Currículo de professor: modelo pronto e como fazer

Currículo de professor: modelo pronto e como fazer

Você quer mudar o mundo? Não existe profissão melhor para isso que essa. Siga essa aula mestra e faça um currículo de professor simples e perfeito.

Ensinar e transferir conhecimentos é a parte principal do dia-a-dia de um profissional docente.

 

Ao fazer um currículo de professor, é exatamente isso que você deve ter em mente: explicar e ensinar para quem for ler o CV que você é a pessoa certa para aquela vaga docente.

 

Como fazer isso de uma maneira efetiva?

 

Você provavelmente já trabalhou com currículos escolares, mas currículos profissionais representam desafios completamente diferentes.

 

Não se preocupe, estamos aqui para ajudar!

 

Sente-se na carteira dos alunos e relaxe - mas tome nota! - Na aula a seguir, você vai aprender a fazer um currículo de professor nota dez.

 

Continue lendo e você verá um modelo de currículo de professor e professora que você pode ajustar e usar como seu. Além disso, você aprenderá uma fórmula fácil para escrever um curriculum vitae para professor que te fará vencer a concorrência e comemorar o próximo 15 de outubro.

 

Quer poupar tempo e fazer o seu currículo em 5 minutos? Experimente o nosso gerador de currículos online. Ele é rápido, fácil, conveniente e 100% personalizável. Escolha dentre 18 modelos de currículos profissionais para preencher.

 

modelo de curriculo

Modelo de currículo criado pelo nosso gerador de currículos. Descubra nosso criador de currículos.

Um dos nossos usuários, Nicolas, teve isso a dizer:

 

“Eu estava tendo dificuldade em deixar o meu currículo com apenas 1 página e em o deixar com uma aparência profissional. O gerador de currículos da Zety me ajudou muito!”

 

Criar o meu currículo agora

 

Aqui está um modelo de currículo de professor pronto:

  

Modelo de curriculum vitae de professora para te inspirar

 

Marisa Ribeiro Cavalcanti

Professora de história

(99) 99999-9999

marisa.r.cavalcanti@e-mail.com.br

linkedin.com/in/marisarcavalcanti

 

Resumo

 

Professora de história com mais de 6 anos lecionando em grandes colégios. Recebi 93% de satisfação dos alunos e 100% de satisfação dos colegas na pesquisa interna do colégio no último ano. Gostaria de utilizar minha experiência e dedicação como parte do corpo docente da Universidade ZYX.

 

Experiência

 

Professora de história (1.º e 2.º colegial)

Colégio XYZ, Recife, PE

2013 – presente

  • Desenvolvi uma estrutura de aula e um planejamento rigoroso que fez com que o nível de reprovação caísse mais de 30%;
  • Eleita professora representante de turma nos últimos dois anos;
  • Mais de 90% de satisfação na pesquisa de satisfação interna do colégio em todos os anos trabalhados;
  • Coordenei mais de 20 reuniões entre pais e professores.

Principal conquista: formei mais de 500 alunos do primeiro e do segundo colegial, mantendo um ambiente confortável e engajado em sala de aula.

 

Assistente de professor

Colégio XYZ, Recife, PE

2012 – 2013

  • Ajudei os professores de todas as matérias com a parte operacional;
  • Fui professora substituta quando necessário;
  • Ajudei mais de 50 alunos em recuperação de história.

Principal conquista: principal responsável pela criação do programa de atendimento pós-horário de aula para alunos, que continua sendo utilizado no colégio até hoje.

 

Educação

 

Programa de Pós-Graduação em História da UFPE

Universidade Federal de Pernambuco

Cursando

 

Curso de História — Licenciatura (CFCH)

Universidade Federal de Pernambuco

Formada em 2012

 

Habilidades:

 

  • Conhecimento amplo da grade curricular de história de 1.º e 2.º ano;
  • Planejamento de aulas;
  • Aplicação e correção de exames;
  • Conhecimento extensivo em história medieval;
  • Libras.

 

Habilidades Interpessoais

 

  • Liderança;
  • Ótima comunicação.

 

Quer fazer um currículo especialmente para professor ou professora de ensino infantil e fundamental? Temos um guia voltado a isso: Como fazer um currículo de professor infantil

 

Bom, vamos começar com as dicas: 

 

1

Aula básica: formatando o seu currículo de professor corretamente

 

A ordem dos fatores não altera o produto, certo? No caso do seu currículo de professor, a ordem das informações altera bastante o produto final.

 

As primeiras coisas que os recrutadores lerem devem passar uma boa primeira impressão e convencê-los a continuar lendo.

 

Para chamar a atenção logo de cara, use o tipo de CV chamado currículo cronológico inverso. Ou seja, liste suas experiências começando pelas mais recentes.

 

O cronológico inverso é o currículo que o diretor da escola, ou qualquer outro recrutador, já está acostumado a ler, portanto é mais fácil de prender a atenção deles.

 

Esse é o tipo de currículo que funciona em todos os casos. É o aluno prodígio.

 

Caso queira ler sobre cada tipo e seguir em detalhes o passo a passo, leia o nosso artigo: Tipos de currículos.

 

Para manter a organização, divida seu currículo em seções com títulos, claras e fáceis de distinguir:

  • Cabeçalho com informações para contato: nome completo, telefone, e-mail e LinkedIn;
  • Resumo profissional ou objetivo do currículo;
  • Experiência laboral;
  • Educação;
  • Habilidades;
  • Informações complementares (conferências, cursos extras, ou o quê for relevante para a matéria que você for ensinar).

Dica valiosa: caso tenha um Currículo Lattes, você pode colocar o endereço no cabeçalho para se destacar.

O formato do CV é muito importante. Você pode usar essa colinha abaixo para formatar seu currículo de professor:

  • Tente fazer tudo caber numa página só. Isso aumenta as chances do seu currículo ser lido;
  • Um espaçamento de 1,15 e margens iguais em ambos os lados vão te fazer passar de ano;
  • Escolha a fonte certa para seu currículo. Ele deve ser tão legível quanto as redações dos seus alunos;
  • A não ser que a proposta de emprego especifique o formato, salve seu currículo em PDF. Fica bem tanto impresso na mão da diretora quanto no monitor de um computador;
  • Também é recomendado ter uma versão em DOC (Microsoft Word) caso você queira fazer alguma atualização mais pra frente;
  • Não coloque foto no seu currículo de professor. Em outros países essa é uma prática comum, mas no Brasil apenas colocamos quando aparência é relevante à profissão, como para atores e modelos.

 

A primeira seção após o cabeçalho é a introdução, mas é muito mais fácil escrevê-la no final.

Monte antes a seção com a sua experiência profissional:

 

2

Comece descrevendo sua experiência dando aulas

 

Essa é a questão que vale mais pontos, é a prova que pesa mais, é a redação do ENEM… 

Portanto, você tem que passar.

 

O ideal é começar listando sua última experiência profissional, pois normalmente é a mais relevante para o recrutador.

 

Se você não tem experiência, não se preocupe, vamos falar disso já já.

 

Depois de começar pela última experiência, liste os demais empregos de maneira cronológica invertida.

 

Para listar cada experiência eficientemente, siga as dicas abaixo:

  • Inclua o título da posição, o nome da instituição de ensino e a data de início e término para cada experiência;
  • Não liste mais de 6 tópicos. Se tiver que juntar as primeiras responsabilidades docentes em um mesmo tópico, não tem problema;
  • Personalize! Considere a posição, a instituição escolar, os seus outros empregos e tudo mais;
  • Quantifique. Use números. Sim, é possível mesmo para professor de humanas. Vamos ver exemplos abaixo;
  • Conquistas que teve ao lecionar são mais importantes que simples responsabilidades;
  • Use verbos poderosos como “maximizei”, “construí” e “produzi”.

 

Vamos dar um intervalo na aula teórica e praticar um pouco.

 

Questão 1)

 

Suponhamos que Pedro, que ensina crianças de 5 e 6 anos, esteja querendo trocar de instituição escolar. Pedro tem dois CVs prontos para enviar ao diretor de uma escola. Baseado no que estudamos até aqui, qual dos currículos abaixo Pedro deve enviar para ter maior probabilidade de conseguir a vaga?

 

Currículo de professor A: experiência laboral

 

Professor de educação infantil

Escolinha Meu Exemplo

2015–2019

  • Eduquei mais de 200 alunos de 5 e 6 anos;
  • Construí um ambiente harmonioso que permitiu desenvolver tanto a cooperação entre as crianças quanto o trabalho individual;
  • Alfabetizei com sucesso mais de 50% dos alunos de 5 anos e 80% dos alunos de 6 anos que ainda não sabiam ler;
  • Coordenei mais de 1.000 dias letivos, focando sempre no desenvolvimento social e do raciocínio lógico dos alunos;
  • Adquiri um conhecimento profundo acerca da capacidade cognitiva das crianças.

 

 

Currículo de professor B: experiência laboral

 

Escolinha Meu Exemplo, 2015 – 2019

Professor de educação infantil

  • Responsável por ensinar crianças a ler e escrever;
  • Dar aulas para alunos de 5 e 6 anos;
  • Preparar a caderneta com a descrição do dia das crianças;
  • Supervisionar todos os alunos durante o recreio;
  • Cuidar das crianças durante todo o dia letivo.

 

Se você respondeu a opção A, você acertou!

 

Mas por quê? Não basta dar a resposta correta, tem que justificar!

 

Os dois exemplos pertencem ao mesmo candidato, e descrevem as mesmas funções, mas o primeiro focou em resultados e conquistas, enquanto o segundo apenas descreveu funções e responsabilidades.

 

Algumas pessoas ainda estranham ver um currículo de professor infantil cheio de números e porcentagens, mas não deveriam.

 

Nosso objetivo aqui é fazer um currículo de professor tão profissional quanto o de qualquer outro cargo. Lembre-se que as palavras “professor” e “profissão” têm a mesma origem!

 

Coloque-se no lugar do dono de uma escola e pense, com sinceridade, qual dos dois exemplos acima te faria marcar uma entrevista de emprego. Alguma dúvida?

 

Caso você esteja fazendo um currículo para professor iniciante, não se desespere.

 

É possível criar uma boa seção de experiência laboral mesmo utilizando estágios, bicos de trabalho ou voluntariado. Mesmo que em outra área.

 

Dica valiosa: caso esteja fazendo um CV sem experiência nenhuma, aulas particulares são uma ótima maneira de conseguí-la. Você pode anunciar na internet ou até mesmo ensinar alguns amigos.

 

Vamos fazer o mesmo exercício acima, porém com uma personagem que nunca teve empregos ensinando.

 

Questão 2)

 

Maria quer ser professora de inglês, mas sua única experiência de trabalho foi um bico que fez de garçonete. Qual dos dois exemplos abaixo representa melhor o que ela deve incluir no seu CV?

 

Currículo de professora A: experiência laboral

 

Garçonete

Restaurante XYZ

2019

  • Constante comunicação com pessoas durante todo o dia;
  • Criei a versão em inglês do cardápio, que nunca precisou de correções;
  • Transferi meu conhecimento para a garçonete que entrou depois de mim;
  • Fui muito bem avaliada pelo meu chefe, que me recomendaria com prazer para outro empregador;
  • Atendi diversos clientes que não falavam português, sempre com prazer em falar inglês.

 

Currículo de professora B: experiência laboral

 

Restaurante XYZ, 2019

Garçonete

  • Responsável por servir comidas e bebidas, pegar os pedidos dos clientes e passar pra cozinha;
  • Ajudava a abrir ou fechar o restaurante quando necessário;
  • Limpava as mesas após os clientes saírem;
  • Fiquei no caixa sempre que precisou;
  • Nunca faltei.

 

Qual a resposta da questão acima? A? B? Nenhuma das anteriores? Claro que é a A.

 

E por quê?

 

Porque essa seção foi feita à medida para mostrar pro recrutador que a Maria pode ser uma boa professora de inglês. Esse é o segredo.

 

Ao fazer um currículo com o gerador de currículos da Zety, você só precisa arrastar e soltar os elementos que desejar (habilidades, experiências...). Existe até um corretor ortográfico para deixar seu currículo perfeito.

Ao terminar, o gerador de currículos da Zety avaliará o seu currículo e te dirá o que você precisa corrigir para fazer um currículo ainda melhor.

Chegou a hora de listar os dados sobre sua educação:

 

3

Liste sua educação (para professores é muito importante!)

 

“Isso é importante?”

 

“É pra copiar?”

 

“Cai na prova?”

 

Sim!

 

Dos professores de educação básica no Brasil, 68,4%  têm formação superior completa.

 

No caso dos anos finais do ensino fundamental, esse número sobre para 90%.

 

Quase todos os empregos docentes em escolas e universidades requerem uma formação acadêmica.

 

Conclusão: essa seção é importantíssima para você conseguir muitas vagas.

 

A seção de educação é muito mais objetiva do que a de experiência laboral, mas no caso de um curriculum vitae de um profissional docente, deve ser feita com muito zelo.

 

Liste cada graduação na ordem cronológica inversa.

 

Inclua em cada item ao menos:

  • Nome do curso;
  • Instituição de ensino;
  • Data de finalização.

 

Decida o quanto quer detalhar cada curso de acordo com a sua importância, tendo sempre em mente a vaga ou vagas pelas quais está se candidatando.

 

No caso de alguém que leciona há 20 anos, por exemplo, o foco deveria ser na experiência laboral, portanto listar diversos cursos pode não ser uma boa ideia.

 

Um curriculum vitae de professor de matemática, poderia listar a educação assim:

 

Currículo de professor de matemática para o ensino fundamental

 

Correto

Licenciatura em Matemática

Universidade PUC Minas — Belo Horizonte, Minas Gerais

01/2016  12/2019

Trabalho de Conclusão de Curso: Análise do ensino de matemática fundamental e seu papel na formação do indivíduo em contexto de sociedade.

Matérias Optativas: Tecnologia e Sociedade; Educação para a Diversidade

 

Curso de Férias — Matemática

UFSC

Completado: 2015

Errado

Licenciatura

Estudei matemática na PUC de Belo Horizonte

 

Curso extra

Fiz um curso de férias em matemática na UFSC em 2015 que durou um mês

 

 Resumindo: dê mais espaço para o que importa mais.

 

4

Liste as habilidades relevantes para a posição

 

É fundamental chamar a atenção do diretor ou diretora para suas habilidades e qualificações.

 

Essa parte do seu CV deve mostrar para quem está fazendo o processo seletivo que você tem o necessário para dar aula.

 

Mas há um segredo importante para essa seção: não basta preenchê-la com habilidades das quais você se orgulha.

 

Não adianta falar que você tem carteira de motorista de moto se a vaga é para professor de biologia.

 

As habilidades devem ser baseadas no que o recrutador está procurando, e o que vai te fazer conseguir a vaga.

 

Segue uma lista do que pode influenciar essas habilidades:

  • A natureza, as qualidades e as competências da instituição de ensino;
  • A idade dos alunos;
  • As responsabilidades esperadas desse cargo docente;
  • As experiências que você já teve;
  • E é claro, a matéria que você dará aula.

 

Portanto, estude atentamente as informações da proposta de emprego e identifique quais são as habilidades esperadas para a vaga.

 

Faça uma lista com algo entre 5 e 10 das suas habilidades que são relevantes para a posição. Escreva-as de uma maneira que deixe explícito como elas podem ajudar na vaga procurada.

 

Precisando de inspiração para preencher?

 

Veja alguns exemplos de habilidades, tanto “hard skills” quanto “soft skills”, que poderiam ser relevantes para alguma vaga de professor específica:

 

Exemplos de habilidades para currículo docente

 

  • Experiência em planejamento de classes;
  • Educação de idosos;
  • Inglês fluente;
  • Conhecimento e habilidade em manusear equipamento de laboratório;
  • Pensamento crítico;
  • Libras;
  • Teoria musical e proficiência em dois instrumentos;
  • Criatividade;
  • Liderança;
  • Gestão escolar;
  • Coordenação de passeios de classe e viagens;
  • Geopolítica e atualidades;
  • Entusiasmo e energia;
  • Arte e história da arte;
  • Liderança de corais infantis;
  • História do Brasil;
  • Redação;
  • Conhecimento de metodologias de vestibulares;
  • Conhecimento em pacote Office;
  • Educação especial.

 

Caso você já tenha experiência dando aula, tente focar mais em “hard skills” do que em “soft skills”.

 

Ou seja, priorize informações concretas como “coordenação de classe” e “estatística avançada” e menos em coisas como “tomada de decisões” e “compaixão e empatia”.

 

Você está ouvindo isso? É o sinal de que a aula está acabando. Só tem mais um pouquinho...

Quer caprichar na lista de habilidades? Leia mais sobre isso aqui: Competências e habilidades para um currículo.

5

Não apenas diga, mostre: inclua informações complementares em seu currículo de professor

 

Imagine o quão simples seria se você tivesse a oportunidade de convidar o recrutador pra assistir uma aula sua.

 

Desse jeito ele ou ela poderia ver que você manda bem, e não haveria necessidade de tanto trabalho fazendo um CV.

 

Mas, infelizmente, não é tão fácil assim.

 

Dificilmente o diretor de uma escola teria tempo de sair de seu trabalho pra assistir uma aula de cada candidato.

 

Mas tem uma maneira de dar um toque um pouco mais pessoal no CV. Algo que te ajuda a provar que você é bom naquilo e, ao mesmo tempo, mostra quem você é.

 

Inclua seções adicionais para conseguir esse efeito.

 

Use apenas o que é relevante para um professor, ou para aquela instituição de ensino.

 

Coisas como prêmios, livros publicados, certificados, conferências, palestras, idiomas e até hobbies podem funcionar muito bem.

 

Lembra da Maria? Ela não tem experiência dando aulas, portanto poderia incluir informações extras como essas:

 

Currículo de professor: informações complementares

 

Certificados:

  • Certificado de Proficiência em Inglês (TOEFL iBT);
  • Participante da palestra “Educando o Futuro”.

 

Idiomas:

  • Inglês fluente;
  • Espanhol básico.

 

Hobbies:

  • Leitura — Principalmente literatura inglesa;
  • Estudar idiomas;
  • Filmes e jogos eletrônicos — Sempre que possível assisto e jogo no idioma original.

 

Mesmo sem experiência ensinando, Maria conseguiu mostrar que tem potencial para a vaga de emprego.

 

Se quiser ler mais sobre esse tema, temos um guia só para isso: Colocando informações adicionais no currículo.

 

6

Agregue as melhores partes em um Objetivo do Currículo ou Resumo Profissional para professor

 

Lembra que você pulou a introdução do currículo para fazer no final?

 

Chegou a hora de escrever um ou dois parágrafos para prender a atenção da diretora da escola e fazer ela ler seu CV do começo ao fim.

 

Releia tudo o que você escreveu até agora.

 

Identifique as melhores partes. Aquilo que vai fazer o dono do colégio pensar “opa, acho que esse é o cara que eu preciso pra essa vaga”.

 

Escolha 2 ou 3 conquistas e habilidades que você quer destacar.

 

Decida entre um dos dois tipos de introduções recomendadas: Objetivo do currículo ou Resumo profissional.

 

Vamos lá:

 

Objetivo do currículo

 

Caso esteja fazendo um currículo para professor iniciante, escolha abrir com o objetivo do currículo.

 

Essa é a melhor opção para quem não tem experiência docente pois mostra suas habilidades e explica por que você pode ser um bom candidato, mesmo ainda não tendo lecionado.

 

A Maria, que estamos usando de exemplo, deveria usar esse método, pois não tem experiência dando aula.

 

Aqui está um exemplo de objetivo para currículo de professor que ela poderia usar:

 

Objetivo do currículo de professor

 

Correto
Cursando Pedagogia pela Unip venho adquirindo um profundo conhecimento sobre a arte de educar. Tenho proficiência em inglês certificada (TOEFL iBT) com nota máxima (120/120). Gostaria de unir minha paixão por lecionar com meu talento idiomático como parte do corpo docente da escola XYX
Errado
Estou cursando pedagogia e tenho experiência como garçonete. Estou procurando um trabalho de professora de inglês (meu inglês é muito bom) para começar a trabalhar com o que realmente gosto.

 

O diretor, ou quem estiver a cargo do processo seletivo, não está interessado no que você quer ou gosta. O objetivo no currículo se torna relevante quando você mostra como isso pode ajudá-los.

 

“Mas se eu não tenho experiência nenhuma, como posso fazer isso?”

 

Pense no que você realizou que possa ser relevante para o ato de lecionar, ou para a matéria.

 

Por exemplo, se você está fazendo um primeiro currículo de professor de educação física, por que não comentar sobre o seu time de basquete na escola, mesmo que não tenham jogado profissionalmente?

 

Resumo profissional

 

Se você já tem alguma experiência lecionando, mesmo que pouca, opte por começar com um resumo profissional.

 

Essa opção destaca a sua experiência profissional e já te coloca acima dos que querem começar a dar aula agora.

 

É possível também incluir conquistas não relacionadas à área profissional para chamar a atenção dos leitores, mas só se forem relevantes para o cargo.

 

Vamos ver o que o Pedro, aquele professor de educação infantil, poderia colocar na introdução do currículo de professor dele:

 

Resumo profissional para currículo de professor

 

Correto
Professor de educação infantil com mais de 4 anos de experiência lecionando em uma das maiores escolas de Maceió. Coordenei mais de 1.000 dias letivos, aumentando o sucesso de alfabetização das crianças entre 5 e 6 anos em 20%. Gostaria de utilizar o conhecimento que adquiri acerca da capacidade cognitiva infantil como parte da equipe de professores de sua escola.
Errado
Professor de educação infantil com bastante experiência. Meus alunos sempre gostaram de mim e sempre tive sucesso em minha jornada profissional. Sou muito bom em ensinar e busco uma oportunidade de trabalhar com vocês.

 

A primeira versão parece ser do próximo Paulo Freire, enquanto a segunda teria sorte de conseguir uma vaga na Escolinha do Professor Raimundo.

 

Isso porque a versão correta mostra dados claros e prova de cara que você tem competência para o cargo.

 

Já a outra é vaga e, mesmo que esse candidato tenha muito potencial, o resumo está falhando em comunicar isso. 

 

Caso a instituição escolar esteja com muitos candidatos para analisar, um resumo atraente é o que fará seu curriculum vitae ser lido por completo ou voltar pro fundo da pilha.

 

7

Que tal adicionar uma carta de apresentação ao seu currículo de professor?

 

No mundo do recrutamento, cartas de apresentação é um tema controverso. Alguns recrutadores pedem a carta, outros preferem não recebê-la.

 

E é difícil descobrir quem gosta ou não de carta de apresentação.

 

No caso do currículo de professor, não há o que errar nesse sentido. A maioria das instituições não especifica, portanto você só tem a ganhar incluindo a carta de apresentação, e chamando ainda mais a atenção do recrutador.

 

Faça uma carta de apresentação com duas ou três frases, se apresentando e explicando como você beneficiaria quem te contratar.

 

Eles vão apreciar muito uma carta de apresentação personalizada para eles, quem sabe até endereçada ao diretor da escola, chamando-o pelo nome.

 

Se quiser, temos um artico dedicado para isso: Como escrever uma carta de apresentação profissional.

 

O que poderia ser melhor que uma carta de apresentação que combina perfeitamente com seu currículo? Você pode criar sua carta de apresentação online aqui, usando o mesmo modelo do seu currículo. Os seus documentos podem ter esta aparência:

 

modelo de carta de apresentação

Veja mais modelos de cartas de apresentação e comece a escrever a sua

 

Uma rápida retomada da matéria:

 

Revisão da aula mestra—Currículo de professor

 

Como montar um currículo de professor passo a passo:

  • Formate o currículo de professor ou professora com uma fonte legível, espaçamento correto e margens iguais;
  • Pule a introdução. É mais fácil escrevê-la no final;
  • Liste suas experiências docentes em ordem cronológica inversa, destacando conquistas relevantes para o cargo desejado;
  • Leia atentamente a descrição da vaga e liste as suas habilidades docentes mais relevantes ao cargo;
  • Liste sua formação acadêmica. É uma seção importante para lecionadores;
  • Pense de maneira extracurricular e adicione extras ao currículo. São as informações complementares;
  • Releia tudo o que escreveu e monte uma introdução (objetivo do currículo ou resumo profissional);
  • Para conseguir aquele + na sua nota A, inclua uma carta de apresentação personalizada à instituição escolar.

 

E lembre-se do que falou Dom Pedro II:

 

“Não conheço missão maior e mais nobre que a de dirigir as inteligências jovens e preparar os homens do futuro”

 

Muito obrigado por escolher essa profissão, e muito obrigado por ler meu guia! Eu adoraria tirar qualquer dúvida e ler qualquer comentário que você tenha.

 

Lição de casa!

 

Responda as questões abaixo: 

  • Quais os maiores desafios ao escrever um currículo de professor ou professora? 
  • Que parte foi mais difícil para você? 
  • Há algum ponto que eu não cobri e você gostaria de ler?
  • Mudaria alguma coisa no guia?

 

Vamos conversar na seção de comentários!

Avalie meu artigo: curriculo professor
Média: 5 (2 votos)
Obrigado por votar
Bruno Bertachini
Bruno é um especialista em carreira da Zety comprometido em oferecer conselhos ocupacionais que agreguem valor a profissionais em todas as etapas de suas jornadas.

Artigos Similares