Minha conta
18 modelos de currículo de vigilante para baixar e personalizar

18 modelos de currículo de vigilante para baixar e personalizar

Defender a vida dos outros é o que você faz de melhor, mas é hora de ver 18 modelos de currículo de vigilante aprender a escrever um currículum (CV) de vigilante para defender o seu futuro profissional.

Garantir a segurança das pessoas ao seu redor é algo instintivo para você. Afinal, as palavras que te descrevem como vigilante são: foco, disciplina e determinação. Mas, você pode estar com dificuldades de comunicar isso ao recrutador usando uma folha de papel.

 

Mas, não se preocupe. Com as técnicas certas, você pode escrever um currículo que vai te fazer parecer como um agente do serviço secreto americano e vai deixar o recrutador pesando “com a violência no Brasil, eu bem que precisava desse cara do meu lado.”

 

Neste guia, você aprenderá como fazer um currículo de vigilante tão bom quanto esse abaixo. Garantimos isso. Afinal, missão dada é missão cumprida.

 

Quer poupar tempo e fazer o seu currículo em 5 minutos? Experimente o nosso gerador de currículos online. Ele é rápido, fácil, conveniente e 100% personalizável. Escolha dentre 18 modelos de currículo de vigilante profissionais para preencher.

 

Criar o meu currículo de vigilante agora

 

curriculo vigilante
curriculo vigilante

Modelo de currículo criado pelo nosso gerador de currículos. Descubra nosso gerador de currículos de vigilantes.

Um dos nossos usuários, Nicolas, teve isso a dizer:

 

“Eu estava tendo dificuldade em deixar o meu currículo com apenas 1 página e em o deixar com uma aparência profissional. O gerador de currículos da Zety me ajudou muito!”

 

Modelo de currículo de vigilante

João Carlos Silva

joao.carlos.silva@email.com.br

(XX) 99999-9999

linkedin.com/in/jcarlossilva

 

Vigilante determinado recém-formado no Curso de Vigilante X. Me formei com a nota mais alta da turma e sou faixa preta em jiu-jitsu e judô. Também trabalhei como instrutor de jiu-jitsu voluntário para crianças carentes na ONG X. Busco aplicar o que conheci sobre segurança no curso e combinar com as minhas habilidades de luta para proteger os clientes da Loja X.

 

Educação

 

Curso de vigilantes X (formado em janeiro de 2020)

  • Estudei todas as leis da profissão;
  • Treinei combate armado;
  • Fiz treinamento psicológico;
  • Me formei com a maior nota da turma;
  • Tive o melhor desempenho físico da turma.

 

Experiência como voluntário

 

Instrutor de jiu-jitsu

ONG X (Janeiro de 2017 até junho de 2019)

  • Treinei crianças carentes;
  • Organizei torneios;
  • Consegui patrocínios;
  • Aumentei o número de crianças em 30%.

 

Habilidades

 

  • Empatia, adquirida após trabalhar com crianças carentes;
  • Disciplina, adquirida após uma vida no mundo das lutas;
  • Foco, adquirida após treinamento psicológico no Curso de vigilantes X;
  • Combate com pistolas e fuzis, adquirida no Curso de vigilantes X;
  • Combate com armas não-letais, adquirida no Curso de vigilantes X.

 

Informações adicionais

 

  • Habilidades intermediárias em karate;
  • Inglês intermediário.

 

1. Escolha um formato para seu currículo de vigilante

 

Ter reações rápidas é fundamental para um vigilante. O recrutador também reage rápido à ameaças, mas de uma forma diferente. Ele descarta um currículo em menos de 10 segundos. Para impedir que o seu seja abatido, siga essas dicas:

  • Use uma fonte legível, como Arial, Cambria ou Garamond;
  • Use tamanho 11;
  • Use margens 2,5;
  • Separe as diversas seções do seu currículo deixando o título delas em negrito e ligeiramente maior do que o resto do texto. Tamanho 14 é bom;
  • Comece com a sua conquista mais recente e vá voltando no tempo;
  • Se você tem pouca experiência profissional, coloque a sua educação em primeiro lugar. Se você tem muita experiência, coloque ela em destaque;
  • Limite-se a uma página;
  • No cabeçalho, coloque apenas seu nome, informação para contato e o LinkedIn;
  • Salve seu currículo em PDF, mas mantenha uma cópia em Word também.

Dica valiosa: praticidade e eficiência são duas coisas fundamentais na sua profissão. Para saber mais sobre como fazer um currículo que reflete esses valores, leia o guia Como fazer um curriculo simples.

Formatar o seu currículo de vigilante desta forma é basicamente um colete a prova de balas que protege ele de ser abatido pelo recrutador.

 

Quer ler uma análise mais aprofundada sobre o que colocar no currículo? Leia o guia O que colocar no currículo.

 

2. Crie um objetivo de currículo ou um resumo profissional para o seu currículo de vigilante

 

Lembra de todas as vezes que te recomendaram o livroA arte da guerra de Sun Tzu? Nele, o autor discute a importância de causar uma primeira impressão forte que intimida uma potencial ameaça. Aplique essa mentalidade no seu currículo.

 

Escreva um pequeno parágrafo no início do documento que te apresenta para o recrutador. Essa é a chance de causar uma primeira impressão forte e mostrar que mexer com você é uma péssima ideia. Mas, a sua abordagem deve mudar com o seu nível de experiência.

 

Escreva um resumo profissional se você tem mais de 2 anos de experiência:

  • Comece criando um documento com os seus pontos mais fortes;
  • Escreva um texto com 3 ou 4 que estejam incluídos no anúncio da vaga.

 

Escreva um objetivo de currículo se você tem pouca experiência profissional:

  • Pense em tudo o que você aprendeu com a sua educação;
  • Liste as suas habilidades e como você pode contribuir para a empresa.

Dica valiosa: Evite frases intercaladas. Elas podem deixar o texto confuso. Para facilitar a sua vida, leia o guia Frases para currículo.

Apenas tome cuidado para não acabar escrevendo um texto no qual você fica se vangloriando ou fazendo promessas vazias. Lembre-se do ensinamento de um mestre:

Se exibir é a idéia que um tolo faz sobre a glória.

 

Os recrutadores também odeiam isso. Foque em mostrar os fatos. Deixe o recrutador chegar em uma conclusão sozinho.

 

Para mais informações sobre como escrever o objetivo do currículo, leia o guia O que colocar no objetivo do currículo.

 

3. Crie uma seção de experiência no currículo de vigilante

 

Existem algumas coisas que não dá para ensinar. Você vai aprendendo com o tempo. Como perfilar o público, como defusar uma situação, como escolher entre força e diplomacia e coisas do tipo. Por isso, compartilhar a sua experiência é fundamental para mostrar o seu valor ao recrutador. É só seguir essas dicas:

  • Em cada experiência, coloque o seu cargo, o nome da empresa as datas de trabalho e 6 bullet points descrevendo as suas conquistas;
  • Comece cada bullet point com um verbo de ação;
  • Na hora de listar as conquistas, use números.

 

Desta forma, você usa o seu passado para mostrar ao recrutador o que você pode contribuir para o futuro.

 

Para ler mais sobre como colocar a experiência profissional no currículo de vigilante, leia o guia Como colocar a experiência no currículo.

 

4. Educação no currículo de vigilante

 

Estudar, planejar e executar. Esses são os 3 passos básicos para abordar um alvo. Lembre-se do primeiro: estudar. É importante mostrar para o recrutador que você tem o cérebro afiado necessário para tomar decisões. Uma boa forma de fazer isso é demonstrar a qualidade da sua educação. Para fazer isso, coloque essas informações:

  • Nome do curso e do grau conferido (se for o caso);
  • Nome da instituição;
  • Data de conclusão;
  • Data de início.

 

Caso você tenha pouca experiência profissional, você precisa enfatizar ao máximo o seu ponto mais forte: a educação. Por isso, escreva um pouco mais.

  • Carga horária;
  • Notas (caso elas sejam MUITO altas);
  • Matérias relevantes;
  • Matérias optativas;
  • Trabalho de conclusão de curso (se aplicável).

Dica valiosa: se você está pensando em fazer um curso de vigilante, certifique-se que o curso é reconhecido pela Polícia Federal.

Colocando a sua educação desta forma, você mostra para o recrutador que você é a combinação perfeita entre corpo e mente que vai garantir a segurança de qualquer lugar.

 

Mantenha em mente que você também pode colocar no currículo de vigilante cursos em andamento. Para aprender como, leia o guia Como colocar cursos em andamento no currículo.

 

5. Destaque habilidades no currículo para vigilante que provam o seu valor

 

Trabalhando como vigilante, você precisa estar preparado para lidar com todo o tipo de gente e resolver qualquer tipo de situação. As suas habilidades são vitais para o seu sucesso. Para mostrar ao recrutador tudo o que você tem a oferecer, siga esses passos:

  • Veja quais são mencionadas na descrição da vaga. Liste elas no seu currículo;
  • Mencione também as suas habilidades nas outras seções do currículo.

Dica valiosa: como vigilante, talvez você precise interagir com várias pessoas. Por isso, é fundamental colocar no currículo habilidades que reflitam isso.

Ao fazer um currículo com o gerador de currículos da Zety, você só precisa arrastar e soltar os elementos que desejar (habilidades, experiências...). Existe até um corretor ortográfico para deixar seu currículo perfeito.

Ao terminar, o gerador de currículos da Zety avaliará o seu currículo e te dirá o que você precisa corrigir para fazer um currículo ainda melhor.

Mas, se quiser uma análise aprofundada de como colocar as suas habilidades no currículo de vigilante, leia o nosso guia Competências e habilidades no currículo.

 

6. Seções adicionais podem fazer a diferença no seu currículo de vigilante

 

É triste, mas é verdade. Com a violência crescente no Brasil, o número de vigilantes também aumenta, chegando a ser até 5 vezes maior do que o exército brasileiro. Com tanta concorrência, é fundamental mostrar que você não é apenas mais um na multidão. Faça isso ao colocar algumas seções extra no currículo:

  • Tipos de luta dominados;
  • Workshops;
  • Tipos de arma com que tem experiência;
  • Certificações;
  • Premiações em torneio de luta (ou algo relacionado);
  • Idiomas;
  • Interesses e hobbies.

Dica valiosa: dominar o inglês é fundamental para avançar a sua carreira. Um vigilante de grandes empresas, protegendo clientes internacionais, pode ganhar um salário de até R$20.000,00.

Para uma análise mais aprofundada de como colocar seções extras no currículo, leia o nosso guia Como colocar informações adicionais no currículo.

 

7. Inclua uma carta de apresentação no currículo de vigilante

 

É fundamental estabelecer uma relação de confiança com o seu cliente. A vida dele depende de você, afinal. Uma boa forma de demonstrar para o recrutador que você consegue criar este vínculo é com uma carta de apresentação.

 

Ela é um documento que acompanha o seu currículo de vigilante. Ela te apresenta para o recrutador de uma maneira mais pessoal. Escrever uma carta não é difícil. Basta seguir essas dicas:

  • Se possível, use o mesmo formato usado no currículo;
  • Personalize o texto para a vaga pretendida;
  • Três parágrafos é o tamanho recomendado para uma carta de apresentação;
  • No primeiro parágrafo, apresente-se para o recrutador. No segundo, reconheça as necessidades da empresa e como você pretende supri-las. No terceiro, encerre com um call to action.

Dica valiosa: erros de português são uma forma segura de ter o seu currículo descartado. Para impedir que isso ocorra, estude os erros de português mais frequentes e veja como não cometê-los.

Com essas dicas, o recrutador pensará que você não é apenas um mestre do combate, mas também das palavras, digno de ser protagonista do próximo Tropa de Elite.

 

Se você quiser aprender mais sobre a arte de escrever uma boa carta de apresentação, leia o guia Como fazer uma carta de apresentação para emprego

 

8. Como enviar um currículo de vigilante para a empresa

 

Ter o sangue frio para abordar uma pessoa suspeita na multidão é algo normal para você. Mas, saber como abordar a empresa é algo fora do seu treinamento. Mas, para mandar o currículo de vigilante para e empresa, basta seguir essas dicas:

  • Escreva um assunto chamativo com a seguinte fórmula: nome da profissão + algo que te destaca + verbo de ação + nome da vaga;
  • Divida o email em 3 parágrafos. No primeiro, apresente-se. No segundo, descreva o valor que pretende agregar. No terceiro, diga que está animado para uma entrevista;
  • Adicione uma assinatura;
  • Coloque a sua carta de apresentação e currículo de vigilante em anexo;
  • Personalize o texto para a descrição da vaga pretendida. 

Dica valiosa: uma das principais características de um vigilante é a seriedade. Por isso, evite a informalidade na hora de escrever o seu email.

Na hora de escrever, lembre-se de quando você treinava luta. O seu mestre sempre usava frases curtas e diretas. Foi bem eficaz, não foi? Faça o mesmo na hora de escrever. Pode não ser um texto que vai ganhar prêmios, mas vai entregar a informação.

 

Para uma análise mais detalhada sobre como enviar o currículo de vigilante por email, leia o guia Como enviar o currículo por email.

 

Pronto. Agora você está preparado para conseguir a oportunidade de fazer aquilo que você faz de melhor: proteger a vida dos outros.

 

Caso tenha alguma dúvida, deixe seu comentário na seção abaixo!

Avalie meu artigo: curriculo vigilante
Média: 4.57 (7 votos)
Obrigado por votar
Caio Sampaio
Caio é um especialista em carreira e construção de currículos. Ele escreve sobre vários assuntos no mundo do recrutamento. No tempo livre, ele lê livros, assiste filmes, joga vídeo game e mantem-se atualizado sobre o universo laboral. Tendo experiência com teatro, cinema e vídeo games, ele busca usar técnicas dessas indústrias criativas para criar currículos mais interessantes e atraentes.

Artigos Similares