Minha conta
Modelo de currículo de estudante: como fazer seu CV perfeito

Modelo de currículo de estudante: como fazer seu CV perfeito

O que estudantes de arquitetura, direito, farmácia e pedagogia têm em comum? Todos sonham em entrar no mercado de trabalho. Para isso, faça um currículo de estudante nota 10!

Escrever “estudante” no campo de “profissão” em todos os formulários que você preenche está ficando chato, não é mesmo? Antes de mudar isso, você precisa de um bom currículo de estudante.

 

Para os recrutadores, a experiência de trabalho é a parte mais importante de um currículo. Então como ganhar essa experiência se ela é o fator principal na hora de ser contratado?

 

A solução é criar um curriculum vitae que foque em coisas diferentes de um currículo de alguém que já tem uma carreira avançada.

 

Mas não se preocupe, vamos fazer passo a passo do seu curriculum vitae de estudante juntos.

 

Na aula de hoje, veremos um modelo de currículo de estudante e vamos aprender, de maneira detalhada, como fazer um currículo para estudantes que te fará conseguir mais entrevistas que qualquer outro.

 

Quer poupar tempo e fazer o seu currículo em 5 minutos? Experimente o nosso gerador de currículos online. Ele é rápido, fácil, conveniente e 100% personalizável. Escolha dentre 18 modelos de currículos profissionais para preencher.

 

modelo de curriculo

Modelo de currículo criado pelo nosso gerador de currículos. Descubra nosso criador de currículos.

Um dos nossos usuários, Nicolas, teve isso a dizer:

 

“Eu estava tendo dificuldade em deixar o meu currículo com apenas 1 página e em o deixar com uma aparência profissional. O gerador de currículos da Zety me ajudou muito!”

 

Criar o meu currículo agora

 

Nesse guia assumiremos que você é um estudante com nenhuma ou pouca experiência de trabalho na área desejada. Caso seja um profissional experiente que está estudando, os artigos abaixo podem lhe ser úteis:

 

Caso tenha uma profissão em mente, os artigos abaixo também podem te ajudar:

 

Veja um exemplo de um currículo de uma estudante:

 

Modelo de currículo para estudante — exemplo: arquitetura

 

Lúcia S. Miranda

Arquiteta

(99) 99999-9999

lucia.miranda@email.com.br

linkedin.com/in/luciasmiranda

 

Objetivo do currículo

 

Estudante de arquitetura comunicativa, organizada e proativa, e apaixonada por projetos, venho aprendendo a fazer designs na faculdade e no estágio (no qual fui avaliada com nota máxima no primeiro semestre). Adoraria ter a oportunidade de usar as habilidades que venho desenvolvendo como projetista na Quintella Arquitetura.



Formação acadêmica

 

Bacharelado — Arquitetura e Urbanismo

Universidade Federal do Rio de Janeiro — Rio de Janeiro, RJ

Representante de classe

Conclusão prevista: 2021

Duração: 10 semestres

Trabalho de conclusão de curso em andamento: Nova arquitetura hostil no centro histórico do Rio de Janeiro.

Matérias optativas: Inglês, Finanças.

 

Curso extracurricular — Design de Interiores

SENAC

Completado: 2019

 

Colegial

Escola Nova de Niterói — Niterói, RJ

Conclusão: 2017

 

Experiência

 

Estágio

AMG Arquitetura e Construção

2019 — presente

  • Avaliada com nota máxima pelos sócios.

 

Softwares

 

  • Microsoft Excel;
  • Microsoft Word;
  • Outlook;
  • Trello;
  • Revit;
  • SketchUp;
  • AutoCad 2D e 3D;
  • Promob.

 

Outras habilidades

 

  • Inglês avançado;
  • Design de interiores;
  • Levantamento de áreas;
  • Comunicativa;
  • Proativa;
  • Organizada;
  • Focada em resultado.

 

Informações adicionais

 

  • Disponibilidade para começar imediatamente;
  • Participei da semana da arquitetura UFRJ — 2019.

 

É assim que você cria um currículo parecido com o do exemplo acima:

 

1. Estrutura e formatação do seu currículo de estudante

 

Seu currículo deve ser facilmente lido. As dicas abaixo vão te ajudar a formatar o documento de maneira que ele fique agradável e amigável para quem for analisá-lo.

 

Para formatar seu currículo de estudante, siga as dicas abaixo:

  • Divida o documento em seções claras, conforme veremos abaixo;
  • Use uma fonte profissional no currículo e espaçamento de 1,15;
  • Coloque uma foto no currículo apenas se for relevante para a vaga; 
  • Certifique-se de que ambas as margens têm o mesmo tamanho;
  • Crie um cabeçalho com apenas a informação a seguir:

 

É importante que a estrutura do seu currículo siga o formato tradicional, chamado currículo cronológico inverso. Para as vagas em que estudantes costumam se candidatar, os recrutadores geralmente recebem muitos currículos, e eles devem poder localizar o que quiserem avaliar facilmente.

 

Há um fator que faz da estrutura tradicional ainda mais importante: hoje softwares leem seu currículo, detectam palavras-chave (inclusive o título das seções) e muitas vezes fazem uma primeira filtragem. Se inventar demais, você pode ser eliminado por uma máquina nessas vagas de alta procura.

 

Divida seu currículo nas seções abaixo, nessa ordem:

  • Objetivo do currículo;
  • Formação acadêmica;
  • Experiência laboral;
  • Competências;
  • Seções extras;

 

Liste de maneira cronológica inversa os pontos das seções de experiência (se tiver) e de educação. Ou seja, comece pelas experiências mais recentes e vá descendo até as mais antigas.

 

Quer investir um pouco mais de tempo para se certificar de que a formatação do seu currículo está perfeita? Você achará tudo o que precisa no artigo: Como formatar seu currículo.

 

Vamos passar agora por cada seção do seu currículo de estudante, porém não vamos fazê-lo na ordem do documento. Sabe quando você faz uma redação e deixa o título para o final, porque é mais fácil criá-lo depois de escrever todo o texto? Vamos seguir a mesma lógica.

 

Pularemos por enquanto o “objetivo do currículo”, que é a primeira seção do seu curriculum vitae, logo abaixo do cabeçalho. Mas não se preocupe, vamos fazê-la juntos no final.

 

2. Liste sua educação e formação acadêmica

 

A educação é, geralmente, a seção mais importante em um currículo de estudante, principalmente se for o currículo de um estudante universitário.

 

Por não ter uma seção de experiências laborais impressionante — por enquanto — é recomendado preencher bem essa seção, para mostrar que você é dedicado(a), interessado(a) e será um(a) ótimo(a) profissional!

 

O mínimo que deve ser listado em cada estudo é o nome da instituição, a graduação e a data de término. Já que a ideia é detalhar bem essa seção, você também pode colocar coisas como:

  • Data de início;
  • Horas-aula;
  • Notas;
  • Nome de professores;
  • Matérias relevantes;
  • Matérias optativas;
  • Trabalho de graduação;
  • Eventos dos quais você participou;
  • Conquistas relevantes.

 

Mas é importante lembrar-se de colocar apenas o que for relevante para a vaga. O nome do seu professor de biologia no colegial não tem o menor impacto em uma vaga de estagiário em engenharia civil.

 

E sim, pode listar o colegial, principalmente se você não tiver faculdade.

 

Veja um exemplo para clarear as coisas:

 

Exemplo de educação no currículo de estudante

 

Bacharelado — Ciências Econômicas

Universidade Presbiteriana Mackenzie — São Paulo, SP

Conclusão prevista: 2021

Trabalho de Conclusão de Curso (em andamento): Impacto das criptomoedas na microeconomia em momentos de crise econômica.

Matérias Optativas: Tópicos especiais da conjuntura econômica; Tópicos especiais em finanças avançadas

Carga horária: 3.600 horas-aula

 

Curso extracurricular — Matemática

UFSC

Completado: 2018

 

Colegial

Escola Católica de Avaré — Avaré, SP

Conclusão: 2017

 

Trabalhos voluntários e cursos extracurriculares costumam entrar na seção de “informações adicionais”, que você verá mais para baixo, mas em um curriculum vitae de estudante, pode valer a pena listá-las na seção de educação, para torná-la mais robusta.

 

Quer garantir que essa seção está bem feita? Leia o artigo: Como colocar a educação no currículo [+exemplos].

 

Ao fazer um currículo com o gerador de currículos da Zety, você só precisa arrastar e soltar os elementos que desejar (habilidades, experiências...). Existe até um corretor ortográfico para deixar seu currículo perfeito.

Ao terminar, o gerador de currículos da Zety avaliará o seu currículo e te dirá o que você precisa corrigir para fazer um currículo ainda melhor.

3. Liste sua experiência (se tiver)

 

Esta é a maior diferença entre um currículo de um profissional com muita experiência e alguém que está começando. Normalmente, a seção de trabalhos anteriores é a mais importante do currículo. Como já dito, você terá que compensar a falta de uma carreira detalhando bem as outras seções.

Caso você já tenha uma carreira profissional, mesmo que curta, recomendo que você leia nosso guia para saber como listar sua experiência laboral de maneira a destacar o que é relevante para a vaga: Trabalhos anteriores no curriculum vitae.

 

Se for o caso, reflita sobre sua experiência e decida se ela é mais relevante que sua educação. Caso seja, você pode colocá-la acima da formação acadêmica, como segunda seção, ao invés de terceira.

 

4. Listando suas habilidades no currículo de estudante

 

“Habilidades” ou “Competências” é outra seção do currículo que, por ser estudante, você pode detalhar bastante sem medo de tirar a atenção da seção de experiência. Use-a como uma oportunidade para falar um pouco sobre você, mas apenas sobre o que for relevante para a vaga desejada.

 

Crie uma lista das habilidades necessárias para a posição para a qual você está se aplicando. Às vezes esses requerimentos e responsabilidades estão listados na descrição da vaga, às vezes um pouco de pesquisa é necessária.

 

Leia a lista que você criou. Quais dessas habilidades você possui? Essas são as competências que você irá listar. Pontos extras para a Grifinória se você conseguir “provar” que possui uma habilidade, como nos exemplos abaixo:

  • Inglês fluente (nota 116/120 no TOEFL)
  • Proficiente em Libras (certificado pela Prolibras)

Dica valiosa: você pode conseguir diversos certificados online de graça para “tunar” seu currículo. Por exemplo, este certificado de Excel.

Por ser um estudante, é normal que sua seção de habilidades tenha mais qualidades do que conhecimentos técnicos. É o que chamamos de “soft skills”: coisas como proatividade e boa comunicação, ao invés de “hard skills”, como proficiência em um software ou um idioma. Ainda assim, tente listar alguns “hard skills”.

 

Uma boa quantidade de habilidades para um currículo para primeiro emprego de um estudante é cerca de 10 itens. Liste-os com bullet points para torná-los mais agradáveis de ler.

 

Dependendo da área, é possível incluir uma seção só para softwares.

 

Quer ver como fazer uma seção de habilidades para ninguém botar defeitos? Leia o guia: Habilidades e competências no currículo (+ de 40 exemplos).

 

5. Informações adicionais no currículo de estudante

 

No fim do currículo, é possível adicionar todos os tipos de seções que você acredita serem pertinentes para a vaga desejada.

 

Por exemplo, você pode criar seções para:

  • Palestras que você assistiu;
  • Certificados que você possui;
  • Cursos extracurrículares;
  • Prêmios que você ganhou ou concorreu;
  • Projetos paralelos relevantes;
  • Disponibilidades (quando pode começar, horas extras, sábado);
  • Voluntariado;
  • Interesses e passatempos.

 

Se você não tiver muita coisa para colocar, é possível simplesmente fazer uma única seção chamada “informações adicionais” ou “informações complementares” e listar esses itens ali. Porém, por não ter uma seção de experiência recheada, vale a pena tentar preencher ao máximo esse espaço.

 

Faça um brainstorm e pense nas suas conquistas. Pode parecer que você não tem nenhuma, mas vale tudo o que for relevante para a vaga e puder te destacar. Trabalhos na escola ou faculdade que você mandou bem, um projeto que você fez com seus amigos, tudo isso pode entrar.

Dica valiosa: Apenas inclua a disponibilidade se for algo positivo. Se tiver que fazer horários complicados por causa da faculdade, mencione apenas na entrevista. Apenas se candidate a vagas cuja descrição casa com seus horários.

Temos um artigo muito detalhado sobre isso que pode te ajudar: Como colocar informações adicionais no currículo.

 

6. Fazendo o objetivo do currículo de estudante

 

Lembra que a gente pulou a introdução do currículo para fazer no final? Chegou a hora.

 

Vamos fazer um parágrafo de poucas frases para ficar no topo do seu currículo. A ideia é que o recrutador possa ler um resumo do seu currículo caso esteja sem tempo, mas vamos aproveitar para causar uma boa impressão e convencê-lo que seu CV vale a pena ser lido na íntegra.

 

Releia seu currículo e decida quais são os pontos mais importantes. Se ao invés de enviar o CV inteiro, você tivesse que resumir em um parágrafo curto, quais seriam os dados incluídos?

 

Tente pegar um pouco de cada seção, mas não tem importância se uma ficar de fora. Escreva o parágrafo usando essas informações. O modelo abaixo costuma funcionar, mas não se sinta preso a ele:

 

Estudante [qualidade] de [matéria], venho desenvolvendo [conhecimento técnico]. Gostaria de usar esse conhecimento para [maneira como você poderia ajudar a empresa].

 

Para referência, veja o exemplo de currículo de estudante lá em cima.

 

Se quiser mais inspiração, veja diferentes exemplos e aprofunde-se no tema lendo nosso artigo: Como fazer o objetivo do currículo.

 

Se, apesar de ser estudante, você tem uma carreira relevante à vaga, o jogo muda. A sua experiência é que deve ser o foco desse parágrafo. Aprenda a fazer isso no guia: Como fazer um resumo profissional para currículos.

 

Parabéns, seu currículo de estudante está pronto.

 

Agora que você finalizou seu curriculum vitae, leia e releia o documento. Erros de português são o fator número um que fazem recrutadores descartarem currículos. Peça para um parente ou amigo revisar para você, para ter certeza que está perfeito.

 

Salve o currículo em PDF antes de enviá-lo, a não ser que a descrição da vaga peça que seja enviado em outro formato. Mantenha também uma versão editável, caso queira mudar alguma coisa. Nessa fase de estudante as coisas mudam rapidamente.

 

7. Carta de apresentação profissional do currículo

 

A carta de apresenta é um documento enviado com o currículo em que o candidato se apresenta e explica o motivo do contato. Assim como uma matéria optativa enriquece sua graduação, uma carta de apresentação enriquece seu currículo.

 

É mandatório fazê-la? Não. É completamente optativa. A não ser que a descrição da vaga peça para enviá-la.

 

Mas tudo o que te ajudar a conseguir uma entrevista de emprego é valioso nesse momento, e a carta de apresentação só aumenta suas chances (a não ser que a descrição da vaga diga para não enviar o documento).

  

Para fazer uma carta perfeita, leia nosso artigo: Como escrever uma carta de apresentação profissional.

 

O que poderia ser melhor que uma carta de apresentação que combina perfeitamente com seu currículo? Você pode criar sua carta de apresentação online aqui, usando o mesmo modelo do seu currículo. Os seus documentos podem ter esta aparência:

 

modelo de carta de apresentação

Veja mais modelos de cartas de apresentação e comece a escrever a sua

Resumo da matéria—Currículo de estudante

 

Para fazer um currículo de estudante, siga os passos abaixo:

  • Formate seu currículo para que fique legível e profissional;
  • Faça um cabeçalho com ao menos nome, telefone e e-mail;
  • Crie uma seção de formação acadêmica detalhada;
  • Liste sua experiência laboral, se tiver;
  • Faça uma lista com suas competências relevantes para a vaga;
  • Inclua uma ou mais seções adicionais para listar aquilo que falta;
  • Crie uma carta de apresentação para aumentar suas chances.

 

Obrigado por ler! Espero que o artigo tenha sido útil e que você seja chamado para diversas entrevistas em breve!


Tem alguma dúvida? Levante a mão na seção de comentários abaixo!

Avalie meu artigo: curriculo estudante
Média: 5 (2 votos)
Obrigado por votar
Bruno Bertachini
Bruno é um especialista em carreira da Zety comprometido em oferecer conselhos ocupacionais que agreguem valor a profissionais em todas as etapas de suas jornadas.

Artigos Similares