Minha conta
Modelo de currículo de engenheiro (+dicas e exemplos)

Modelo de currículo de engenheiro (+dicas e exemplos)

Mais da metade dos engenheiros não trabalham na sua área de formação. Nesse guia você aprenderá a personalizar seu currículo de engenheiro para a área, vaga e empresa específica.

O mercado de trabalho para engenharia está aquecido. Há milhões de engenheiros formados no Brasil e, mesmo assim, faltam profissionais na área.

 

Apesar disso, engenheiros ainda têm dificuldade para encontrar um emprego nos seus campos de formação, e muitas vezes trabalham em áreas diferentes, como finanças e outras áreas que demandam conhecimento matemático. 

 

E não há nada de errado nisso. Mas, se você está aqui, significa que procura um novo emprego. Não importa o tipo de engenharia em que você se especializou — para conseguir o emprego dos sonhos você vai precisar de uma currículo de engenheiro perfeito.

 

É nisso que vamos te ajudar.

 

Continue lendo para ver um modelo de currículo de engenheiro de produção que funciona em todos os casos, não só quando desprezamos a resistência do ar e assumimos que g = 10 m/s². Ele te fará descolar mais entrevistas que qualquer currículo que você escreveu no passado.

 

Quer poupar tempo e fazer o seu currículo em 5 minutos? Experimente o nosso gerador de currículos online. Ele é rápido, fácil, conveniente e 100% personalizável. Escolha dentre 18 modelos de currículos profissionais para preencher.

 

modelo de curriculo

Modelo de currículo criado pelo nosso gerador de currículos. Descubra nosso criador de currículos.

Um dos nossos usuários, Nicolas, teve isso a dizer:

 

“Eu estava tendo dificuldade em deixar o meu currículo com apenas 1 página e em o deixar com uma aparência profissional. O gerador de currículos da Zety me ajudou muito!”

 

Criar o meu currículo agora

 

Engenheiro civil? Talvez você prefira ler o guia específico para sua profissão:

 

Modelo de currículo para engenheiro de produção

 

Leonardo Rebouças

Supervisor de produção e processos

(99) 99999-9999

leonardo_reboucas@email.com.br

linkedin.com/in/leoreboucas

 

Resumo profissional

 

Líder proativo, sou engenheiro de produção e processos no Carrefour há mais de 5 anos, sem contar estágio. Nesse tempo as vendas do Carrefour aumentaram em mais de 20%, e fui pessoalmente responsável por diminuir o custo do estoque e a margem de erro dos processos em 15% e 10% respectivamente.Adoraria atingir conquistas similares como supervisor de produção da rede Pão de Açúcar.

 

Experiência

 

Engenheiro de produção e processos

Carrefour, São Paulo, SP

2015 — presente

  • Minimizei o custo do estoque em 15%;
  • Implementei e gerenciei os processos de qualidade, diminuindo a margem de erro em 10%;
  • Durante meu tempo na empresa, nosso faturamento aumentou mais de 20%, e minha equipe foi parte fundamental dessa conquista.

 

Estagiário

Carrefour, São Paulo, SP

2013–2014

  • Acompanhei mais de 70 visitas técnicas aos mercados;
  • Reformulei o sistema de cálculo automatizado de gastos em transporte;
  • Criei planilhas, atas, dashboards, e inúmeros relatórios;
  • Fui avaliado com nota máxima pelos meus superiores.

 

Formação acadêmica

 

Master em Administração: Logística e SupplyChain

Faculdade Getúlio Vargas, São Paulo, SP

2018 – 2019

 

Graduação em Engenharia de Produção

Escola Politécnica — USP, São Paulo, SP

2012 – 2016

 

Habilidades

 

  • Profundo conhecimento em:
    • Gestão de estoques;
    • Logística e supply chain;
    • Gestão de transporte, distribuição e armazenagem;
    • Muitos outros reinos do conhecimento que adoraria discutir presencialmente.
  • Especialista em Microsoft Excel (Certificação MOS);
  • Espírito de liderança;
  • Proatividade.

 

Cursos e informações adicionais

 

  • Possuo carteira do CREA;
  • Workshop de Logística Reversa — Professor Carlos Monteiro, 2017;
  • Treinamento de Black Belt em Lean Seis Sigma — Daniel Alves Fraga, 2017.

 

Que empregador não chamaria o candidato acima para uma entrevista? Mas por onde começar a escrever um currículo desses? Vamos ver a seguir:

 

1. Fórmulas para construir e formatar seu currículo

 

Use as dicas abaixo para formatar seu curriculum vitae. Se quiser se aprofundar mais em cada tema, leia nossos guias sobre o assunto.

 

A regra de ouro é só incluir informações relevantes para a vaga. Quando um engenheiro inventou o curriculum vitae, ele já seguiu esse princípio e não gastou espaço do documento falando do seu amplo talento linguístico, já que queria ser contratado para projetar pontes. (O cara era bom, né?)

 

Use a estrutura cronológica inversa para seu currículo de engenheiro. Não importa se a vaga é em uma empresa grande ou pequena, esse é o tipo de CV que os recrutadores estão acostumados a ver. Até máquinas têm facilidade para ler esse formato.

 

Fazer um currículo cronológico inverso é simples. Basta seguir esses dois pontos:

 

  1. O currículo deve ser dividido nas seguintes seções:
    1. Cabeçalho;
    2. Introdução;
    3. Experiência;
    4. Educação;
    5. Habilidades;
    6. Seções extras.
  2. Ao listar a experiência e a educação, comece com o mais recente. Isso, claro, assumindo que suas conquistas mais recentes são as mais importantes da sua carreira. A ideia é fazer o recrutador ler antes o que for mais relevante.

 

Escolha uma fonte profissional e fácil de ler, como Helvetica ou Arial. O tamanho de letra 11 e espaçamento 1,15 funcionam muito bem. Certifique-se de que as margens estão iguais nos dois lados.

 

O cabeçalho deve conter apenas suas informações de contato: nome completo, vaga concorrida, telefone, e-mail, e LinkedIn. Fotos não são bem-vistas em currículos de engenheiros.

 

Após terminar, salve o currículo em PDF. Esse é o melhor formato para enviar para os recrutadores, apesar de que é uma boa ideia manter uma versão do documento em Word com você, para editar quando quiser.

 

Se quiser ler mais sobre a formatação de currículos, leia nosso artigo: Formatando seu currículo.

 

Vamos ver agora seção por seção de um curriculum vitae, mas pulando por enquanto a introdução, porque é mais fácil fazê-la no final:

 

2. Comece pela seção de experiência

 

A seção de experiência pode parecer básica e intuitiva, afinal, é só listar seus trabalhos anteriores, certo?

 

Errado. A seção de experiência pode ser considerada a mais importante do seu currículo, já que é a que os recrutadores olham primeiro, portanto, não economize tempo criando esse capítulo.

 

Liste suas experiências anteriores, começando pela mais recente. Inclua o nome da instituição, a posição, a data de início e a de término. Em cada experiência, inclua mais ou menos 6 responsab… espera. Responsabilidades não. Conquistas. Parece bobeira, mas qual dos exemplos abaixo você contrataria?

 

Exemplo de experiência no currículo de engenheiro eletricista

 

CORRETO

Engenheiro eletricista de obra elétrica e hidráulica

Construtora X

2017–2020

  • Gerenciei com sucesso a instalação elétrica e hidráulica de mais de 20 edifícios;
  • Garanti que estas obras fossem entregues no prazo, nunca tive um atraso;
  • Obtive 95% no controle de qualidade da instalação, 10% mais do que a média anterior a mim.
ERRADO

Engenheiro eletricista de obra elétrica e hidráulica

Construtora X, 2017 – 2020

  • Responsável pelo gerenciamento da parte elétrica e hidráulica de obras;
  • Responsável por controlar prazos das instalações;
  • Responsável por manter a qualidade da parte elétrica.

 

Com certeza o primeiro, certo? Isso porque o primeiro “prova” que o candidato tem o que é preciso para a vaga, enquanto o segundo apenas lista um monte de responsabilidades que o recrutador nem tem como saber se ele fez bem. Para causar esse efeito, siga os três pontos abaixo:

 

Ao fazer a seção de experiência do seu currículo:

  • Liste conquistas, não responsabilidades.
  • Inclua provas numéricas de sucesso.
  • Liste apenas o que for relevante para a vaga.

 

“Mas eu nunca trabalhei antes. E agora?”

 

Você pode criar um currículo para primeiro emprego, focando em coisas diferentes como educação e habilidades. Caso você tenha experiência profissional fora da área de engenharia, vale a pena colocar nessa seção. Dê uma olhada no exemplo abaixo:

 

Exemplo de experiência no currículo de engenharia mecânica (sem experiência na área)

 

CORRETO

Garçonete

Restaurante Engenho Velho

2018–2019

  • Revolucionei o sistema de planilhas de estoque que os donos utilizavam, diminuindo atrasos em 20% e facilitando nosso trabalho;
  • Fechei o caixa no fim do dia cerca de 100 vezes, nunca cometi um erro;
  • Obtive nota 5 de 5 em todas as avaliações semestrais de satisfação dos donos;
  • Cultivei relacionamentos com os clientes, sempre sendo simpática e proativa.
ERRADO

Garçonete

Restaurante Engenho Velho, 2018 – 2019

  • Responsável por limpar e montar as mesas;
  • Responsável por pegar o pedido dos clientes e levar à cozinha;
  • Responsável por fechar o caixa quando necessário.

 

A candidata acima nunca trabalhou como engenheira mecânica, mas escolheu conquistas no bico que fez em um restaurante para mostrar que pode ser uma boa engenheira mecânica — focou em matemática, otimização, e habilidades interpessoais (que são valiosas em qualquer emprego).

 

Vamos ver agora uma outra seção importante para engenheiros: os estudos.

 

Você pode ver mais dicas e exemplos de como colocar os trabalhos anteriores no guia: Como listar a experiência laboral no currículo.

 

Ao fazer um currículo com o gerador de currículos da Zety, você só precisa arrastar e soltar os elementos que desejar (habilidades, experiências...). Existe até um corretor ortográfico para deixar seu currículo perfeito.

Ao terminar, o gerador de currículos da Zety avaliará o seu currículo e te dirá o que você precisa corrigir para fazer um currículo ainda melhor.

3. Inclua sua educação (não é tão simples quanto parece)

 

Engenharia é uma área em que os empregadores se importam bastante com a qualidade da formação acadêmica dos empregados. Apesar disso, pode não valer a pena ocupar muito espaço no currículo com detalhes sobre sua educação se, por exemplo, você já tiver bastante experiência de trabalho.

 

O ideal é que sua experiência laboral ocupe um lugar maior do que sua educação no currículo, portanto, escolha detalhar mais ou menos sua formação de acordo com sua experiência. Tente encontrar a dose perfeita entre cada uma.

 

Caso não tenha experiência laboral nenhuma, detalhe o máximo possível sua educação, porque ela será o ponto de destaque do seu currículo de engenheiro. Vale colocar até detalhes sobre os cursos, como carga horária e nomes de matérias.

 

Veja abaixo exemplos de como listar sua educação em um currículo de engenheiro com ou sem experiência laboral.

 

Exemplo de educação em currículo de engenheiro eletricista (com experiência)

 

Engenharia Elétrica

Puc — Belo Horizonte, MG

Concluído em 2017

 

Exemplo de educação em currículo de engenheira mecânica (sem experiência)

 

Engenharia Mecânica

Unip — São Paulo, SP

01/2015 – 12/2019

Trabalho de Conclusão de Curso: Processo de conformação e usinagem na produção de energia do Brasil.

Matérias Optativas: Macroeconomia; Logística

Carga horária: 4.900 horas-aula

 

Curso de Férias — Dinâmica dos sólidos

FGV

Completado: 2017

 

É possível colocar o colegial também, caso julgue que essa seção está muito pobre. A próxima seção requer um pouco mais de autorreflexão.

 

Caso queira mais ajuda, temos um guia voltado só pra isso: Como listar sua educação em um currículo.

 

4. Liste habilidades relevantes para um engenheiro

 

A seção de habilidades do currículo é uma oportunidade de mostrar para o empregador um pouco sobre você, e comunicar competências que não foram possíveis de serem “provadas” nas seções de experiência e de educação.

 

Engenheiros devem colocar qualidades pessoais, ou só habilidades técnicas?

 

Há dois tipos de competências que você pode incluir nas habilidades do currículo: “hard skills” e “soft skills”. O primeiro inclui coisas mais técnicas, como prática em um software específico ou fluência em um idioma. O segundo engloba qualidades mais abstratas, como criatividade e boa comunicação.

 

Muita gente hesita em colocar “soft skills” no currículo, especialmente em vagas para áreas exatas, mas elas estão cada vez mais importantes — e justamente graças à engenharia. Nossas tarefas técnicas estão sendo automatizadas, mas máquinas têm dificuldade para aprender “soft skills”.

 

Nesse vídeo o diretor executivo da Kaggle fala sobre automatização e a importância das “soft skills”. É possível colocar legendas em português.

 

O ideal é misturar os dois tipos de habilidades. Algo como seis ou sete “hard skills”, e duas ou três “soft skills”. Se for seu primeiro emprego, ou você ainda estiver estudando, faz sentido que você tenha que colocar mais “soft skills” que “hard skills”, e isso não é um problema.

 

Como determinar que habilidades colocar no currículo de engenheiro? 

 

Leia a descrição da vaga atentamente e faça uma lista com as competências relevantes à vaga baseando-se nos pontos abaixo:

 

  1. Responsabilidades;
  2. Requerimentos;
  3. Cultura da empresa.

 

Reflita sobre quais dessas habilidades você domina. É aconselhável ler as suas seções de educação e de experiência laboral em busca de inspiração. Veja alguns exemplos de competências que podem ser relevantes para engenheiros.

 

Exemplos de habilidades para currículo de engenheiro

 

Hard skills:

  • Especialista em Microsoft Excel (Certificação MOS);
  • Inglês fluente (incluindo a nota do TOEFL);
  • Proficiência em softwares da sua área da engenharia (com certificado quando possível);
  • Conhecimento técnico específicos da sua área da engenharia (química inorgânica, Álgebra linear, etc.).

 

Soft skills:

  • Espírito de liderança;
  • Boa comunicação;
  • Tomada de decisões;
  • Coragem para assumir riscos;
  • Proatividade;
  • Raciocínio lógico.

 

Quando possível, “prove” a sua competência, listando conquistas e certificados, como nos exemplos acima.

 

O que fazer com informações que você quer incluir no currículo, mas não se encaixam em nenhuma da seção que vimos? Não se preocupe, vamos cobrir isso agora mesmo. 

 

Leia mais sobre como listar suas competências no currículo em: Como colocar as habilidades no currículo.

 

5. Seções de informações adicionais ou complementares no currículo

 

Você pode incluir outras informações relevantes em uma seção extra, no fim do currículo, chamada “Informações adicionais”, ou “Informações complementares”. Se tiver muitos itens de um mesmo tipo, crie uma seção só para aquilo. Por exemplo, você pode ter uma seção separada chamada “Certificados”.

 

Como sempre, tenha em mente o que é importante para a vaga. Por exemplo, mesmo que você fale cinco línguas, isso dificilmente será relevante para uma posição de engenheiro, portanto esse tópico não merece uma seção própria chamada “Idiomas”, e elas podem ser listadas na seção de habilidades.

 

Segue uma lista com algumas ideias que podem te inspirar:

  • Cursos;
  • Palestras;
  • Certificações;
  • Workshops;
  • Publicações;
  • Voluntariado;
  • Premiações;
  • Projetos anteriores;
  • Afiliações;
  • Conferências;
  • Hobbies e interesses.

 

Aquela candidata que a gente já conhece, que não tem experiência e se formou em engenharia mecânica, ela poderia listar suas informações adicionais assim:

 

Exemplo de informações adicionais em currículo para engenharia mecânica

 

  • Possuo carteira CREA;
  • Tenho disponibilidade para começar imediatamente;
  • Certificado de Proficiência em Inglês (TOEFL iBT);
  • Participante da palestra “O Mercado da Mecânica Atual”;
  • Participante do Workshop “Inovação Inovadora”.

 

É normal que no começo da carreira essa seção tenha mais coisas como passatempos e eventos ligados aos estudos (palestras na faculdade, por exemplo).

 

Veja mais dicas de como listar essas informações complementares no artigo: Informações adicionais no currículo.

 

Lembra que pulamos a introdução do currículo, porque era mais fácil fazer no final? Bom, chegou a hora:

 

6. Crie seu resumo ou objetivo do currículo baseado nos melhores pontos do seu CV

 

Essa é a seção que abrirá seu currículo de engenheiro. Os recrutadores que não olham primeiro para a experiência, geralmente olham para essa seção, portanto nosso objetivo será colocar aqui tudo o que você tem de melhor.

 

Leia seu currículo novamente e anote duas ou três conquistas, ou habilidades, que você considera as mais importantes. Depois, monte seu perfil profissional usando a fórmula abaixo:

 

Título da posição atual + adjetivo + anos de experiência + conquistas + habilidades + como você pode ajudar o empregado.

 

É claro que essa fórmula é só para te inspirar, você pode mudá-la o quanto quiser. Veja um exemplo de como os personagens que você já conhece poderiam escrever suas introduções:

 

Exemplo de objetivo do currículo para engenharia mecânica

 

Durante os últimos 5 anos estudei engenharia mecânica na Unip, onde desenvolvi as habilidades necessárias para otimizar e garantir a qualidade dos processos da sua empresa. Eu gostaria muito de contar, em uma entrevista presencial, como fui capaz de fechar o caixa do restaurante onde trabalhei mais de 100 vezes sem cometer um único erro, ou como revolucionei o sistema de planilhas de estoque e facilitei o trabalho dos empregados.

 

Garçonete

Restaurante Engenho Velho

2018–2019

  • Revolucionei o sistema de planilhas de estoque que os donos utilizavam, diminuindo atrasos em 20% e facilitando nosso trabalho;
  • Fechei o caixa no fim do dia cerca de 100 vezes, nunca cometi um erro;
  • Obtive nota 5 de 5 em todas as avaliações semestrais de satisfação dos donos;
  • Cultivei relacionamentos com os clientes, sempre sendo simpática e proativa.

 

Exemplo de resumo do currículo para engenharia elétrica

 

Como determinado engenheiro eletricista de obra elétrica e hidráulica por 3 anos, fui capaz de garantir que mais de 20 edifícios tivessem sua instalação elétrica e hidráulica entregues sem um único atraso. Aumentei em 10% a média da qualidade da instalação. Eu adoraria utilizar minha experiência para obter conquistas similares como engenheiro eletricista sênior da Construtora Y.

 

A primeira, por não ter experiência, focou no objetivo do currículo, enquanto o segundo, por ter sido engenheiro por anos, focou no resumo do currículo. O importante é que ambos sinalizaram que seriam valiosos para o empregador.

 

Apesar de ter finalizado seu currículo, ainda há pontos importantes para serem considerados. Por exemplo, você deve ou não enviar uma carta de apresentação?

 

7. Escrevendo uma carta de apresentação para engenheiro

 

Cartas de apresentação são o gato de Schrödinger do mundo de recrutamento. Você envia por garantia, alguns recrutadores leem e apreciam, outros jogam fora na hora. Não tem como saber quem gosta e quem não gosta.

 

A exceção é quando o recrutador deixa claro na proposta da vaga se os candidatos devem ou não enviar o documento. Em todos os outros casos, é vantajoso sempre enviar, já que pode aumentar suas chances de conseguir o emprego, e o pior que pode acontecer é a carta ser ignorada.

 

A sua carta de apresentação precisa ser:

  • Curta;
  • Simples;
  • Direta;
  • Personalizada para aquela vaga e aquela empresa específica. 

 

 

Siga nossos exemplos e nossas dicas em: Como escrever uma carta de apresentação profissional.

 

O que poderia ser melhor que uma carta de apresentação que combina perfeitamente com seu currículo? Você pode criar sua carta de apresentação online aqui, usando o mesmo modelo do seu currículo. Os seus documentos podem ter esta aparência:

 

modelo de carta de apresentação

Veja mais modelos de cartas de apresentação e comece a escrever a sua

Recapitulando—Currículo para engenheiros

 

Como montar um currículo para engenharia passo a passo:

  • Leia atentamente o anúncio da vaga. Tudo o que você incluir no currículo deve ser voltado para aqueles requerimentos;
  • Liste suas experiências laborais em ordem cronológica inversa, destacando conquistas relevantes;
  • Faça uma seção com suas habilidades. Inclua tanto hard skills quanto soft skills;
  • Liste educação com cuidado. É uma seção importante para engenheiros;
  • Adicione as informações adicionais em um capítulo com esse nome ou em diversos capítulos mais específicos;
  • Leia seu novo currículo. Com os pontos mais importantes, faça uma introdução (objetivo do currículo ou resumo profissional);
  • Inclua uma carta de apresentação personalizada à instituição para aumentar suas chances.

 

Obrigado por ler! Por favor, comente:

  • Há algum ponto que deixei de tocar que era importante? 
  • Quais os maiores desafios ao fazer um currículo para um engenheiro? 
  • Vamos conversar!
Avalie meu artigo: curriculo engenheiro
Média: 5 (4 votos)
Obrigado por votar
Bruno Bertachini
Bruno é um especialista em carreira da Zety comprometido em oferecer conselhos ocupacionais que agreguem valor a profissionais em todas as etapas de suas jornadas.

Artigos Similares