Minha conta
18 modelos de currículo médico para download + como fazer um

18 modelos de currículo médico para download + como fazer um

Você se formou em um dos cursos mais difíceis. Você já salvou vidas. Mas,tem uma coisa que ainda precisa aprender: como fazer um modelo de currículo médico.

Você está acostumado com pressão. Na sua profissão, um erro pode custar a vida de um paciente. Na hora de fazer um currículo, um erro pode custar o seu futuro profissional.

 

Você passou 6 anos aprendendo como tratar todo o tipo de doença e lesão. Nos próximos 5 minutos, você aprenderá como fazer o currículo médico que vai te colocar dentro de um hospital fazendo o que você faz de melhor: salvar vidas.

 

Neste guia, você verá como fazer um currículo médico tão bom quanto esse abaixo. 

 

Quer poupar tempo e fazer o seu currículo em 5 minutos? Experimente o nosso gerador de currículos online. Ele é rápido, fácil, conveniente e 100% personalizável. Escolha dentre 18 modelos de currículo médico profissionais para preencher.

 

modelo de curriculo

Modelo de currículo criado pelo nosso gerador de currículos. Descubra nosso criador de currículos médicos.

Um dos nossos usuários, Nicolas, teve isso a dizer:

 

“Eu estava tendo dificuldade em deixar o meu currículo com apenas 1 página e em o deixar com uma aparência profissional. O gerador de currículos da Zety me ajudou muito!”

 

Criar o meu currículo médico agora

 

Modelo de currículo médico

 

Marcelo Lima

marcelo_lima@email.com.br

(XX)99999-9999

linkedin.com/in/marcelolima

CRM: xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Formado em medicina pela Universidade X com média 9.2. Trabalhei como voluntário por 2 anos ajudando em uma casa de repouso para idosos. Após sair, fui premiado pelas minhas contribuições. Tendo desenvolvido alta empatia e fortes habilidades de comunicação, eu busco a oportunidade de combinar o que aprendi na faculdade com o que desenvolvi na casa de repouso, para proporcionar um atendimento único aos clientes da Clínica X.

 

Formação acadêmica

 

Bacharelado em medicina

Universidade X (formado em janeiro de 2020)

  • Fui orador da turma;
  • Consegui nota 10 na pesquisa do meu TCC;
  • Meu TCC será publicado como livro;
  • Cursei uma disciplina de robótica a inteligência artificial.

 

Experiência como voluntário

 

Auxiliar médico

Casa de repouso X (de junho de 2017 até junho de 2019)

  • Auxiliei a equipe médica no tratamento de idosos;
  • Acompanhei o desenvolvimento de seus casos;
  • Criei relatórios para a equipe médica;
  • Fui premiado ao deixar a casa de repouso por minhas contribuições.

 

Habilidades

 

  • Empatia, adquirida após trabalhar com idosos;
  • Receptividade ao feedback, adquirida após ser orientado pela equipe médica;
  • Inteligência artificial, adquirida ao fazer um curso sobre o assunto na Universidade X
  • Comunicação, adquirida após fazer palestras sobre o meu TCC;
  • Organização e gestão de tempo, adquirida após documentar os casos dos idosos.

 

Informações adicionais

 

  • Inglês fluente (com certificação internacional de Cambridge);
  • Altamente interessado em tecnologia;
  • Autodidata em terapia musical;
  • Altamente interessado em psicologia.

 

Veja também como fazer currículos e cartas de apresentação de outras áreas da saúde:

 

1. Escolha um formato para seu currículo médico

 

Receitar remédios faz parte da sua rotina. Normalmente, só o pessoal da farmácia consegue decifrar a sua letra. Mas, na hora de fazer um currículo médico, você precisa ser um pouco mais organizado do que isso.

 

O recrutador descarta um currículo em menos de 10 segundos. Um motivos comum é justamente um currículo de médio desorganizado. Você vai aprender como evitar isso.

 

Formatando o currículo médico

 

  • Use uma fonte legível, como Arial, Cambria ou Garamond;
  • Use tamanho 11;
  • Use margens 2,5;
  • Separe as diversas seções do seu currículo deixando o título delas em negrito e ligeiramente maior do que o resto do texto. Tamanho 14 é bom.

 

Dicas extras para formatar o currículo médico

 

  • Comece com a sua conquista mais recente e vá voltando no tempo.
  • Se você achar que a sua educação é mais relevante que a sua experiência, coloque-a em primeiro plano.
  • Limite-se a uma página.
  • No cabeçalho, coloque seu nome, vaga desejada, CRM e informação para contato, incluindo o se LinkedIn. Só inclua pretensão salarial se for pedido.
  • Salve seu currículo em PDF, mas também tenha o currículo em Word (doc).

Dica valiosa: se você optar por colocar algum gráfico no seu currículo médico, use a cor verde. Ela é associada com saúde e vida.

Prontinho. Formatar o currículo médico é mais fácil que tratar virose.

 

Quer ler uma análise mais aprofundada sobre o que colocar no currículo médico? Leia o guia O que colocar no currículo.

 

2. Crie um objetivo de currículo ou um resumo profissional para o seu currículo médico

 

Realizar uma incisão é o primeiro passo da cirurgia. Apesar de ser um procedimento simples, fazer ele direito é fundamental para o sucesso da operação. Da mesma forma, começar bem o currículo é vital para as suas chances de conseguir a vaga.

 

Todo currículo médico começa com um pequeno texto no qual você se apresenta para o recrutador. Mas, assim como a abordagem no tratamento de um paciente deve mudar de acordo com o histórico médico dele, a forma como você escreve o seu texto também deve mudar conforme o seu histórico.

 

Escreva um resumo profissional se você tem mais de 2 anos de experiência:

  • Comece criando um documento com os seus pontos mais fortes;
  • Escreva um texto com 3 ou 4 que estejam incluídos no anúncio da vaga.

 

Escreva um objetivo de currículo se você tem pouca experiência profissional:

  • Pense em tudo o que você aprendeu com a sua educação;
  • Liste as suas habilidades e como você pode contribuir para a clínica ou hospital.

Dica valiosa: a bula do remédio é enorme, mas este texto não precisa ser. 3 ou 4 frases já são o bastante.

Desta forma, o eletrocardiograma da sua chance de conseguir a vaga não vai acabar em uma linha reta.

 

Para mais informações sobre como escrever o objetivo do currículo, leia o guia O que colocar no objetivo do currículo.

 

Ao fazer um currículo com o gerador de currículos da Zety, você só precisa arrastar e soltar os elementos que desejar (habilidades, experiências...). Existe até um corretor ortográfico para deixar seu currículo perfeito.

Ao terminar, o gerador de currículos da Zety avaliará o seu currículo e te dirá o que você precisa corrigir para fazer um currículo ainda melhor.

3. Crie uma seção de experiência no currículo médico

 

É sempre frustrante. Não importa quanta experiência você tenha, sempre há aquele amigo zé ruela ou o tiozão da família que acha que sabe mais do que você. Para convencer-los, você usa as suas credenciais. 

 

Faça o mesmo no currículo para convencer o recrutador de que você é o médico certo para vaga, ao colocar o seguinte:

  • Em cada experiência, coloque o seu cargo, o nome da empresa, as datas de trabalho e 6 bullet points descrevendo as suas conquistas;
  • Na hora de listar as conquistas, tente focar em coisas que são quantificáveis.

 

Mas, e se você for um recém-formado? Acalme-se.

 

O que colocar no currículo se tem pouca experiência

 

  • Internato;
  • Residência;
  • Trabalho voluntário.

Dica valiosa: outra forma de ganhar experiência relevante de forma rápida é participar de testes clínicos.

Detalhando a sua experiência dessa forma, talvez você consiga calar até o tiozão da família. Só talvez… mas certamente vai impressionar o recrutador.

 

Para ler mais sobre como colocar a experiência profissional no currículo artístico, leia o guia Como colocar a experiência no currículo.

 

5. Educação no currículo médico

 

Comemore. Você conseguiu se graduar em um dos cursos mais disputados do Brasil. Poucos entram. Menos ainda terminam o curso. Mas, ter o diploma na parede não adianta nada, se você não falar sobre a sua educação do jeito certo. Basta colocar o seguinte:

  • Nome do curso e do grau conferido;
  • Nome da instituição;
  • Data de conclusão;
  • Data de início;

 

Caso você tenha pouca experiência profissional, você precisa enfatizar ao máximo o seu ponto mais forte: a educação. Por isso, escreva um pouco mais.

  • Carga horária;
  • Notas (caso elas sejam MUITO altas);
  • Matérias relevantes;
  • Matérias optativas;
  • Trabalho de conclusão de curso.

 

Dica valiosa: muitos médicos brasileiros estão validando os diplomas deles para Portugal. Se você almeja uma carreira internacional, este país é uma boa alternativa. O primeiro passo, é conseguir uma Apostila de Haia para o seu diploma.

 

Descrevendo sua educação desta forma, é só uma questão de tempo até o seu diploma sair da parede do seu quarto e para na parede de uma clínica.

 

Mantenha em mente que você também pode colocar no currículo médico cursos em andamento. Para aprender como, leia o guia Como colocar cursos em andamento no currículo.

 

6. Destaque habilidades no currículo médico que provam o seu valor

 

Esteja seguro de que é importante falar sobre todos os milagres que você pode operar com as suas habilidades técnicas. Mas, como médico, você trabalha com pessoas, por isso, habilidades pessoais são vitais também. É importante falar sobre ambas as coisas. Para fazer isso, siga esses passo:

  • Crie uma lista de todas as habilidades que você possui. Isso inclui habilidade técnicas, soft skills e hard skills;
  • Veja quais são mencionadas na descrição da vaga. Liste 5 ou 6 no seu currículo;
  • Ao lado da habilidade, diga como você a adquiriu;
  • Mencione também as suas habilidades nas outras seções do currículo.

Dica valiosa: a medicina está cada vez mais integrando-se a robótica. O Brasil é o país da América Latina que mais faz cirurgias robóticas. Estude o assunto em sites como Coursera e Edx, ou fazendo um curso técnico em instituições como o SENAC.

 

Mais fácil do que dar injeção em criança, não é? Okay, esse procedimento nem sempre é tão simples assim, mas colocar as suas habilidades no currículo certamente é!

 

Quer ver uma lista de habilidades que estão em alta demanda no mercado? Leia o nosso guia Competências e habilidades no currículo.

 

7. Seções adicionais fazem a diferença no currículo médico

 

O número de médicos no Brasil cresceu em 600% nas últimas 5 décadas. Com uma competição maior do que a fila do SUS, você precisa se destacar na multidão. Para fazer isso, coloque algumas sessões extras no seu currículo médico:

Dica valiosa: lembre-se que o currículo deve ter apenas 1 página. Por isso, não exagere. Se sentir que precisa compartilhar mais informações, coloque elas no seu LinkedIn.

“Esse é o cara que eu quero do meu lado se um dia eu me quebrar todo.” É isso que o recrutador vai pensar quando você provar para ele que você não é só mais um na multidão.

 

Para uma análise mais aprofundada de como colocar seções extras no currículo, leia o nosso guia Como colocar informações adicionais no currículo.

 

8. Inclua uma carta de apresentação no seu currículo médico

 

Escrever talvez não seja o seu forte. Afinal, talvez você não pretenda virar um médico autor de um best seller como Drauzio Varella. Mas, está na hora de deixar o estetoscópio de lado e pegar uma caneta (virtual, é claro) para escrever uma carta de apresentação.

 

Ela é um documento no qual você se apresenta para o recrutador. Escreva o seguinte:

  • Se possível, use o mesmo formato usado no currículo;
  • Personalize o texto para a vaga pretendida;
  • Três parágrafos é o tamanho recomendado para uma carta de apresentação;
  • No primeiro parágrafo, aprensente-se para o recrutador. No segundo, reconheça as necessidades da empresa e como você pretende supri-las. No terceiro, encerre com um call to action.

Dica valiosa: evite usar termos complexos que podem dificultar a leitura do texto. O foco aqui é mostrar o seu valor como médico, não o tamanho do seu vocabulário.

Tenha certeza de uma coisa. Ao ler a sua carta de apresentação, o recrutador vai ter uma boa variação na resposta galvânica da pele, ou biofeedback, se você quer falar chique.

 

Se você quiser aprender mais sobre a arte de escrever uma boa carta de apresentação, leia o guia Como fazer uma carta de apresentação para emprego

 

O que poderia ser melhor que uma carta de apresentação que combina perfeitamente com seu currículo? Você pode criar sua carta de apresentação online aqui, usando o mesmo modelo do seu currículo. Os seus documentos podem ter esta aparência:

 

modelo de carta de apresentação

Veja mais modelos de cartas de apresentação e comece a escrever a sua

9. Inspiração extra para fazer o currículo médico

 

Depois de ver todas essas dicas, talvez você ainda queira um pouco de inspiração para criar o seu currículo médico. Sem problemas. Toda operação de sucesso precisa ser planejada com cuidado.

 

Uma boa alternativa é consultar o currículo de outros médicos. Tem alguém que você admira? Felizmente, o currículo médico é de domínio público. Basta saber onde procurar.

  • Vá no site do Conselho Regional de Medicina do seu estado e busque o currículo de um médico usando o CRM dele.
  • Se ele for um acadêmico, você pode entrar na plataforma Lattes e buscar as pesquisas que ele fez.
  • Outra alternativa é o Researchgate e o Google Scholar.

Dica valiosa: caso você tenha alguma pesquisa relevante, vale criar um perfil na plataforma Lattes. Esta é outra forma de comprovar a qualidade dos seus estudos.

Depois de passar tanto tempo se preparando para salvar a vida dos outros, agora você sabe como criar o currículo médico que vai salvar a sua vida profissional.

 

Caso tenha alguma dúvida, deixe seu comentário na seção abaixo!

Avalie meu artigo: curriculo medico
Média: 5 (2 votos)
Obrigado por votar
Caio Sampaio
Caio é um especialista em carreira e construção de currículos. Ele escreve sobre vários assuntos no mundo do recrutamento. No tempo livre, ele lê livros, assiste filmes, joga vídeo game e mantem-se atualizado sobre o universo laboral. Tendo experiência com teatro, cinema e vídeo games, ele busca usar técnicas dessas indústrias criativas para criar currículos mais interessantes e atraentes.

Artigos Similares