Português
Minha conta
Veja 10 passos para pedir demissão e entenda seus direitos

Veja 10 passos para pedir demissão e entenda seus direitos

Decidir deixar uma empresa nunca é fácil, mas o momento de buscar coisas melhores chegou. Veja como pedir demissão.

Mesmo que você tenha conseguido uma oportunidade melhor em outro lugar, é importante sair da sua empresa sem queimar nenhuma ponte. Afinal, o mundo dá voltas e você não sabe o dia de amanhã. Por isso, veja como pedir demissão.

 

Em menos de 5 minutos, você aprenderá:

 

  • Como pedir demissão;
  • Carta de demissão: modelo de carta de demissão;
  • Quanto vou receber se pedir demissão: calculadora;
  • Como pedir demissão por email;
  • Direitos de quem pede demissão.

 

Quer poupar tempo e fazer o seu currículo em 5 minutos? Experimente o nosso gerador de currículos online. Ele é rápido, fácil, conveniente e 100% personalizável. Escolha dentre 18 modelos de currículos profissionais para preencher.

 

Criar o meu currículo agora

 

modelo de curriculo

Modelo de currículo criado pelo nosso gerador de currículos. Descubra nosso criador de currículos.

Um dos nossos usuários, Nicolas, teve isso a dizer:

 

“Eu estava tendo dificuldade em deixar o meu currículo com apenas 1 página e em o deixar com uma aparência profissional. O gerador de currículos da Zety me ajudou muito!”

 

Você está prestes a começar uma nova jornada na sua carreira. Para te ajudar a desenvolver todo o seu potencial, você pode contar com o blog da Zety Brasil. Ele tem mais de 100 artigos que vão te preparar para todos os desafios. Por exemplo:

 

 

Como pedir demissão

 

  1. Pense bem sobre a decisão;
  2. Verifique o período de aviso prévio no seu contrato;
  3. Escreva uma carta de demissão;
  4. Informe o seu chefe primeiro;
  5. Marque uma reunião com o seu chefe;
  6. Seja direto e dê a notícia;
  7. Informe os motivos;
  8. Diga que foi um prazer trabalhar para esta empresa;
  9. Explique os projetos que você irá terminar antes de sua saída;
  10. Entregue a carta de demissão para o seu chefe, depois para o RH.

  

8 entre 10 profissionais pedem demissão por causa do chefe. Então, talvez você não esteja muito animado com a idéia de ter uma reunião com ele para discutir um assunto tão delicado. Por isso, veja uma explicação mais detalhada de cada ponto.

 

1. Pense bem sobre a decisão

 

Sair de uma empresa é uma decisão importante. Como tal, você precisa pensar com muito cuidado. Não saia por causa de algo temporário como uma desavença ou fato isolado. Não decida por impulso. Mas, veja uma lista de bons motivos para pedir demissão:

 

Os 5 motivos mais frequentes para pedir demissão segundo uma pesquisa do LinkedIn:

 

Pouco espaço para crescimento: se você sente que está preso no seu cargo e não tem a chance de adquirir novas habilidades ou conseguir uma promoção, então é melhor buscar oportunidades em outro lugar para não ficar estagnado.

 

Para ver as habilidades mais importantes, veja o guia Habilidades para currículo

 

Liderança ruim: ser chefe não se trata só de dar ordens e colher resultados. Um bom líder consegue motivar a equipe e projetar um plano de carreira para o crescimento dos colaboradores. Se você não vê isso no seu chefe, então pedir demissão pode ser bom.

 

Para ver mais sobre o que é um bom chefe, leia O guia completo da liderança

 

Cultura ruim: as empresas estão dando cada vez mais importância para a cultura. Se você percebe que a sua empresa tem uma cultura fechada, que não permite inovação ou que você se expresse, vale buscar oportunidades mais favoráveis em outro lugar.

 

Startups normalmente tem cultura de inovação. Leia Livros sobre empreendedorismo

 

Falta de desafio:de acordo com a teoria do fluxo, desafios são vitais para motivar uma pessoa. Se você está em um emprego que não te oferece desafios, é natural que você fique entediado. Se esse é o seu caso, busque desafios em outro lugar.

 

Salário ruim: é claro que ter desafios e uma boa cultura são elementos fundamentais. Mas, os seus boletos não se pagam sozinhos. Se você acha que o seu salário está abaixo do que você merece, vale buscar outra oportunidade.

 

Para saber mais sobre, leia Pretensão salarial no currículo

 

Qualquer um destes cinco fatores são perfeitamente válidos para que você venha a pedir demissão. Dedicamos mais tempo à este assunto em específico, pois ele é o mais importante. Depois que você tomar a decisão, não tem volta. Então é vital estar seguro.

 

Vamos assumir que depois de ler essas explicações, você ainda pretende ver como pedir demissão. Talvez o que você acabou de ler tenha colocado ainda mais lenha na fogueira. Se esse for o seu caso, veja como prosseguir em como pedir demissão.

 

2. Verifique o período de aviso prévio no seu contrato

 

Você não deve simplesmente chegar para o chefe, dar a notícia e sumir. Você precisa avisar com antecedência. Normalmente, o este prazo está escrito no contrato. Caso não esteja, é de 30 dias, de acordo com a lei nº 12.506

 

Agora que você tomou a decisão de pedir demissão e já sabe o tempo de aviso prévio que você deve cumprir, chegou o grande momento. Está na hora de dar o primeiro passo para pedir demissão. E ele começa com uma carta de demissão.

 

3. Escreva uma carta de demissão

 

Para formalizar a sua demissão da empresa, é obrigatório que você entregue uma carta oficializando o seu pedido de rescisão contratual. Escrever este documento é bem simples. Para ver como escrever uma carta de demissão, basta olhar a lista abaixo:

 

Cabeçalho: comece a carta de demissão da mesma forma que você começaria qualquer carta. Comece com dados pessoais, como nome, o local, a data e o seu email corporativo.

 

Vá direto ao ponto: deixe clara a sua intenção de sair da empresa. Informe que você pretende cumprir o aviso prévio e diga o último dia de trabalho.

 

Demonstre gratidão: no segundo parágrafo, agradeça pela oportunidade de melhorar a experiência profissional no currículo. Mencione alguma conquista que você teve.

 

Deseje o bem da empresa: encerre dizendo que você deseja o melhor para a empresa, os seus colaboradores e os colegas da sua equipe.

 

Assim como o seu currículo em PDF e o seu currículo em Word, salve a carta nestes formatos, para referência futura. Por fim, imprima três vias da carta e assine-as. E agora que você tem essa carta em mãos, está na hora de pedir demissão.

 

Para mais detalhes e para um modelo pronto, leia Modelo de carta de demissão

 

4. Informe ao seu chefe primeiro

 

É ótimo ter amigos no trabalho. Mas, mesmo que vocês acabem ficando melhores amigos, você não deve compartilhar com eles a suas intenções de sair da empresa. Lembre-se que as pessoas falam umas com as outras.

 

Sem querer, ou de propósito, a notícia de que você pretende pedir demissão pode acabar caindo nos ouvidos do seu chefe. Se ele descobrir as suas intenções por meio de terceiros, e não de você, isso vai pegar muito mal para o seu lado. Moral da história: bico calado.

 

5. Marque uma reunião com o seu chefe

 

Para aumentar as suas chances de ter uma conversa tranquila, o melhor é marcar uma reunião para pedir demissão. Não diga para o seu chefe que você quer pedir para sair. Se ele perguntar o motivo da reunião, diga que você quer discutir seu futuro na empresa. 

 

Para escrever um bom email pedindo a reunião, leia Como mandar um email profissional

 

6. Seja direto e dê a notícia

 

Nunca é fácil romper um relacionamento. Seja um namoro ou uma relação profissional. Nessa situação, a melhor coisa é ser direto e dar logo a notícia. Lembre-se que seu chefe é ocupado. Se ele pensar que você está jogando tempo fora, ele vai ficar de mal humor.

 

Ao fazer um currículo com o gerador de currículos da Zety, você só precisa arrastar e soltar os elementos que desejar (habilidades, experiências...). Existe até um corretor ortográfico para deixar seu currículo perfeito.

Ao terminar, o gerador de currículos da Zety avaliará o seu currículo e te dirá o que você precisa corrigir para fazer um currículo ainda melhor.

7. Informe os motivos

 

Não, você não é obrigado a dizer ao seu chefe o motivo da sua saída. Mas, caso você se importe em não manter o relacionamento profissional, é recomendado ter uma conversa com o seu chefe sobre o que te motivou a sua decisão.

 

Para mais dicas, leia Como colocar o motivo da demissão no currículo

 

8. Diga que foi um prazer trabalhar nesta empresa

 

Depois de dar a notícia, você precisa garantir que vai sair por cima. Por isso, diga o quão bom foi trabalhar na empresa. Afinal, mesmo que não tenha sido uma maravilha (você está saindo por um motivo), certamente há algo de positivo para salientar. Veja alguns exemplos:

 

  • Fale sobre as habilidades que você adquiriu;
  • Mencione brevemente alguma lição valiosa que você aprendeu;
  • Destaque algum projeto importante no qual você trabalhou;
  • Fale sobre alguma conquista impressionante.

 

9. Explique os projetos que você irá terminar antes de sua saída

 

No fim da conversa, informe que você irá cumprir o prazo do aviso prévio e informe sobre os projetos que você pretende completar antes de sua saída da empresa. E é bom você cumprir o prometido. Não pense que isso não importa só por que você vai sair da empresa.

 

10. Entregue a carta de demissão ao seu chefe e ao RH

 

Agora que já foi tudo conversado, diga ao seu chefe que você certamente aprendeu muito com a oportunidade e que você irá carregar as lições que você aprendeu nesta empresa para o resto da sua carreira. Neste momento, entregue a carta de demissão.

 

Agora você já falou o que tinha que falar e já fez o que tinha que fazer. Mas, como qualquer conversa, é uma via de mão dupla. Você falou, agora é hora de ouvir. Talvez o seu chefe não reaja muito bem à notícia. Perder um funcionário significa refazer o planejamento.

 

Se o seu chefe surtar, mantenha-se calmo. Lembre-se que nos próximos 30 dias, ele ainda é seu chefe. Diga que você compreende a reação e sugira continuar a conversa em outro momento. Mas, agora veja uma outra forma de pedir demissão.

 

Falando em carta, é bom dar uma lida no guia Carta de apresentação profissional

 

Como pedir demissão por email

 

Evite ao máximo pedir demissão por email. Conversas importantes sempre devem ser feitas pessoalmente. Mas, há casos em que isso não é possível. Talvez você precise pedir demissão urgentemente e seu chefe está viajando. Mesmo assim, você tem 2 alternativas:

  • Ligar por telefone;
  • Fazer uma vídeo conferência.

 

De qualquer forma, evite ao máximo pedir demissão por email. Mas, se por algum motivo essa é a única alternativa disponível, tudo bem. Veja as dicas abaixo e siga os seguintes passos. Veja abaixo uma lista de instruções de como pedir demissão por email:

 

  1. Escreva um título que deixa a sua intenção clara (“Pedido de demissão” por exemplo);
  2. No primeiro parágrafo, peça demissão e informe o prazo de aviso prévio;
  3. Ressalte que você vai terminar seus projetos atuais;
  4. Agradeça pela oportunidade e diga 1 ou 2 conquistas importantes;
  5. Coloque a sua assinatura.

 

Assim como na carta de demissão, você não é obrigado a revelar o motivo da sua demissão. É recomendado mencionar, mas não é obrigatório. De qualquer forma, agora está na hora pensar em outro ponto vital da sua demissão.

 

Agora é uma boa hora para ler também Como enviar currículo por email

 

Os direitos de quem pede demissão

 

É importante saber os direitos de quem pede demissão para garantir que a empresa irá cumprir todos os itens previstos pela lei brasileira e para garantir que nenhum centavo seja tirado do seu bolso. Basicamente, os seus direitos são:

 

Salário: se você pedir demissão no meio do mês, você tem direito de ser remunerado de maneira proporcional aos dias trabalhados. Por exemplo, se você trabalhou 10 dias, você tem direito à valor equivalente aos 10 dias.

 

13º salário: aqui, há uma regra semelhante. Você receberá o seu 13º salário de maneira proporcional aos meses trabalhados. Se você pediu demissão em Abril, você trabalhou 4 meses no ano, logo você recebe a fração 4/12 do total.

 

FGTS: Infelizmente, quem chega a pedir demissão não pode fazer o saque de maneira imediata. Você precisa esperar 3 anos para fazer isso. Além disso, você precisa completar 3 anos sem mexer no FGTS para sacar-lo. Sim, você precisa passar 3 anos desempregado. 

 

O que poderia ser melhor que uma carta de apresentação que combina perfeitamente com seu currículo? Você pode criar sua carta de apresentação online aqui, usando o mesmo modelo do seu currículo. Os seus documentos podem ter esta aparência:

 

modelo de carta de apresentação

Veja mais modelos de cartas de apresentação e comece a escrever a sua.

E o valor das férias?

 

Após sair da empresa, você pode receber dinheiro pelas suas férias, caso você não tenha as tirado ainda. Veja no seu contrato o período mínimo de trabalho antes de tirar férias e veja abaixo em qual situação você se encaixa:

 

Trabalhei mais de 1 ano e nunca tirei férias: neste caso, você tem direito a receber o dobro valor integral das férias + um terço!

 

Cumpri o tempo mínimo para tirar férias (trabalhando menos de um ano): você recebe o valor total as férias + um terço.

 

Não cumpri o tempo mínimo para férias: você recebe o valor proporcional. Por exemplo, se você trabalho metade do período necessário para férias, você recebe 50% + um terço.

Dica valiosa: se você quer saber exatamente qual a sua situação, você pode olhar uma calculadora online feita exatamente para isso. Clique AQUI para um exemplo.

E com isso, você está pronto para dar adeus à sua empresa. Caso você ainda não tenha um emprego garantido, vale dar uma olhada no guia Como fazer um currículo.

 

Leia também Dicas para entrevista de emprego

 

Revisão: como pedir demissão

 

O processo de tomada de decisões é difícil. E esta pode ter sido uma das escolhas mais difíceis da sua vida profissional. Mas, uma vez que a escolha foi feita, existe um processo bem claro para sair da sua empresa atual.

 

Veja abaixo, uma lista de instruções sobre como pedir demissão:

 

  1. Pense bem sobre a decisão;
  2. Verifique o período de aviso prévio no seu contrato;
  3. Escreva uma carta de demissão;
  4. Informe o seu chefe primeiro;
  5. Marque uma reunião com o seu chefe;
  6. Seja direto e dê a notícia;
  7. Informe os motivos;
  8. Diga que foi um prazer trabalhar para esta empresa;
  9. Explique os projetos que você irá terminar antes de sua saída;
  10. Entregue a carta de demissão para o seu chefe, depois para o RH.

  

Agora que você está livre, é impossível saber o que o seu futuro profissional reserva para você. Mas, você pode ter a certeza de que o blog da Zety Brasil está aqui para te ajudar em cada passo, com guias como estes:

 

  

Obrigado por ler o meu guia. Agora, eu gostaria de ouvir você:

 

  • Qual é o maior desafio na hora de pensar em como pedir demissão?
  • Qual a sua maior dificuldade?
  • Ainda há alguma dúvida?

 

Deixe um comentário abaixo e vamos conversar!

Avalie meu artigo: como pedir demissao
Média: 5 (3 votos)
Obrigado por votar
Caio Sampaio
Caio é um especialista em carreira e construção de currículos. Ele escreve sobre vários assuntos no mundo do recrutamento. No tempo livre, ele lê livros, assiste filmes, joga vídeo game e mantem-se atualizado sobre o universo laboral. Tendo experiência com teatro, cinema e vídeo games, ele busca usar técnicas dessas indústrias criativas para criar currículos mais interessantes e atraentes.

Artigos Similares