Dicas para currículo de vendedor: como fazer e modelo pronto

Dicas para currículo de vendedor: como fazer e modelo pronto

Uma vaga de emprego é um cliente que entrou na sua loja, e seu currículo é a maneira como você o abordará. Seguindo este guia você verá como criar um currículo de vendedor ideal.

O curriculum vitae é, em sua essência, um panfleto de vendas. O objetivo do currículo de vendedor deve ser convencer o leitor — que no caso é o recrutador — a comprar o produto à venda: você.

 

Portanto, você já está saindo com certa vantagem. Não há profissional mais apto a criar um bom currículo do que um vendedor.

 

Neste guia você aprenderá a fazer um currículo de vendedor que fará o recrutador comprar o produto, e não apenas dizer “estou só olhando”. Não importa se a vaga é para vendedor de loja, representante de vendas ou é seu primeiro emprego na área, vamos te ajudar.

 

Quer poupar tempo e fazer o seu currículo em 5 minutos? Experimente o nosso gerador de currículos online. Ele é rápido, fácil, conveniente e 100% personalizável. Escolha dentre 18 modelos de currículos profissionais para preencher.

 

modelo de curriculo

Modelo de currículo criado pelo nosso gerador de currículos. Descubra nosso criador de currículos.

Um dos nossos usuários, Nicolas, teve isso a dizer:

 

“Eu estava tendo dificuldade em deixar o meu currículo com apenas 1 página e em o deixar com uma aparência profissional. O gerador de currículos da Zety me ajudou muito!”

 

Criar o meu currículo agora

 

Veja abaixo um exemplo de como um currículo para vendedor ficará se feito usando este guia:

 

Modelo de currículo para vendedor

 

João Girard

Representante de vendas júnior

(99) 99999-9999

joao_girard@email.com.br

linkedin.com/in/joaogirard

 

Resumo profissional

 

Proativo e ótimo comunicador, com mais de 3 anos de experiência em vendas, fui capaz de contribuir para o aumento de 15% na satisfação dos clientes do meu emprego atual, no qual minha equipe bateu o recorde de vendas. Adoraria ter a oportunidade de trabalhar como representante de vendas júnior da União Química Farmacêutica Nacional, onde acredito que meu contínuo desenvolvimento como negociador será valioso.

 

Experiência

 

Vendedor de loja

Adidas, Curitiba, PR

2019 — presente

  • Contribui para aumentar a satisfação dos clientes em 15%;
  • Bati o recorde de vendas, com meu time, durante a alta temporada — 7% maior que o recorde anterior;
  • Guiei centenas de clientes pela loja e os ajudei a encontrar o produto certo para eles;
  • Recebi ótimos feedbacks da equipe — 85% de satisfação na pesquisa interna.

 

Caixa de loja

Zara, Curitiba, PR

2017–2018

  • Diminui a margem de erros de fechamento do caixa em 20%;
  • Fui avaliado com nota 6 de 6 pela gerência.

 

Formação acadêmica

 

Bacharelado em Administração — cursando

PUCPR, Curitiba, PR

Conclusão prevista: 2021

 

Colegial

Colégio X — Curitiba, PR

2017

 

Habilidades

 

  • SalesForce;
  • Pipedrive;
  • Inglês avançado (nota 95/120 no TOEFL);
  • Negociação;
  • Trabalho em equipe;
  • Ótima comunicação;
  • Proatividade.

 

Informações adicionais

 

  • Curso de Negociação — SEBRAE, 2018;
  • Voluntário em casas de idosos por dois anos;
  • Disponível para começar imediatamente e trabalhar aos sábados.

 

Vamos fazer um currículo com essa cara. Ao ler o artigo você pode checar esse exemplo caso queira ver como algo vai ficar.

 

1. Formatando seu currículo de vendedor

 

Como já dito, o CV é uma propaganda, e como em qualquer panfleto deve-se assumir que o leitor olhará para o documento por pouco tempo, a não ser que consigamos prender sua atenção (e no caso dos CVs isso é mais que verdade).

 

Por isso, vamos juntos formatar seu currículo de maneira que:

  1. Torne o documento agradável de ler;
  2. Destaque as informações mais importantes.

 

Para tornar o documento agradável de ser lido, siga as dicas abaixo:

  • Use apenas uma ou duas fontes sérias e profissionais;
  • Use o espaço em branco para criar um documento não intimidador;
  • Deixe margens iguais nos dois lados;
  • Envie seu currículo em PDF, para garantir que ele não vai desformatar;
  • Tente colocar tudo em uma só página. Se não der, não passe de duas;
  • Use as seções que os recrutadores estão acostumados a ver. Elas são, nessa ordem:
    • Cabeçalho;
    • Introdução;
    • Experiência;
    • Educação;
    • Habilidades;
    • Seções extras.

 

Para destacar as informações mais importantes do currículo, use essas técnicas:

  • Faça um cabeçalho simples, apenas com seu nome completo, posição desejada e informação para contato;
  • Comece seu currículo com um perfil profissional, pois é o que gostaríamos que o recrutador lesse primeiro. Vamos fazer esse perfil daqui a pouco.
  • Logo abaixo desse perfil profissional, coloque a experiência de trabalho, já que é o que os recrutadores consideram ser o mais importante.
  • Liste seus dados em cada seção começando pelo mais recente. Isso, claro, assumindo que as experiências mais recentes foram as mais importantes da sua carreira.

 

Seguindo essas dicas, e esse guia em geral, você estará fazendo um currículo cronológico inverso, que é o tipo de currículo mais usado no mercado.

 

Existem outros tipos de currículos, mas esse é facilmente lido pelos recrutadores e analisado por softwares de seleção. Queremos facilitar para eles, certo? O cliente recrutador sempre tem razão.

 

Se quiser se aprofundar nesse tema, leia nosso artigo detalhado sobre formatação:Como formatar seu currículo.

 

Uma alternativa a tudo isso é usar o gerador de currículos da Zety, que formata tudo para você, ordena a informação na ordem perfeita e ainda te dá dicas de como preencher cada seção. (Ei, eu também sou vendedor).

 

2. Faça um objetivo do currículo ou resumo profissional como introdução

 

Imagine-se entrando em um elevador e dando de cara com o CEO da empresa que você sempre sonhou em trabalhar. É a oportunidade de convencê-lo que você tem o que é preciso para ser parte de sua equipe. Mas você só tem cinco andares até o térreo.

 

Como vendedor, imagino que você conheça esse conceito de “elevator pitch”. A introdução do seu currículo deve ser exatamente isso: um parágrafo para vender seu peixe.

 

Esse parágrafo tem diversos nomes, mas é basicamente um perfil profissional do candidato. Costuma-se chamá-lo de objetivo do currículo quando o candidato nunca trabalhou e foca no que quer alcançar, e resumo profissional quando o candidato foca na sua experiência. O importante é convencer o empregador de que você pode ajudá-lo.

 

Colocaremos o perfil no topo do seu currículo, como mencionado no capítulo passado, na esperança de que um recrutador com pouco tempo nas mãos leia ele primeiro e se convença a ler o resto do documento. 

 

Algumas técnicas para criar o seu resumo ou objetivo do currículo de vendedor:

  • Inclua apenas os dados mais importantes. O que você quer que o recrutador saiba logo de cara.
  • Escreva no final, depois de criar o currículo inteiro. Isso vai te dar mais clareza de quais são os pontos mais importantes.
  • Inclua apenas três ou quatro frases, em apenas um parágrafo.
  • Tente misturar habilidades e conquistas profissionais.
  • Sempre — sempre! — pense no que o recrutador quer. Faça um perfil personalizado para a vaga em questão. Não tenha medo de pôr o nome da empresa no texto. 

 

Você é o vendedor e o produto, portanto não há ninguém melhor que você para criar um pitch perfeito. Porém, caso queira se basear em algo e precise de inspiração, criamos uma fórmula simples que pode ser modificada como você bem entender:

 

Adjetivo + título da posição + anos de experiência + conquistas + habilidades + como você pode ajudar o empregador.

 

Assim como em todas as seções desse artigo, você pode voltar ao exemplo lá em cima se quiser ver como poderia ficar. Se quiser ver mais exemplos ou precisar de mais inspiração, temos um artigo voltado para isso: Como fazer seu perfil profissional.

 

Ao fazer um currículo com o gerador de currículos da Zety, você só precisa arrastar e soltar os elementos que desejar (habilidades, experiências...). Existe até um corretor ortográfico para deixar seu currículo perfeito.

Ao terminar, o gerador de currículos da Zety avaliará o seu currículo e te dirá o que você precisa corrigir para fazer um currículo ainda melhor.

3. Liste sua experiência como vendedor

 

Dos aspectos de um produto, um vendedor de loja daria ênfase naquilo que o cliente considera mais importante, certo? O seu público-alvo são os recrutadores, e o que eles consideram mais importante é a experiência de trabalho. Principalmente em um currículo de vendedor ou vendedora.

 

Faça dessa a maior seção do seu currículo, e capriche.

 

Não tem experiência? Calma, você não perdeu a venda ainda. Veja como contornar essa situação escrevendo um currículo sem experiência.

 

Existe uma oportunidade de venda perdida na seção de experiência da maior parte dos currículos. O dono da loja, ou de qualquer empresa que você queira trabalhar, tem que ser convencido de que você é um bom vendedor, mas a maioria dos candidatos apenas lista suas responsabilidades.

 

O problema é que responsabilidades em empregos não provam nada. Tem muito vendedor ruim por aí, e adivinha só, a responsabilidade de todos é vender.

 

Por isso, em vez de listar apenas responsabilidade, foque nas suas conquistas. No exemplo de currículo lá em cima, foram listadas apenas conquistas, cada item começa com uma palavra de ação, e foram usados números para “provar” que aquele vendedor é bom. É a garantia que você dará para o recrutador.

 

Em cada experiência, liste:

  • Nome da instituição;
  • Título da posição;
  • Data de início e término;
  • Cerca de seis conquistas.

 

Quer garantir que sua experiência esteja bem representada no currículo? Leia nosso artigo: Experiência laboral no curriculum vitae.

 

4. Incluindo sua educação no currículo de vendedor

 

Quem diz que ser um bom vendedor é um dom e não pode ser aprendido está falando bobagem — porém — é mais fácil provar seu talento em vendas usando suas conquistas em trabalhos anteriores do que com cursos feitos.

 

Portanto, caso você já tenha certo tempo no mercado, liste sua educação de maneira básica, para não roubar a atenção do recrutador. Coloque apenas a graduação mais importante — mesmo que seja colegial ou uma faculdade incompleta. Para listar, inclua:

  • Nome da instituição;
  • Nome do curso;
  • Data de término.

 

Caso esteja começando a trabalhar agora, detalhe mais sua formação acadêmica. Você pode listar matérias relevantes, conquistas, entre outras coisas. Pode ser o fator de desempate com outro candidato.

 

Temos um guia voltado para isso que pode te ajudar: Como colocar a educação em um currículo.

 

5. Qualificações de um vendedor no currículo

 

Vendedores e vendedoras trabalham com pessoas, por isso é uma boa ideia colocar habilidades interpessoais no currículo. As chamadas “soft skills”, habilidades que computadores não podem aprender, são muito importantes nessa profissão.

 

O que não significa que você não deva incluir “hard skills”. Se você sabe mexer em um software de vendas, por exemplo, isso não pode ficar de fora do seu currículo.

 

E é claro, o mais importante: inclua apenas competências relevantes para a vaga em vendas.

 

Exemplos de habilidades para currículos de vendedores (soft skills)

 

  • Comunicação;
  • Organização;
  • Flexibilidade;
  • Negociação;
  • Vontade de aprender;
  • Proatividade;
  • Empatia;
  • Perseverança;
  • Ótima postura corporal;
  • Foco.

 

Exemplos de habilidades para currículos de vendedores (hard skills)

 

  • Idiomas;
  • Pacote Office;
  • SalesForce;
  • Clientar;
  • Pipedrive;
  • Hubspot CRM;
  • Jeenga;
  • Salesforce;
  • Agendor;
  • Freshsales;
  • Rapportive.

 

Também é possível “provar” suas habilidades colocando coisas como notas e certificados ao lado de cada competência. Essa é outra seção que você deve caprichar se não tiver experiência em vendas. Quer ler mais a respeito? Veja nosso guia: Como colocar habilidades no currículo.

 

6. Inclua seções adicionais no seu currículo de vendedor

 

Um produto único vende mais. Os dados que você ainda quer colocar, mas não entraram até agora, podem ser incluídos em uma seção chamada “informações complementares” ou em diversas seções específicas, como “idiomas”, por exemplo.

 

Exemplos de informações adicionais para vendedores:

  • Prêmios;
  • Certificados;
  • Cursos;
  • Voluntariado.

 

Basicamente qualquer conquista adicional não relacionada com o trabalho ou educação. 

 

Não inclua coisas ruins. Se você tem algum horário complicado, gostaria de cumprir o aviso prévio do trabalho atual, ou qualquer coisa do tipo, guarde isso para a entrevista de emprego. Ao tentar vender um ralador de queijo você não comenta que ele vai destruir suas esponjas.

 

Caso esteja seguindo esse artigo para fazer seu CV, não esqueça de voltar para o passo 2 e fazer a introdução.

 

Veja uma lista extensa de possibilidades para colocar em seções extras do seu currículo em: Informações adicionais para curriculum vitae. 

 

O que poderia ser melhor que uma carta de apresentação que combina perfeitamente com seu currículo? Você pode criar sua carta de apresentação online aqui, usando o mesmo modelo do seu currículo. Os seus documentos podem ter esta aparência:

 

modelo de carta de apresentação

Veja mais modelos de cartas de apresentação e comece a escrever a sua

7. Envie uma carta de apresentação profissional com seu currículo

 

A não ser que a descrição da vaga especificamente te peça para não enviar uma carta de apresentação com seu currículo, enviá-la vai apenas aumentar suas chances de conseguir a entrevista.

 

Faça uma carta de apresentação personalizada para a vaga em questão, usando o nome da empresa no texto e, se possível, dirija-se ao recrutador pelo nome.

 

Essa é mais uma oportunidade de venda, e nisso você é especialista. O seu objetivo nesse documento deve ser fazer o recrutador ler seu currículo e também garantir uma boa primeira impressão.

 

Você vai aprender tudo o que precisa saber sobre cartas de apresentação no nosso artigo: Como escrever cartas de apresentação profissionais.

 

É isso. Seu currículo de vendedora ou vendedor está pronto.

 

Você tem alguma dica de como fazer um bom currículo de vendedor? Deixe um comentário abaixo!

Avalie meu artigo: curriculo vendedor
Média: 5 (1 votos)
Obrigado por votar
Bruno Bertachini
Bruno é um especialista em carreira da Zety comprometido em oferecer conselhos ocupacionais que agreguem valor a profissionais em todas as etapas de suas jornadas.

Artigos Similares