Minha conta
Defeitos e pontos fracos para entrevista de emprego: o que falar

Defeitos e pontos fracos para entrevista de emprego: o que falar

Falar dos pontos positivos é fácil. Difícil é encarar o recrutador e falar os seus defeitos e pontos fracos para entrevista. Difícil, não impossível. Veja como fazer.

Preparando-se para a entrevista de emprego, você pensa em todas as qualidades que te tornam a pessoa certa para a vaga. Mas, o recrutador pode mandar a fatídica pergunta: me diga 3 pontos negativos sobre você. Este guia vai te mostrar a resposta. Nele, você verá:

  • Uma lista dos defeitos e pontos fracos mais comuns;
  • Como usar os seus defeitos para encantar o recrutador;
  • Como falar sobre os seus defeitos e pontos fracos;
  • E muito mais…

 

Continue lendo e você verá um guia completo sobre defeitos para entrevista de emprego, que vai te mostrar como falar sobre isso na entrevista de emprego sem se queimar. Veja uma fórmula simples de como responder sobre os seus defeitos.

 

Quer poupar tempo e fazer o seu currículo em 5 minutos? Experimente o nosso gerador de currículos online. Ele é rápido, fácil, conveniente e 100% personalizável. Escolha dentre 18 modelos de currículos profissionais para preencher.

 

modelo de curriculo

Modelo de currículo criado pelo nosso gerador de currículos. Descubra nosso criador de currículos.

Um dos nossos usuários, Nicolas, teve isso a dizer:

 

“Eu estava tendo dificuldade em deixar o meu currículo com apenas 1 página e em o deixar com uma aparência profissional. O gerador de currículos da Zety me ajudou muito!”

 

Criar o meu currículo agora

 

Antes de mais nada, saiba que existe um defeito que é imperdoável: um currículo ruim. Este ponto fraco na sua candidatura garante que você sequer consiga uma entrevista de emprego para ter a oportunidade de falar sobre os seus defeitos. Leia estes guias:

 

Para conseguir a sua próxima vaga, você pode contar com o blog da Zety Brasil. Nele, você encontra mais de 100 artigos sobre currículo, entrevistas e dicas de carreira, para que você consiga a vaga dos sonhos. Mas, agora vamos focar nos defeitos para entrevista.

 

1. Defeitos e pontos fracos para entrevista

 

Relaxe. Ninguém é perfeito e o recrutador sabe disso. Por isso, veja os defeitos e pontos fracos mais comuns para entrevista de emprego:

 

  1. Nervosismo: algumas pessoas simplesmente têm dificuldade em controlar a ansiedade no ambiente de trabalho e isso se traduz em nervosismo.

  2. Medo de falar em público: você não está sozinho. Este é o medo mais comum em humanos. 41% das pessoas sofrem deste defeito.

  3. Tímido ou extrovertido demais: o contrário também pode ocorrer. Ser extrovertido demais pode te levar a falar demais no escritório e afetar a produtividade.

  4. Exigente: talvez você tenha uma expectativa muito alta de si mesmo ou dos seus colegas, o que pode levar à conflitos dentro do escritório.

  5. Organização: ser organizado é bom, mas algumas pessoas exageram e são menos produtivas, pois passam mais tempo organizando do que trabalhando.

  6. Dificuldade em delegar tarefas: na tentativa de querer fazer tudo sozinho, algumas pessoas não conseguem delegar a tarefa para outros e acabam sobrecarregadas.

  7. Quer agradar todo mundo: é importante zelar por um ambiente harmonioso no escritório, mas quando essa é a sua maior preocupação, pode virar problema.

  8. Impaciência: querer resultados rápido não é uma coisa ruim, mas quando você sempre quer resultados para ontem, isso pode gerar conflitos com colegas.

  9. Não sabe lidar com imprevistos: o mundo está cada vez mais frenético. É comum atividades inesperadas surgirem. Nem todos gostam dessa surpresa.

Dica valiosa: para escolher qual defeito melhor te representa, sempre é válido conseguir o feedback de um ex-chefe ou colega de trabalho.

Com a lista acima, você pode começar a imaginar quais defeitos você pode mencionar para entrevista. Mas, saiba que é possível transformar um defeito em algo positivo.

 

Para ver as qualidades mais desejadas, leia Habilidades e competências no currículo

 

2. Defeitos e pontos fracos na entrevista como algo positivo

 

Enxergando o lado bom das coisas, é possível usar os seus defeitos e pontos fracos para entrevista de uma forma que encanta o recrutador e te fazer ganhar mais alguns pontos. Mas, para fazer isso, primeiro você precisa entender o que o recrutador está buscando.

 

O que o recrutador quer saber?

 

Quando o recrutador te pede para explicar os seus defeitos e pontos fracos, ele não está fazendo esta pergunta sem um motivo. Ele faz este questionamento, pois ele precisa saber algumas coisas sobre você. Elas são:

 

O que você precisa desenvolver: este primeiro elemento é fácil de entender. O recrutador quer saber o seu nível de desenvolvimento pessoal. Acima de tudo, ele quer saber as áreas em que você pode melhorar se for contratado.

 

Saber o seu nível de autoconhecimento: é desejável que um profissional seja capaz de analisar o próprio comportamento para que ele possa sempre encontrar formas de melhorar. O recrutador quer saber se você consegue fazer isso.

 

Saber se você sabe lidar com críticas: algumas pessoas não gostam nem um pouco de serem questionadas e criticadas. Isso pode ser muito ruim no escritório. Para garantir que você não é uma dessas pessoas, o recrutador que saber se você é aberto à críticas.

 

Com estes três motivos pelos quais o recrutador quer saber dos seus pontos fracos e defeitos para entrevista, você consegue entender como fazer esta pergunta conspirar ao seu favor para ganhar alguns pontos extras. Veja como:

 

Transformando o defeito em algo positivo

 

Quando o recrutador te pedir para falar um pouco sobre os seus defeitos, existe uma fórmula que faz com que os seus pontos fracos pareçam coisas positivas, que vão te ajudar a encontrar o emprego dos sonhos. Veja abaixo:

 

Seja detalhista: na hora de falar sobre o seu defeito, tende explicar-lo em detalhes. Não diga apenas “eu tenho nervosismo.” Fale como isso influencia o seu trabalho, como você acha que isso começou. Isso demonstra a capacidade de autoconhecimento.

 

Dê exemplos: continuando no tópico acima, dê um exemplo de alguma situação na qual o seu defeito te influenciou negativamente no trabalho. Diga como você lidou com a situação e o que você fez para resolver-la. Isso mostra capacidade de lidar com o seu defeito.

 

Foco no aprendizado: já que você reconhece o seu defeito, diga para o recrutador que você está sempre tentando melhorar como pessoa e como profissional e está trabalhando para eliminar o seu defeito. Isso demonstra proatividade e maturidade.

 

Pense no futuro: explique para o recrutador como esta vaga de emprego irá te ajudar a desenvolver-se como profissional e como você acredita que esta oportunidade irá te ajudará a resolver o seu defeito. Isso demonstra comprometimento com a vaga.

Dica valiosa: na hora de falar sobre os seus defeitos, mencione apenas 1 ou 2. Você não precisa de toda uma galeria de defeitos e pontos fracos.

Juntando esses elementos, conseguimos chegar em uma fórmula simples para falar dos seus defeitos na entrevista de uma maneira que vai encantar o recrutador e te deixar um passo mais próximo de tirar a carteira de trabalho da gaveta:

 

Defeito + dê um exemplo de como ele te atrapalhou no passado + o que você está fazendo para consertar o defeito + como a vaga vai te ajudar nisso

 

Exemplo: como falar dos seus defeitos na entrevista de emprego

 

CERTO

Meu maior defeito é ser extrovertido. Por exemplo, no meu emprego anterior, eu sempre gostava de conversar com os meus colegas e isso fez com que todo o grupo tivesse que trabalhar até mais tarde em algumas ocasiões. Eu reconheço que isso não foi uma postura muito profissional. Atualmente, estou fazendo yoga e meditação para tentar me tornar mais focado. Considerando que esta vaga é para um trabalho no qual haverá muita pressão, creio que isso vai me ajudar muito a me tornar uma pessoa mais focada.

Falando do jeito certo, até algo ruim como defeitos e pontos fracos podem fazer você se destacar na hora da entrevista de emprego. Mas, o trabalho ainda não acabou. Afinal, não basta saber o que falar. É preciso saber como falar.

 

Para ver como responder outras perguntas, leia Perguntas de entrevista de emprego

 

3. Como falar sobre defeitos e pontos fracos para entrevista

 

Ter confiança é tudo. Seja na hora de ter um primeiro encontro com alguém do Tinder ou na hora da entrevista de emprego. Ao falar sobre os seus defeitos e pontos fracos, muita gente não responde sem transmitir confiança. Veja como evitar esse problema:

 

Cuidado com a fala: uma fala pausada com tom de voz profundo é a que passa mais confiança. Basicamente, observe a forma como jornalistas falam na hora de apresentar um jornal na televisão. Tente reproduzir este padrão de fala.

 

Sente de forma ereta: evite sentar-se de forma inapropriada. Isso denota falta de respeito, maturidade. A consequência disso é que o recrutador vai perder muito a confiança em você. Por isso, sente-se de forma ereta.

 

Mantenha contato visual: evite ficar olhando ao redor da sala enquanto o recrutador fala ou enquanto você fala. Olhe o recrutador nos olhos. Contato visual constante é uma forma poderosa de estabelecer confiança.

 

Cuidado com a linguagem corporal: boa parte da comunicação humana é não verbal. O recrutador presta atenção no que a sua linguagem corporal fala sobre você. Veja abaixo alguns exemplos do que a sua linguagem corporal comunica para o recrutador:

 

Exemplos de como o recrutador pode interpretar a sua postura

 

ERRADO
  • Braços cruzados: falta de receptividade;
  • Ombros contraídos: falta de segurança
  • Passar a mão no cabelo em excesso: insegurança
CERTO
  • Espelhar o movimento: compreensão mútua;
  • Sentar-se de maneira ereta: respeito à pessoa com que está falando
  • Contato visual constante: segurança

 Fonte: Dicas de etiqueta

Material de estudo: para se aprofundar no assunto, você pode ler o livro Desvendando os segredos da linguagem corporal, escrito por Allan e Barbara Pease.

Seguindo essas dicas, você consegue falar sobre os seus principais defeitos e pontos fracos para entrevista de uma maneira que traz confiança para o recrutador. Juntando o que você aprendeu neste tópico com o anterior, você consegue encantar com os seus defeitos.

Dica valiosa: a cor da sua roupa também pode ser usada ao seu favor. Por exemplo, uma camisa azul demonstra confiança. Para saber mais, clique AQUI

Agora que você sabe o que falar e o que fazer para encantar o recrutador com os seus defeitos, está na hora de ver também o que não fazer neste momento crucial da entrevista. Para não cometer nenhuma gafe, veja o próximo tópico.

 

Para saber mais, leia Como se comportar em uma entrevista de emprego

 

4. Erros comuns ao falar dos defeitos para entrevista

 

É claro que você quer fazer a melhor entrevista possível. Mas, mesmo tendo boas intenções, é possível vacilar. Por isso, tão importante quanto saber o que fazer, é saber o que não fazer. Então, veja alguns dos erros mais comuns:

 

Não ser autêntico: na hora de responder, não invente um discurso bonito só para impressionar o recrutador. Sabe como eles são pegos? O recrutador é expert em detectar mentiras. Ele vai perceber se você não for autêntico.

 

Cuidado para não se queimar: mas, é importante tomar cuidado com o que você fala como defeito para entrevista. Se você está buscando um cargo como repórter, dizer que você é tímido certamente vai acabar com as suas chances.

 

Respostas genéricas: o recrutador entrevista várias pessoas todos os dias. Ao longo dos anos, ele já construiu um reportório das coisas mais clichês que as pessoas falam. Você quer se destacar, então evite esse tipo de coisa. Os 3 maiores clichês são:

  1. Perfeccionismo;
  2. Me preocupo demais com o trabalho;
  3. Me importo demais com os outros.

 

Estas respostas genéricas tem um outro grande problema além do fato de serem clichês. Elas, na verdade, são elogios disfarçados de defeitos. O recrutador consegue detectar isso facilmente e certamente vai tirar alguns pontos de você, como diz Ana Cristina Ferraz:

Quando a gente faz esse tipo de pergunta, também queremos saber da honestidade da pessoa. Percebemos quando a pessoa mente. Se ela mente na entrevista, certamente mentirá quando estiver no trabalho, então já descartamos.

Dica valiosa: seja objetivo. Sim, é importante dar detalhes, mas vá direto ao ponto. Não perca tempo com detalhes que não são importantes.

Prontinho. Com essas dicas, você está pronto para falar sobre os seus maiores defeitos sem medo e ainda conseguir alguns pontos extras com o recrutador. Afinal, até em algo ruim como um defeito, você pode tirar algo de positivo.

 

Para saber sobre entrevistas, leia Dicas para entrevista de emprego

 

Revisão: Defeitos e pontos fracos para entrevista de emprego

 

Comemore. Como você viu, a temida pergunta sobre seus defeitos e pontos fracos na entrevista não é tão difícil quanto você imaginava. Basta prestar atenção à alguns detalhes para não acabar se queimando sem quer:

 

  1. Pense com antecedência o que responder;
  2. Busque feedback com ex-chefes ou ex-colegas de trabalho;
  3. Na hora de responder, seja detalhista e foque no aprendizado;
  4. Responda com confiança;
  5. Não diga coisas genéricas;
  6. Seja autêntico.

 

Seguindo esses passos, certamente o recrutador irá se arrepender de ter escolhido o seu currículo em PDF para te chamar para uma entrevista. Agora é hora de começar a pensar em, como se comportar no primeiro dia de trabalho

 

Obrigado por ler o meu guia. Agora, eu gostaria de ouvir você:

  • Qual é o maior desafio na hora de falar sobre os seus defeitos na entrevista?
  • Qual a sua maior dificuldade?
  • Ainda há alguma dúvida?

 

Deixe um comentário abaixo e vamos conversar!

Avalie meu artigo: defeitos entrevista
Média: 5 (1 votos)
Obrigado por votar
Caio Sampaio
Caio é um especialista em carreira e construção de currículos. Ele escreve sobre vários assuntos no mundo do recrutamento. No tempo livre, ele lê livros, assiste filmes, joga vídeo game e mantem-se atualizado sobre o universo laboral. Tendo experiência com teatro, cinema e vídeo games, ele busca usar técnicas dessas indústrias criativas para criar currículos mais interessantes e atraentes.

Artigos Similares