Currículo artístico: como fazer, exemplo + modelos (pdf e Word)

Currículo artístico: como fazer, exemplo + modelos (pdf e Word)

A arte se trata de criar fortes emoções. Mas, até em um campo tão subjetivo, você precisa de um currículo. Veja como fazer um currículo artístico.

Criar enxurrada de emoções

É isso que fazemos há gerações

Com palavras, imagens e vibrações

 

Uma das minhas mais fortes vocações

É criar obras que perduram que gerações

Mas este gélido mundo algema minhas criações

 

Preciso trabalhar para sustentar essas ambições

Para vender minha obra para corporações

Preciso demonstrar minhas realizações

 

Devo aprender a fazer um currículo

Que sustente minhas ambições

Criar enxurrada de emoções

 

Neste guia, você verá como fazer um currículo artístico. Como sempre é bom expandir o repertório, você também verá conceitos de várias indústrias criativas que podem ser usados no currículo. Também citamos livros que recomendamos e personalidades para seguir. 

 

Em 5 minutos, você aprenderá como fazer um currículo tão bom quanto esse abaixo. 

 

Quer poupar tempo e fazer o seu currículo em 5 minutos? Experimente o nosso gerador de currículos online. Ele é rápido, fácil, conveniente e 100% personalizável. Escolha dentre 18 modelos de currículos profissionais para preencher.

 

modelo de curriculo

Modelo de currículo criado pelo nosso gerador de currículos. Descubra nosso criador de currículos.

Um dos nossos usuários, Nicolas, teve isso a dizer:

 

“Eu estava tendo dificuldade em deixar o meu currículo com apenas 1 página e em o deixar com uma aparência profissional. O gerador de currículos da Zety me ajudou muito!”

 

Criar o meu currículo agora

 

Modelo de currículo artístico (versão em texto)

 

Pedro Sousa da Cunha

pedro.sousa.cunha@email.com.br

(XX) 99999-9999

linkedin.com/in/psousacunha

 

Ator bilíngue e ousado com 10 anos de experiência. Iniciando a minha carreira aos 15 anos, já atuei como protagonista em diversas mídias, incluindo filmes, comerciais de televisão e vídeos no YouTube. Nesta última oportunidade, os vídeos em que participei tiveram um aumento de 35% na quantidade de visualizações. Com uma atuação focada nas emoções, eu quero trazer a melhor performance para os espectadores da sua minissérie.

 

Experiência profissional

 

Ator freelancer (2010 até o presente)

Exemplo de trabalhos:

  • Protagonista na minissérie X;
  • Dublador na animação Y;
  • Protagonista na curta metragem X;
  • Narrador no documentário online X.

Principais conquistas:

  • Vencedor do prêmio X de melhor atuação em curta metragens.

 

Educação

 

Bacharelado em cinema

Universidade X (junho de 2018)

  • Estudei técnicas avançadas de edição de vídeo;
  • Desenvolvi roteiros cinematográficos;
  • Criei uma mini série que alcançou 250.000 visualizações no YouTube;
  • Venci o concurso de 2017 de escrita criativa da Universidade X.

 

Habilidades

 

  • Improviso, adquirida após trabalhar com teatro;
  • Storyboarding, adquirida após fazer um curso na Escola X;
  • Edição de áudio, adquirida na graduação de cinema da Universidade X;
  • Oratória, adquirida após realizar palestras;
  • Empatia, adquirida após toda uma vida criando emoções.

 

Informações adicionais

 

  • Inglês fluente (com certificação internacional da Universidade de Michigan);
  • Palestrante sobre storytelling no Evento X e no Congresso Y.

 

Para criar um currículo tão bom quanto este, você lerá os seguintes capítulos:

 

  1. O que torna um currículo “artístico”?
  2. Escolha um formato para o seu currículo artístico
  3. Crie um objetivo de currículo ou um resumo profissional para o currículo artístico
  4. Crie uma seção de experiência no currículo artístico
  5. Educação no currículo artístico
  6. Destaque habilidades no currículo artístico que provam o seu valor
  7. Seções adicionais podem fazer a diferença no seu currículo artístico
  8. Inclua uma carta de apresentação no seu currículo artístico
  9. Modelos prontos de currículo artístico para editar

 

Agora, vamos abrir as cortinas. O show vai começar.

 

1. O que torna um currículo “artístico?”

 

É importante responder antes de continuar. Afinal, como diz o designer americano Chris Crawford, se você não sabe para onde ir, você não chegará lá. Pense no seguinte:

 

Um currículo conta uma história

 

Podemos comparar o currículo ao storytelling. De acordo com Jonathan Gottschall em The Storytelling Animal, as boas histórias têm várias características, mas destacamos 2:

  • Ensinam algo;
  • Demonstram a personalidade e visão de mundo do autor.

 

Portanto, um currículo artístico deve:

  • Informar;
  • Demonstrar a sua personalidade.

 

Com isso em mente, este guia vai te mostrar como criar um currículo artístico.

 

Para ver outros tipos de currículo, leia o guia Tipos de currículo.

 

2. Escolha um formato para seu currículo artístico

 

Lembra de quando você viu a Guernica de Picasso? Ela parece uma bagunça, mas quanto mais você observa, mais detalhes percebe. As coisas são diferentes com um currículo. 

 

Uma vaga de emprego recebe cerca de 250 candidatos. Por isso, o recrutador pode descartar um currículo em menos de 10 segundos. Veja como impedir isso de ocorrer.

 

Formatação para o currículo artístico

 

Assim como existem regras universais no mundo da arte, como a estrutura de 3 atos de Aristóteles, existem regras de como deixar o seu currículo organizado: 

  • Escolha uma boa fonte para currículo legível, como Arial, Cambria ou Garamond;
  • Use tamanho 11;
  • Use margens 2,5;
  • Deixe o título das seções em negrito e em Tamanho 14.

 

Dicas extras para formatar o currículo artístico

 

  • No teatro há ab ovo, que é quando uma história começa no nascimento do protagonista. Faça o oposto. Comece com o mais recente e vá voltando no tempo;
  • Pense no currículo como um design modular. Você pode trocar as peças de ordem. Se você acha que a sua educação vale mais que sua experiência, coloque-a primeiro;
  • No cabeçalho, coloque apenas seu nome, vaga desejada e informação para contato, incluindo o seu portfólio e LinkedIn. Só inclua pretensão salarial se for pedido;
  • Não é recomendado usar um currículo com foto. Empresas temem a lei 9.029/95
  • Salve seu currículo em PDF, mas também tenha o currículo em Word (doc).

Dica valiosa: se a vaga pede uma foto, pense no que dizem Frank Thomas e Ollie Johnson em The Illusion of Life. Tome cuidado com a forma que você olha para a câmera. Boa parte da comunicação não verbal é feita pelos olhos. 

Formatando desta maneira, o recrutador vai criar uma “quebra reversa da quarta parede,” pois ele, o público, vai querer entrar em contato com você, o protagonista dessa história.

 

Para uma análise sobre formatação de currículos, leia o nosso guia Formato de currículos.

 

Ao fazer um currículo com o gerador de currículos da Zety, você só precisa arrastar e soltar os elementos que desejar (habilidades, experiências...). Existe até um corretor ortográfico para deixar seu currículo perfeito.

Ao terminar, o gerador de currículos da Zety avaliará o seu currículo e te dirá o que você precisa corrigir para fazer um currículo ainda melhor.

3. Crie um objetivo de currículo ou um resumo profissional para o currículo artístico

 

É fundamental sempre começar o currículo artístico com um pequeno texto que te apresenta para o recrutador. Escolha a abordagem certa.

 

Escreva um resumo profissional se você tem mais de 2 anos de experiência:

  • Comece criando um documento com os seus pontos mais fortes;
  • Escreva um texto com 3 ou 4 pontos que estejam incluídos no anúncio da vaga.

 

Escreva um objetivo de currículo se você tem pouca experiência profissional:

  • Pense em tudo o que você aprendeu com a sua educação;
  • Liste as suas habilidades e como você pode contribuir para a empresa.

Dica valiosa: Não faça promessas vazias. Pense no que Andrew Stanton diz no seu TED Talk. Apenas dê a informação para o público e deixe que ele tire a própria conclusão.

Siga as dicas que Robert McKee dá no livro Story. Escreva frases curtas, mas de impacto. 

 

Para mais detalhes sobre o assunto, leia O que colocar no objetivo do currículo ou O que colocar no resumo profissional, dependendo do seu caso.

 

4. Crie uma seção de experiência no currículo artístico

 

Todo ator tem experiência com improviso, mas na hora de colocar a sua experiência profissional no currículo artístico, é melhor não improvisar. Por isso, siga este script:

  • Coloque o seu cargo, nome da empresa, as datas de trabalho e 6 bullet points;
  • Comece cada bullet point com um verbo de ação;
  • Na hora de listar as conquistas, tente focar em coisas que são quantificáveis.

Dica valiosa: se uma obra sua recebeu uma ótima avaliação de alguma personalidade ou publicação, vale mencionar isso como uma conquista! Testemunhos ajudam bastante.

Mas, cuidado para não exagerar. Siga o conceito de design por subtração do designer japonês Fumito Ueda. O que não ajudar a persuadir o recrutador deve ser descartado.

 

Para saber mais sobre o assunto, leia o guia Como colocar a experiência no currículo.

 

5. Educação no currículo artístico

 

Se o design gráfico é a sua arte, você deve lembrar-se de quando você ignorava regras como a proporção áurea e a regra dos terços. Você progrediu muito ao longo dos anos e a sua educação foi vital para isso. Para colocar a formação no currículo artístico, siga este molde:

  • Nome do curso e do grau conferido (se for o caso);
  • Nome da instituição;
  • Data de conclusão;
  • Data de início.

 

Se você tem pouca experiência profissional, escreva um pouco mais.

  • Carga horária;
  • Notas (caso elas sejam MUITO altas);
  • Matérias relevantes;
  • Matérias optativas;
  • Trabalho de conclusão de curso.

Dica valiosa: na hora de escrever, evite o uso de frases intercaladas. Elas deixam o texto confuso. Use orações simples. 

Vendo o progresso que você fez, o recrutador verá você como um caso do mundo real da jornada do herói detalhada por Joseph Campbell no livro O herói de mil faces

 

Coloque também cursos que você ainda cursa. Leia: Colocando cursos em andamento.

 

6. Destaque habilidades no currículo artístico que provam o seu valor

 

Diz John Truby no livro The Anatomy of Story que o protagonista não pode ser perfeito, se não a história fica chata. Esqueça isso. Mostre que você é perfeito para a vaga:

  • Veja quais são mencionadas na descrição da vaga. Liste elas no seu currículo;
  • Mencione também as suas habilidades nas outras seções do currículo.

Dica valiosa: de acordo com Jesse Schell, experiências interativas são o futuro da arte. Se você quiser sair na frente, vá em sites como Coursera e Edx e veja cursos sobre o assunto.

 

Colocando suas qualidades no currículo artístico desta forma, o recrutador vai ficar uma cara tipo O Grito de Edvard Munch. Ok, não exageremos, mas ele ficará impressionado.

 

Para ver as habilidades que estão em alta no mercado, leia Competências no currículo.

 

7. Seções adicionais podem fazer a diferença no seu currículo artístico

 

Entraram para a história. É isso o que podemos dizer de muitas obras do pós-impressionismo, como A Noite Estrelada de van Gogh. Crie algo que também será memorável ao adicionar algumas seções no currículo artístico:

Dica valiosa: Como disse Marshall McLuhan em O meio é a mensagem, é fundamental saber extrair o potencial do meio. Se você enviar o currículo por email, use hyperlinks

Tome cuidado para não se repetir. Repetição é boa para um arquiteto querendo fazer art déco ou um músico querendo usar um leitmotiv, mas não funciona no currículo.

 

Para uma análise aprofundada, leia Como colocar informações adicionais no currículo.

 

8. Inclua uma carta de apresentação no seu currículo artístico

 

Pense nas dicas atribuídas a Shigeru Miyamoto. Um projeto feito com pressa é ruim para sempre. Um feito com cautela uma hora torna-se bom. Vale escrever mais.

 

O que é uma carta de apresentação? Basicamente, ela é um documento no qual você se apresenta de maneira mais pessoal para o recrutador. Nela, escreva o seguinte:

  • Primeiro parágrafo: apresente-se para o recrutador;
  • Segundo parágrafo: reconheça as necessidades da empresa e como você pretende surpri-las;
  • Terceiro parágrafo: encerre com um call to action, diga que anseia pela oportunidade de discutir suas ideias em uma entrevista, ou algo semelhante.

 

Dicas extras para escrever a carta de apresentação no currículo artístico

 

  • Se possível, use o mesmo formato usado no currículo;
  • Personalize o texto para a vaga pretendida;
  • Evite coisas como a anástrofe, também conhecida como a forma que o Mestre Yoda fala. Se isso você fizer, rejeitado seu currículo será;
  • Siga a dica de Ken Levine. Escreva da maneira mais breve possível;
  • Quando terminar, salve a sua carta de apresentação modelo em PDF.

Dica valiosa: Como disse Albert Einstein, o segredo da criatividade é não revelar as suas fontes. Tem bloqueio de escritor? Busque inspiração! Leia o guia Frases para currículo

Provavelmente a sua carta de apresentação não será um texto imortal como a Poética de Aristóteles, mas deixaria até um crítico como Roger Ebert satisfeito.

 

Para mais dicas, leia o guia Como fazer uma carta de apresentação para emprego

 

9. Modelos prontos de currículo artístico para editar

 

Acalme-se. Você é criativo, mas não é problema nenhum buscar um modelo pronto. Austin Kleon diz no livro Roube como um artista, que a criatividade não se trata de criar, mas sim de combinar ideias diferentes. Por isso, Murilo Gun defende a ideia de “combinatividade.”

 

Veja modelos prontos que você pode editar para combinar com as suas próprias ideias.

 

Iconic

 

 

Este modelo de currículo artístico pode parecer simples, mas ele oferece possibilidades interessantes para um visual único, pelo fato dele possuir tanto espaço em branco. Inspire-se na dica da designer Linnea Harrison. “Gosto de usar cores chamativas em superfícies brancas, criando um visual quente e único.” Fonte: 80 LV.

 

Minimo

 

 

Se você gosta de arte minimalista, então este é um modelo de currículo artístico para você. Ele possui poucos elementos visuais, mas agrupa bem a informação, usando a Gestalt, deixando o documento bem organizado. Menos é mais com este modelo de currículo artístico.

 

Cascade

 

 

Lembre-se da regra de ouro estabelecida pelo escritor russo Anton Chekhov. É melhor mostrar do que contar. Pensando nisso, este modelo de currículo artístico foi criado. Ele usa barras de progresso para informar visualmente a sua proficiência na habilidade listada.

 

Além disso, ele usa a justaposição que Edwin McRae descreve em Narrative Design for Indies. Juntando bem a informação, o recrutador cria um sentido entre as seções. Visualmente, ele percebe a experiência como consequência da educação, ou vice-versa.

 

Newcast

 

 

Chegamos em mais um modelo de currículo artístico que adapta um conceito de alguma indústria criativa. Dessa vez, ele pega uma idéia que a Disney utiliza para projetar os seus parques temáticos. Entenda o conceito de weenie

 

De acordo com Marty Skylar no livro One Little Spark, ele refere-se a um objeto que é usado para informar visualmente para onde o público deve ir. O objetivo é deixar a navegação mais intuitiva. Este modelo de currículo emprega este mesmo conceito.

 

Observe como ele usa uma pequena imagem para ilustrar o conteúdo da uma seção. Um chapéu na parte sobre educação, por exemplo. Isso ajuda o recrutador e encontrar a informação que ele busca, tornando a navegação no documento mais intuitiva.

 

Concept

 

 

Na hora de analisar uma obra de arte, é fundamental levar em conta o contexto no qual ela foi criada. Este modelo de currículo artístico foi inspirado neste princípio. Veja como ele expõe a informação usando uma linha do tempo

 

Desta maneira, este modelo de currículo artístico utiliza auxílios visuais para informar de onde você saiu e onde você chegou, dando ao recrutador um melhor entendimento do contexto no qual a sua carreira se desenvolveu.

 

Enfold

 

 

Este é outro modelo de currículo artístico que adapta um conceito da literatura. Já ouviu falar de in medias res? É uma técnica literária que consiste em fazer a história começar logo no meio do conflito, o ponto mais interessante.

 

Neste modelo de currículo artístico, o objetivo do currículo fica no canto superior esquerdo, que é justamente o primeiro lugar para onde olhamos quando abrimos uma página. Desta forma, o objetivo do seu currículo será a primeira coisa que o recrutador verá. Ou seja, ele já começa sendo impactado pelo seu perfil profissional, que é o mais interessante.

 

Initials

 

 

Eis mais um modelo de currículo artístico que te permite criar uma identidade visual forte. Ele te dá a possibilidade de colocar as suas iniciais dentro de um círculo ao lado do seu nome. Você deve se lembrar do que isso significa.

 

Na animação, o círculo é associado com gentileza e suavidade. Ao combinar as suas iniciais com esta forma geométrica, você consegue passar a mensagem de gentileza de maneira ainda mais eficaz em virtude da justaposição entre ambos os elementos..

 

Simple

 

 

Este modelo de currículo artístico também utiliza o conceito da Gestalt para agrupar as informações de maneira organizada, mas ele vai um passo mais longe. Ele usa linhas sutis para dividir as seções do currículo. Isso não é acidental.

 

De acordo com Scott McCloud no livro Desvendando os quadrinhos, usar linhas para dividir informação faz com que o efeito da Gestalt ocorra ainda mais rápido, criando uma experiência mais intuitiva para o seu público-alvo: o recrutador.

 

Crisp

 

 

Este modelo de currículo artístico utiliza alguns conceitos dos modelos anteriores, mas oferece um plot twist. Observe como ele também informa visualmente o nível de proficiência que você tem nas habilidades que você listou. Mas, ele usa círculos ao invés de uma barra. Isso não é acidental.

 

De acordo com Richard Williams no livro Manual de Animação, formas esféricas são associadas com gentileza e suavidade no subconsciente humano. Então, se você quer comunicar estas características, este modelo de currículo artístico é uma boa alternativa.

 

Modern

 

 

De acordo com Donald Norman no livro O design do dia a dia, um design moderno é aquele que coloca a funcionalidade do produto em primeiro plano, visando criar algo que seja altamente prático, ao invés de priorizar um visual extravagante. Foi pensando nisso que este modelo de currículo artístico foi criado.

 

Observe o retângulo azul no início da página. Ele não está ali por acidente. Ele serve para ajudar o recrutador a localizar rapidamente o seu currículo criativo em uma pilha de currículos básicos. Isso pode parecer um detalhe, mas faz a diferença.

 

Diamond

 

 

Dependendo do tipo de arte com a qual você está envolvido, é fundamental ser elegante. Não há nada mais elegante do que o diamante, um símbolo universal de sofisticação. Se você quer mostrar ao recrutador que você é um profissional delicado com uma arte refinada, apostar no diamante é uma aposta segura.

 

Nanica

 

 

Este modelo de currículo artístico tem uma abordagem um pouco diferente da maioria que você viu nesta lista. Ele descarta as informações nas laterais do documento. Isso não é apenas um detalhe. 

 

Desta forma, há mais espaço para cada linha, facilitando escrever os bullet points da sua educação e experiência em apenas uma linha, criando um documento um pouco mais organizado.

 

Valera

 

 

Um dos grandes desafios que qualquer designer gráfico enfrenta é elaborar a tipografia. Criar uma fonte que seja única e estilosa, mas legível ao mesmo tempo não é fácil. Mas, quando você acerta, o resultado é incrível. Este modelo de currículo artístico ilustra bem isso.

 

Com uma fonte estilizada, ele cria uma identidade visual forte, mas sem deixar o texto pouco legível. O resultado é uma combinação entre o ousado e o conservador que vai agradar a maioria das pessoas, incluindo o seu público alvo: o recrutador.

 

Cubic

 

 

Quer um modelo de currículo artístico que te dê bastante liberdade criativa? Pois bem, veja este então. Ele é o único tricolor desta lista e te dá a opção de escolher cada uma das cores, garantindo que você possa criar uma identidade visual forte.

 

Apenas tome cuidado na hora de escolher as cores. De acordo com Patti Mollica no livro Color Theory, cada cor tem um significado no subconsciente humano. Se você escolher o pigmento errado, pode mandar a mensagem errada. Para evitar erros, leia este guia.

 

O que poderia ser melhor que uma carta de apresentação que combina perfeitamente com seu currículo? Você pode criar sua carta de apresentação online aqui, usando o mesmo modelo do seu currículo. Os seus documentos podem ter esta aparência:

 

modelo de carta de apresentação

Veja mais modelos de cartas de apresentação e comece a escrever a sua

Revisão: como fazer um currículo artístico

 

Fazendo o currículo artístico perfeito, fica fácil virar protagonista. É só seguir alguns passos:

 

  1. Formate o seu currículo artístico da maneira correta;
  2. Escreva um bom objetivo no seu currículo artístico;
  3. Fale sobre a sua experiência e educação;
  4. Mencione a suas habilidades ao longo de todo o currículo;
  5. Coloque algumas seções extras;
  6. Escreva uma carta de apresentação;
  7. Mande o currículo por email.

 

Segundo Francis Glebas em Directing the story, o segredo da arte é a surpresa. Bom, na lista de modelos que você viu neste curso, existe um motivo pelo qual eles foram listados nesta ordem. Pegue a primeira letra de cada um e podemos formar a seguinte frase:

 

Incorporar Meus Conhecimentos No Currículo ÉIncrivelmente Simples Com Modelos Demonstrados Neste Valioso Curso

 

Obrigado por ler o meu guia. Agora, eu gostaria de ouvir você:

  • Quais são os maiores desafios na hora de fazer um currículo artístico?
  • Qual a sua maior dificuldade?
  • Ainda há alguma dúvida?

 

Deixe um comentário abaixo e vamos conversar!

Avalie meu artigo: curriculo artistico
Média: 5 (1 votos)
Obrigado por votar
Caio Sampaio
Caio é um especialista em carreira e construção de currículos. Ele escreve sobre vários assuntos no mundo do recrutamento. No tempo livre, ele lê livros, assiste filmes, joga vídeo game e mantem-se atualizado sobre o universo laboral. Tendo experiência com teatro, cinema e vídeo games, ele busca usar técnicas dessas indústrias criativas para criar currículos mais interessantes e atraentes.

Artigos Similares