • Comece cada bullet point com um verbo de ação;
  • Na hora de listar as conquistas, use números. 

 

Com um histórico detalhado de todos os milagres que você fez, certamente o recrutador não vai deixar você escapar.

 

Para ler mais sobre como colocar a experiência profissional no currículo para vendedor, leia o guia Como colocar a experiência no currículo.

 

4. Educação no currículo para fisioterapeuta

 

Pense nas palavras do especialista Nuno Cobra no livro A semente da vitória. De nada adianta ter excelência física se a mente não está no mesmo patamar. Isso não vale apenas para o cliente, mas para o fisioterapeuta também. Para mostrar ao recrutador que o seu cérebro está afiado, impressione com a sua educação ao listar o seguinte:

  • Nome do curso e do grau conferido;
  • Nome da instituição;
  • Data de conclusão;
  • Data de início;
  • Caso você tenha pouca experiência profissional, você precisa enfatizar ao máximo o seu ponto mais forte: a educação. Por isso, escreva um pouco mais.
  • Carga horária;
  • Notas (caso elas sejam MUITO altas);
  • Matérias relevantes;
  • Matérias optativas;
  • Trabalho de conclusão de curso.

Dica valiosa: caso você ainda esteja cursando a faculdade, resista a tentação de migrar para um curso à distância para pagar menos na mensalidade. Há uma pressão para encerrar este tipo de ensino na área da saúde e você pode acabar com um diploma desvalorizado ou invalidado dentro de alguns anos.

Simples e indolor. Essas são duas palavras que descrevem um bom tratamento na fisioterapia. Elas também descrevem a sua facilidade para colocar a educação no seu currículo de fisioterapeuta.

 

Mantenha em mente que você também pode colocar no currículo artístico cursos em andamento. Para aprender como, leia o guia Como colocar cursos em andamento no currículo.

 

5. Destaque habilidades no currículo de fisioterapeuta que provam o seu valor

 

Ter empatia pelo paciente é fundamental na fisioterapia. Na hora de conseguir um emprego, também é importante ter empatia pelo recrutador para saber o que ele busca. Quer uma dica? Ele quer mesmo é saber do que você consegue fazer: as sua habilidades. Para colocar suas habilidades no currículo de fisioterapeuta, faça o seguinte:

  • Crie uma lista de todas as habilidades que você possui. Isso inclui habilidade técnicas, soft skills e hard skills;
  • Veja quais são mencionadas na descrição da vaga. Liste elas no seu currículo.
  • Mencione também as suas habilidades nas outras seções do currículo.

Dica valiosa: de acordo com um estudo da Universidade de Oxford, o fisiterapeuta é uma profissão praticamente impossível de ser automatizada Mas, não relaxe. Para manter-se na frente dos concorrentes humanos, busque cursos online em Coursera e Edx

Desta forma, o recrutador vai pensar “esse candidato entende o que eu busco,” da mesma forma que o seu cliente também pensa isso quando você propõem um plano de tratamento.

 

Se você quiser uma análise aprofundada de como colocar as suas habilidades no currículo para vendedor de loja, leia o nosso guia Competências e habilidades no currículo.

 

6. Seções adicionais podem fazer a diferença no seu currículo para vendedor

 

Está crescendo muito! Esta é a boa notícia que sobre o mercado para fisioterapeutas no Brasil. Na verdade, todas as áreas da saúde estão em ascensão no país. Para conseguir aproveitar bem essas oportunidades, é necessário mostrar o seu diferencial em relação aos demais candidatos. Faça isso colocando algumas seções extras no currículo:

Dica valiosa: a fisioterapia está em constante evolução, por isso é fundamental participar de palestras e workshops para manter o conhecimento e o currículo atualizado.

Mas, tenha cuidado. Não repita o que já foi dito anteriormente. Repetição pode ser boa na hora de um exercício, mas não fica bem no currículo.

 

Para uma análise mais aprofundada de como colocar seções extras no currículo, leia o nosso guia Como colocar informações adicionais no currículo.

 

O que poderia ser melhor que uma carta de apresentação que combina perfeitamente com seu currículo? Você pode criar sua carta de apresentação online aqui, usando o mesmo modelo do seu currículo. Os seus documentos podem ter esta aparência:

 

modelo de carta de apresentação

Veja mais modelos de cartas de apresentação e comece a escrever a sua

7. Inclua uma carta de apresentação no seu currículo para fisioterapeuta

 

Estabelecer um vínculo de confiança com o seu paciente é fundamental para o sucesso da fisioterapia. O mesmo ocorre na hora do processo seletivo. Um bom jeito de começar a construir a confiança com o recrutador é escrevendo uma carta de apresentação. 

 

Ela é um documento no qual você se apresenta de uma forma mais pessoal. Para escrever, siga essas dicas:

  • Se possível, use o mesmo formato usado no currículo;
  • Personalize o texto para a vaga pretendida;
  • Três parágrafos é o tamanho recomendado para uma carta de apresentação;
  • No primeiro parágrafo, aprensente-se para o recrutador. No segundo, reconheça as necessidades da empresa e como você pretende supri-las. No terceiro, encerre com um call to action.

 

Certamente escrever a carta de apresentação será mais fácil do que fazer a sua dissertação da faculdade.

 

Se você quiser aprender mais sobre a arte de escrever uma boa carta de apresentação, leia o guia Como fazer uma carta de apresentação para emprego

 

Agora é só mandar o currículo por email e fazer aquilo que você faz de melhor: ajudar as outras pessoas a viverem melhor.

 

Caso tenha alguma dúvida, deixe seu comentário na seção abaixo!

Avalie meu artigo: curriculo fisioterapeuta
Média: 4 (1 votos)
Obrigado por votar
Caio Sampaio
Caio é um especialista em carreira e construção de currículos. Ele escreve sobre vários assuntos no mundo do recrutamento. No tempo livre, ele lê livros, assiste filmes, joga vídeo game e mantem-se atualizado sobre o universo laboral. Tendo experiência com teatro, cinema e vídeo games, ele busca usar técnicas dessas indústrias criativas para criar currículos mais interessantes e atraentes.

Artigos Similares